quinta-feira, 6 de maio de 2021 - 22:55 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Simulado do plano de continência da Defesa Civil de Resende acontece neste sábado

Simulado do plano de continência da Defesa Civil de Resende acontece neste sábado

Matéria publicada em 29 de novembro de 2019, 15:52 horas

 


Atividade acontece no bairro Parque Ipiranga, das 8h às 11h

Resende– Neste sábado, dia 30, a Defesa Civil irá fazer o simulado anual do Plano de Contingência de Resende. A ação, que terá início às 8h, acontecerá no bairro Parque Ipiranga, nas ruas: Sesmaria, Vereador Richard Rocha de Andrade, 4 e Joaquim de Azevedo Carneiro Maia, com término previsto para 11h.

A prática, que foi adiada na primeira data devido à realização do Exame Nacional do Ensino Médio, serve para testar e avaliar a capacidade de reação do município, bem como de todos os órgãos envolvidos, diante de situações extremas, como deslizamentos de terra e desabamento de casas, por exemplo. A repetição anual é feita com o objetivo de detectar possíveis falhas no procedimento padrão adotado nessas circunstâncias e aprimorar constantemente o planejamento.

De acordo com o diretor do órgão, Flávio Germano da Silva, a simulação será voltada para somente para os casos de risco hidrológico, ou seja, quando envolve a ação de águas pluviais e dos rios. Este tipo de evento é previsto no mapeamento de riscos feito pela própria Defesa Civil. Para o diretor, é fundamental a integração entre todos os setores da prefeitura, junto da população.

– O mais importante dessa simulação, além de treinar a população para ameaças, é exercitar as equipes de Resende, quanto à resposta, agilidade e eficiência. O simulado é uma preparação e rezamos para que nunca precisemos colocar em prática, mas caso aconteça queremos estar preparados. Teremos fiscais de fora analisando o trabalho para indicar eventuais falhas e apontar melhorias. Contamos com a ajuda da população, que fará parte do processo nos bairros já comunicados – disse o diretor.

Diante das circunstâncias, as equipes trabalharão na evacuação da área, triagem e avaliação das vítimas, além do transporte dos desalojados para a área de abrigo, que será no CEMEI Parque das Águas, no bairro Jardim Jalisco.

Diversos setores da Prefeitura estão envolvidos no simulado do Plano. Entre elas, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, cujos profissionais ficam encarregados de abordar as famílias que moram em áreas de risco para convencê-las a deixar as residências. Da mesma forma, os esforços contam com as secretarias de Educação e de Esporte e Lazer, que deverão disponibilizar escolas e quadras para receber possíveis desabrigados. A Secretaria de Saúde deverá estar pronta para fazer o atendimento de possíveis feridos, além de desenvolver ações rápidas de vacinação.

Ainda segundo o diretor, além dos setores internos da prefeitura, o exercício também contará com a participação de órgãos externos, como o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, além das ONGs Cruz Vermelha e Anjos da Montanha, que atuarão no simulado como apoio.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document