segunda-feira, 18 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Volta Redonda promove o II Festival de Economia Solidária

Volta Redonda promove o II Festival de Economia Solidária

Matéria publicada em 2 de setembro de 2018, 16:26 horas

 


Evento ofereceu atividades culturais embaixo da Biblioteca Municipal Raul de Leoni, na Vila Santa Cecília

Além das atividades culturais, evento ofereceu oficinas com o intuito de divulgar a construção da política municipal de economia solidária (Foto: Evandro Freitas)

Volta Redonda – Neste fim de semana a prefeitura de Volta Redonda, junto com o Fórum de Economia Solidária da cidade em parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF), promoveu o II Festival de Economia Solidária de Volta Redonda. Com a presença de um grande público na abertura, o evento teve como objetivo a comercialização de produtos das artesãs, alimentação gourmet, intervenções artísticas e culturais da cidade. O festival, realizado embaixo da Biblioteca Municipal, contou ainda com atividades culturais.
De acordo com a moradora de Volta Redonda, Darcy Pereira, a prefeitura merece parabéns pelo evento.

– Esse modo coletivo de se trabalhar é muito importante. Fomenta a economia do município e ainda valoriza o trabalho manual entre outros. Fiquei surpresa com a qualidade dos produtos e a prefeitura está de parabéns por proporcionar esse tipo de festival – destacou.

Durante todo o dia foram realizadas oficinas e atividades culturais, com o intuito de divulgar a construção da política municipal de economia solidária. Dentre as oficinas realizadas foram: Conhecendo a economia solidária; Juventude e economia solidária; Cultura e economia solidária. Economia Solidária como estratégia de desenvolvimento social.

– São vários atores sociais envolvidos no tema, como universidade, gestão pública municipal e empreendedores econômicos solidários. Estamos seguindo a orientação do Prefeito Samuca Silva – contou Bárbara Cunha, representante da Secretaria Municipal de Planejamento.
O prefeito Samuca Silva, enfatizou a importância da Economia Solidária de Volta Redonda na construção de políticas públicas.

– Queremos cada vez mais divulgar a economia solidária, fortalecendo produtores e artistas que promovem a inclusão social e desenvolvem um produto com qualidade para o mercado e que buscam a inclusão social e produtiva de públicos prioritários. Também estamos gerando trabalho e renda a partir da promoção de atividades econômicas coletivas e sustentáveis – disse Samuca.

Para Júlia Menezes, empreendedora no festival, os participantes ainda estão aprendendo a viver a economia solidária.

– O festival veio para fortalecer o laço entre a administração pública e os empreendedores. Sendo uma forma desenvolver a economia de forma coletiva. É um processo mais democrático e educativo, muito ainda precisam crescer e aprender como é este meio – contou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document