Angra inaugura primeira escola vocacional em empreendedorismo

E. M Coronel João Pedro de Almeida se torna Centro Educacional em Tempo Integral (CETI) e ganha salas de habilidades vocacionais, climatização, revitalização e nova quadra coberta

by Vivian Costa e Silva

Angra dos Reis – O bairro do Camorim agora possui uma escola vocacional em empreendedorismo de tempo integral. Em parceria com o Sebrae, o CETI Coronel João Pedro de Almeida agora conta com salas vocacionais para sua matriz curricular e funciona das 8h00 às 16h30. Além disso, a unidade ganhou uma nova quadra coberta totalmente equipada, climatização em todas as suas 14 salas de aula e nova pintura em seu ambiente externo e interno.

O CETI Coronel João Pedro de Almeida atende 290 estudantes, distribuídos em 10 turmas do 6º ao 9º ano. A unidade agora dispõe de diversas instalações voltadas para o fomento da criatividade e aprendizado interdisciplinar, incluindo uma sala maker para estimular o desenvolvimento criativo, salas de empreendedorismo, artes, idiomas, matemática, educação financeira e educação ambiental, laboratórios de tecnologia e ciências, além de uma biblioteca equipada com um tabuleiro de xadrez em tamanho gigante.

A cerimônia de entrega das novidades na unidade escolar aconteceu na tarde desta quarta-feira (21) em sua nova quadra e contou com a presença do prefeito Fernando Jordão, do secretário de Governo e Relações Institucionais, Cláudio Ferreti, do secretário de Educação, Juventude e Inovação, Paulo Fortunato, de vereadores da base e de demais autoridades.

– A Prefeitura está revolucionando a educação de Angra dos Reis. Essa escola está linda, com diversas salas e funcionando em tempo integral. As famílias do bairro estão muito felizes com essa entrega. Tenho a certeza de que todos os estudantes aqui do CETI Coronel João Pedro de Almeida agora vão estudar ainda mais depois da entrega da climatização, da quadra, da pintura nova e das diversas salas que estimulam a criatividade os preparam para o futuro. Angra é a cidade da educação – disse Fernando Jordão.

Mais sobre o projeto

Os estudantes da unidade escolar fazem parte do projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) uma parceria com o Sebrae que tem como objetivo capacitar o desenvolvimento de ideias inovadoras, estimulando a criatividade e o pensamento crítico.

O projeto também tem como intuito promover a cultura empreendedora, uma mentalidade de perseverança, resiliência e proatividade nos estudantes, incentivando-os a assumir riscos calculados e aprender com os fracassos, além de estimular a atuação como agentes de mudança e impulsionadores do desenvolvimento socioeconômico em suas comunidades.

– Estou muito feliz em ver uma escola como essa, com diversas inovações para nossas crianças. Estou encantado com tanta sala vocacional e com o entusiasmo dos alunos em estudar aqui em horário integral. Angra está evoluindo a passos largos na educação. Estamos no caminho certo – comentou Cláudio Ferreti.

Para tornar a experiência educativa ainda mais proveitosa, o CETI Coronel João Pedro de Almeida conta com salas vocacionais onde os estudantes podem aprender de forma mais prática, colaborativa e contextualizada, o que contribui para a inovação pedagógica. Isso permite a utilização de recursos tecnológicos, materiais didáticos diversos e metodologias ativas de ensino, como a aprendizagem baseada em projetos. Essas práticas pedagógicas estimulam o protagonismo dos estudantes, a autonomia e o pensamento crítico, tornando o processo de ensino-aprendizagem mais dinâmico e estimulante.

– As salas vocacionais foram projetadas para simular situações do cotidiano e capacitar o desenvolvimento de habilidades específicas. A sala maker, por exemplo, é um espaço destinado para os estudantes materializarem suas ideias e projetos, incentivando a inovação, a criatividade, o empreendedorismo, o trabalho em equipe, a resolução de problemas, a criatividade e a liderança. É um grande ganho para esses alunos – relatou Paulo Fortunato.

Para complementar a matriz curricular, foram implementados componentes como educação financeira e educação ambiental, a fim de que os estudantes desenvolvam competências e habilidades para atuarem na sociedade de forma consciente. Isso inclui entenderem-se como parte do meio ambiente, discernir a respeito do consumo e as consequências de nossas escolhas em todas as escalas, realizar planejamentos a curto, médio e longo prazo, e utilizar com proficiência as ferramentas matemáticas em seu dia a dia, com o propósito de garantir o desenvolvimento integral dos estudantes.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996