terça-feira, 27 de outubro de 2020 - 03:08 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Diogo Balieiro e Geraldinho vão disputar a reeleição em Resende

Diogo Balieiro e Geraldinho vão disputar a reeleição em Resende

Matéria publicada em 12 de setembro de 2020, 17:44 horas

 


Pré-candidato a reeleição, Diogo Balieiro, participou da convenção através de videoconferência
(Foto: Divulgação)

Resende- O Democratas de Resende realizou, na sexta-feira, dia 11, às 18h, a convenção partidária que oficializou a candidatura do atual prefeito, Diogo Balieiro Diniz, e do vice, Geraldo Cunha, à reeleição. Balieiro e Geraldinho venceram as eleições de 2016 e repetem a dobradinha para o pleito municipal marcado para 15 de novembro.

Além disso, o DEM confirmou a chapa completa para disputa da eleição proporcional, para vereador. A convenção aconteceu no Sindicato Rural de Resende, obedecendo todas as medidas necessárias para a prevenção ao novo coronavírus.
A reunião teve início com um minuto de silêncio feito pelos participantes, em memória das vítimas do coronavírus, seguido da execução do hino nacional e do hino de Resende. Em tempos de pandemia, o tom festivo, comum em outros tempos em eventos deste tipo, deu lugar a discursos mais centrados na necessidade de manter Resende em um caminho seguro para os próximos quatro anos.

Como os pais do atual prefeito Diogo Balieiro Diniz testaram positivo para o coronavírus, Diogo participou da convenção através de videoconferência. Ele fez um panorama da atual gestão e destacou os obstáculos superados durante a trajetória do governo.

– A atual gestão assumiu a Prefeitura de Resende na pior crise que o estado do Rio de Janeiro passava. E agora, estamos enfrentando a pior crise sanitária em muito tempo. Durante esse tempo, trabalhamos sem medir esforços com uma equipe muito competente que foi capaz de fazer muito com pouco. No entanto, sabemos que muito ainda precisa ser feito e por isso estamos colocando nossa candidatura. É importante a população avaliar se a cidade está melhor agora do que estava há quatro anos e qual o nome ideal para conduzir Resende pelos próximos quatro anos, que se anunciam muito difíceis por inúmeras razões – afirmou.

O prefeito também ressaltou a importância dos investimentos feitos nos últimos três anos, principalmente na área da saúde. Segundo ele, Resende estaria agora passando por um momento ainda mais delicado caso esse trabalho de dedicação com a saúde não tivesse sido posto em prática.

– A Santa Casa, o Hospital de Emergência, os postos de saúde e as unidades intermediárias já vinham recebendo investimentos desde o primeiro dia do nosso atual mandato. Diante da pandemia, fizemos as adequações necessárias e estamos conseguindo enfrentar essa crise, que infelizmente vitimou muitas pessoas em todo o mundo e também aqui em Resende. Por isso, não há o que celebrar. O que temos é de empenhar nossos esforços em trabalhar muito por nossa cidade. Se o povo assim decidir, serão quatro anos de muita dedicação e trabalho – disse o prefeito.

Balieiro lembrou que o fato de ter colocado as finanças em ordem logo no primeiro ano da atual gestão foi outro ponto fundamental para que Resende não passasse por dificuldades vistas em outras cidades.

– Graças a esse empenho, não foi preciso atrasar salários do funcionalismo, mantivemos os pagamentos dos fornecedores em dia e os serviços públicos seguiram adiante. Temos hoje uma cidade com as finanças equilibradas, menos dependente de recursos externos. O legado que estamos deixando ao final deste mandato é muito melhor do que aquele que recebemos. Mesmo com as dificuldades que estão aí, tenho plena confiança de que vamos conseguir fazer muito mais a partir de 2021 – disse Diogo.

Outro ponto destacado é que as obras seguiram acontecendo, mesmo no período de pandemia.

– Nossa cidade não parou. As escolas e creches continuaram sendo reformadas e ampliadas, assim como iniciamos obras de infraestrutura importantes, como no entorno da Rodoviária Graal. Todo o serviço foi adaptado aos cuidados contra o novo coronavírus, visando dar continuidade aos esforços e garantir mais dignidade, conforto e segurança para a população. Vias importantes foram asfaltadas, praças e áreas de lazer revitalizadas. Tenho certeza que teremos um cidade melhor para entregar aos nossos cidadãos agora e no pós-pandemia – destacou o prefeito.

Balieiro afirmou ainda que a retomada da economia exigirá muitos esforços da próxima gestão. “O baque na economia ocorreu em nível mundial, afetando muito nosso país, nosso estado e nossa região. Vamos torcer para essa recuperação no âmbito mundial e nacional, mas vamos trabalhar muito fazendo nossa parte, para que Resende possa gerar emprego e renda”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Meu nome é Zé Pequeno!

    Gostaria que o atual Prefeito e candidato à releição desburocratizasse o acesso da população no setor de pedidos de obras e serviços da Prefeitura.
    Agora é necessário identidade, CPF e comprovante de residência para solicitar quaisquer providências, isto é, desde um simples “serviço de capina, troca de luminária queimada, recapeamento asfáltico, etc”.
    A ponte estaiada também está merecendo uma “boa pintura” e pequenos serviços de reparos,etc.
    Além disso, há mais outras obras que estão “comemorando aniversário”.

Untitled Document