>
terça-feira, 24 de maio de 2022 - 03:17 h

TEMPO REAL

 

Capa / Saúde / Governo do Estado amplia nesta sexta-feira, dia 14, oferta de testes para Covid-19

Governo do Estado amplia nesta sexta-feira, dia 14, oferta de testes para Covid-19

Matéria publicada em 13 de janeiro de 2022, 18:19 horas

 


Rio- A Secretaria de Estado de Saúde amplia, a partir desta sexta-feira (14/1), a oferta de testes para Covid-19 nos nove centros de testagem do Governo do Estado. Serão realizados 5,3 mil testes nesta sexta-feira nesses polos, que antes realizavam 3 mil ao dia. No sábado (15/1), será inaugurado o 10º centro de testagem, anexo à UPA do Colubandê, em São Gonçalo, com capacidade para 500 testes por dia. Dessa forma, a partir de segunda-feira (17/1), o Governo do Estado passa a oferecer 5.800 testes por dia.

Na manhã desta quinta-feira (13/1), será disponibilizado o agendamento para sexta-feira e sábado. Como parte dos horários de sexta-feira já foram ocupados, serão oferecidos mais 6,6 mil testes para as duas datas.

Para marcar o exame é preciso acessar o link a seguir (https://agendamentotestecovid.saude.rj.gov.br/cadastro-exame), inserir dados como nome, CPF e data de nascimento.

O paciente poderá escolher um dos dez locais de testagem e o horário de atendimento. A agenda estará aberta sempre para os dois dias seguintes. Dessa forma, todos os dias, mais vagas serão disponibilizadas no site. No fim do agendamento, o sistema emitirá um protocolo, que deverá ser anotado pelo paciente, que também poderá fotografar a tela. A marcação é pessoal e intransferível. Será necessário apresentar um documento oficial com foto.

Serão oferecidos testes rápidos de antígeno. Pacientes com sintomas moderados a graves, como febre acima de 37,5º e dificuldades respiratórias, devem procurar diretamente uma UPA ou emergência hospitalar, onde realizarão o teste e passarão por atendimento médico para avaliação do quadro de saúde. As 28 UPAs do estado também estão realizando atendimento e testes para casos moderados e graves da doença.

Os polos de testagem ficam no Hospital Estadual Dr. Ricardo Cruz (HERCruz), em Nova Iguaçu, que funciona das 8h às 18h e amplia sua capacidade para 800 testes por dia; no posto do Iaserj do Maracanã, que realiza 200 testes diariamente, e no Estádio de Atletismo Célio de Barros, também no Maracanã, com capacidade para 1.300 testes por dia, ambos funcionando das 8h às 18h; e junto às Unidades de Pronto Atendimento de Bangu, Campo Grande II e Jacarepaguá, na Zona Oeste; e Tijuca, Penha e Marechal Hermes, na Zona Norte; além do Colubandê, em São Gonçalo, todos eles funcionando das 8h às 18h com capacidade de realizar 500 testes por dia cada.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Cadê o ensino remoto para os pais que assim o desejar?????,

    O Ministério da Educação (MEC) homologou a resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE) que afirma que as escolas públicas e particulares do País podem oferecer ensino remoto enquanto durar a pandemia. O documento foi motivo de intenso debate e esperava aprovação desde outubro. Depois de longa negociação com o ministro Milton Ribeiro, o CNE tirou a data “31 de dezembro de 2021” do texto.

    A resolução fala ainda que deve ser decisão dos pais ou responsáveis enviar ou não os alunos para aulas presenciais e que as avaliações são facultativas às escolas durante a pandemia. Mas os que decidirem manter os filhos em atividades remotas devem se comprometer em cumprir “atividades e avaliações”. Não recomenda ainda que os alunos recebam faltas já que é impossível checar a frequência durante o período de aulas remotas porque, muitas vezes, os estudantes recebem vídeos para estudar no horário que escolherem.
    O texto menciona também que todos os recursos de tecnologia podem ser empregados no ensino e cita inclusive as redes sociais, como WhatsApp, Facebook, Instagram, “para estimular e orientar os estudos, pesquisas e projetos”.

  2. Que eu saiba a pandemia não acabou e pelo MEC enquanto houver pandemia poderá ter ensino remoto.

    Cabe a cada pai decidir.

    Tem pessoas que tem comorbidades.

    Escola não cumpre protocolos, fato.

  3. Governador do Rio faca como PIAUÍ que Crianças poderao ficar no remoto ou híbrido. A decisão ficará a cargo dos pais ou responsáveis.

    Se for presencial meus filhos ficam sem estudar, melhor perder 1 ano que um deles ou ente da família perder a vida.

    Só pra lembrar crianças, adolescentes e adultos vacinados pegam Covid e transmitem Covid e mascaras de pano não funcionam contra Omicron.

Untitled Document