quinta-feira, 17 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Caminhada mobiliza população no combate à violência contra a mulher

Caminhada mobiliza população no combate à violência contra a mulher

Matéria publicada em 29 de agosto de 2019, 19:19 horas

 


Canal de denúncia é através do número 180; dez mulheres recebem acompanhamento por violência doméstica este ano na cidade

Caminhada mobilizou a população para se engajar no combate à violência contra as mulheres
(Foto: Alexandre A.J/Secom)

Porto Real- Com o objetivo de mobilizar a sociedade, a secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, realizou nesta quinta-feira (29), uma caminhada em alusão ao Agosto Lilás, de combate à violência contra a mulher. O ato também foi motivado pela lembrança ao dia 7 de agosto, quando foi celebrado os 13 anos da Lei Maria da Penha. Com o tema: “Viver em Paz é Direito de toda Mulher. Violência é Crime”, o percurso teve inicio após exercícios de alongamento, na Avenida B, situada no bairro Freitas Soares, os participantes seguiram em direção à quadra do bairro.

O evento foi finalizado com atividades artístico culturais, com a encenação da peça de teatro do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Ação em Ação, intitulada: “Isso é Violência”; e com tendas do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e da Casa da Mulher (esta disponibilizada pela secretaria de Saúde), que prestaram orientações às mulheres presentes.

De acordo com informações do Creas, no ano de 2019, foi registrado o quantitativo de 10 mulheres, que se encontra em situação de acompanhamento, por motivo de violência doméstica, no município. O disk denúncia nacional é através do número 180.
– O principal objetivo foi o de chamar a atenção da população para a necessidade de superação da cultura de violência contra a mulher. Os atos de enfrentamento à violência contra as mulheres são muitos importantes – disse o prefeito Ailton Marques, presente à ocasião.

A secretária Creusa Martins Mothé lembrou que no ano de 2018, o município registrou três feminicídios.
– Acredito que quando estamos em situação de sofrimento, devemos denunciar. Lembrando que no mês de Agosto Lilás, as mulheres do país todo buscam dar visibilidade à prevenção e ao enfrentamento da violência contra a mulher. Esse foi um ato de resistência e denúncia – afirmou a secretária.

Rede de atendimento

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), através do (24) 3353 1492, realiza o acompanhamento e fortalecimento da autoestima das mulheres, vítimas de violência doméstica, além de ser uma unidade pública da política de Assistência Social, onde são atendidas famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados.

Presenças

Também marcaram presença no evento além da vereadora Bianca Diniz; os secretários municipais: de Ordem Pública, Elias Vargas; de Licitações, Compras e Contratos, Carlos José da Silva; e o subsecretário de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, Phillipe Paiva.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document