terça-feira, 25 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / A última do dragão e do M.Night Shyamalan

A última do dragão e do M.Night Shyamalan

Matéria publicada em 17 de janeiro de 2019, 09:00 horas

 


“Como treinar seu dragão – 3” encerra a trilogia da Dreamworks Sobre os vikings e os dragões

As novidades no cinemão desta semana incluem o novo desenho da Dreamworks, que encerra a trilogia, iniciada em 2010, com o longa “Como treinar seu dragão”. Soluço, aquele viking atrapalhado que adotou um dragão no primeiro filme, virou o chefe da tribo depois da morte de seu pai. E terá que partir em uma jornada perigosa para encontrar o “Mundo Escondido”, o santuário dos dragões onde esses bichos podem viver seguros da cobiça dos homens. “Vidro” é o novo filme do cineasta indo-americano M.Night Shyamalan. E também encerra uma trilogia que inclui o “Corpo fechado”, sucesso do Bruce Willis no ano 2000 e “Fragmentado”, aquele filme sobre um psicopata exibido em 2016. Infelizmente “Vidro” esta sendo exibido apenas em Resende.

Época de férias é o tempo dos desenhos animados nos cinemas. Este ano já tivemos o ótimo “Homem Aranha no aranhaverso” e agora voltamos ao mundo medieval dos vikings e dragões. A Dreamworks caprichou no visual de “Como treinar seu dragão 3”, as cenas no paraíso dos dragões estão muito bonitas. O elenco de vozes original inclui astros como o Gerald Butler e a Kate Blanchet, mas o filme deve passar nos cinemas dublado. Soluço, o novo chefe da aldeia de vikings, descobre que seu dragão negro, o Desdentado, não é o último de sua espécie. Ele tem uma namorada e tenta levar os dois para o santuário dos dragões.

O problema é que seu pai só falou vagamente sobre o tal santuário e deixou um mapa fragmentado. E para complicar as coisas um novo vilão, chamado Grimell quer capturar os bichos e coloca-los em jaulas.

O mundo de “Como treinar seu dragão” é uma fantasia bem estilizada. Os barcos dos vikingues, por exemplo, parecem mais caravelas do que os “drakkars” das antigas tribos nórdicas. E as ilhas lembram cenários de um videogame com aqueles penhascos impossíveis e animais exóticos. As crianças em férias devem gostar.

Já “Vidro” é para o público adulto. Tudo começou há 18 anos, quando M.Night Shyamalan, um cineasta muito criativo cismou de fazer sua versão de um filme de super heróis. Em “Corpo fechado” Bruce Willis era o único sobrevivente de um desastre de trem e descobria ser um homem indestrutível. Sua única fraqueza era a água, afinal, todo super-herói precisa ter um ponto fraco. Quem ajudava Willis a descobrir seus novos poderes era o dono de uma loja de revistas em quadrinhos, o senhor Vidro (Samuel L.Jackson) que era extremamente frágil e vivia sofrendo fraturas de todos os tipos.

O filme já passou na televisão varias vezes e está disponível em DVD. David Dunn, o personagem do Bruce Willis, logo descobre que o senhor Vidro é na verdade um super-vilão que esta por trás de vários desastres. Incluindo aquele acidente de trem que matou todo mundo. O filme foi um grande sucesso, mas custou a ganhar uma continuação, pois Shyamalan estava envolvido com outros projetos, como “O fim dos tempos” (The hapenning) longa apocalíptico que serviu de inspiração para o recente “Caixa de Pássaros” da Sandra Bullock.

Há dois anos, em 2017, Shyamalan voltou ao universo do “Corpo Fechado” com “Fragmentado”. Que aparentemente não tinha nenhuma relação com o filme do ano 2000. Em “Fragmentado” James McAvoy é um psicopata que tem 23 personalidades diferentes. Ele sequestra um grupo de moças que são mantidas em cativeiro e elas precisam fugir antes que ele incorpore a pior das 23 personalidades, um assassino conhecido como “A Besta”.

Agora, em Vidro, o psicopata volta a atacar e desta vez ameaça um time de animadoras de torcida. E para salva-las entra em ação o Homem Indestrutível do Bruce Willis e o vilão do Samuel L.Jackson.

Por: Jorge Calife


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document