quarta-feira, 17 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / A nova aventura de Tadeo Jones

A nova aventura de Tadeo Jones

Matéria publicada em 22 de julho de 2018, 07:57 horas

 


Segundo filme diverte sem a novidade do primeiro

Ótimo: Em busca do rei Midas

Trabalhando com um orçamento bem menor do que o da Pixar americana, o espanhol Enrique Gato tem produzido desenhos animados muito interessantes. Como o espacial “No mundo da Lua” de 2015 e “As aventuras de Tadeo” de 2012. No ano passado ele retomou a saga do Tadeo Jones, o operário de construção civil que se tornou arqueólogo. Como no primeiro filme Jones continua apaixonado pela bela Sara Lavrof. E é por causa de sua amada que ele se mete em nova encrenca envolvendo múmias e maldições antigas, neste “As aventuras de Tadeo 2 – O segredo do rei Midas”.

Gato não esconde que sua inspiração foi o Indiana Jones do Steven Spielberg, daí o sobrenome do seu atrapalhado herói. Enquanto as histórias do Indiana se passam nas décadas de 1930 e 1940, Tadeo é um herói moderno, que conta com recursos como helicópteros e submarinos. Logo no início, Sara esta mergulhando num mar profundo, com um escafandro de última geração. Ela encontra pistas sobre a existência do rei Midas, o lendário soberano que tinha o poder de transformar em ouro tudo o que tocava.

Ela pretende apresentar suas descobertas numa festa apoteótica, dentro de uma pirâmide de cristal em Las Vegas. E chama seu amigo, arqueólogo amador, para participar da cerimonia. Tadeo viaja para a capital dos cassinos com aquela múmia inca, que ele encontrou no primeiro filme e que não desgruda do pé dele. Mas Sara é raptada por um vilão que pretende ser o sucessor do rei Midas.

Através de uma série de pistas, Tadeo descobre que o templo do rei Midas fica nas cavernas da Capadócia. E se manda para a Europa. Ele tem que agir rápido, para evitar que sua amada Sara seja transformada em uma estátua de ouro pelo vilão. A múmia rouba a cena várias vezes, se disfarçando de Elvis Presley em Las Vegas e de dançarina espanhola em Barcelona.

Também temos um cachorro e um pássaro, que continuam a fazer parte da turma e se metem em várias confusões. O resultado é pura diversão para crianças e adultos.

Por: Jorge Luiz Calife – jorge.calife@diariodovale.com.br

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document