domingo, 24 de março de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / AAP-VR leva mais de 250 romeiros a Aparecida

AAP-VR leva mais de 250 romeiros a Aparecida

Matéria publicada em 30 de janeiro de 2019, 18:27 horas

 


Aposentados e pensionistas rezaram e protestaram contra perda do poder de compra (Divulgação)

Volta Redonda – A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda realizou, no dia 27 de janeiro, mais uma excursão de romeiros a Aparecida, evento que ocorre tradicionalmente todo ano. A viagem é uma forma de comemorar o Dia do Aposentado, no dia 24, e também de proporcionar aos associados – e não associados – um dia de diversão e passeio. A Associação ainda oferece camisas exclusivas, água e lanche, durante o trajeto, e claro, um ônibus confortável e climatizado.

O valor das passagens variou para associados e não associados. Para associados, o preço foi de R$49,00, e R$69,00 para o público geral. Os ônibus saíram de dois lugares: Barra do Piraí, às 6h, e de Volta Redonda, às 6h30, com retorno as 15h. No ano passado, a Associação levou cinco ônibus para Aparecida. Este ano, foram seis, com cerca de 270 romeiros.

A programação foi repleta: logo de manhã cedo, a missa em comemoração ao Dia do Aposentado – dentre outras ao longo do dia –, passeio turístico pela cidade, e, claro, compras em um dos comércios mais famosos do Brasil.

Artur Gomes de Lima, diretor de Eventos Sociais da AAP-VR, já está animado para a próxima edição, além de outros eventos para este ano: “É com muito orgulho que estamos realizando mais uma edição desta grande excursão. E não vamos parar por aí: 2019 está cheio de novidades”.

Tradicionalmente, o dia das missas em homenagem aos aposentados na Basílica de Nossa Senhora Aparecida também é marcado por manifestações, promovidas pela Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (Cobap) e federações de aposentados de todo o País, que cobram do governo a recuperação do poder de compra da classe. Este ano, ocorreu no auditório da basílica.

O diretor previdenciário da AAP-VR, Rômulo de Carvalho, explicou a importância da data.

– A manifestação em Aparecida é um raro momento de encontro de federações e associações de aposentados de todo o País em um só local. Assim, nossas reivindicações, como a aprovação do projeto de lei que repõe o que perdemos ao longo dos anos, têm mais chances de serem ouvidas, principalmente pelos meios de comunicação – disse.

Rômulo lembrou que, pelo menos, em duas ocasiões os aposentados e pensionistas paralisaram a Rodovia Presidente Dutra, na altura de Aparecida e contou com apoio dos motoristas. “As aposentadorias e pensões estão defasadas em mais de 100%, em relação ao salário mínimo, se contarmos de 1991 para cá. Isso significa que, se dobrarmos o salário de quem se aposentou naquele ano, ainda não chegará ao número de salários mínimos com o qual se aposentou. Além disso, muitos, que contribuíram sempre acima do mínimo, hoje recebem, somente, o piso nacional”, explicou o diretor da AAP-VR.

Ao final da manifestação, os líderes dos aposentados e pensionistas decidiram retomar a luta pela aprovação do Projeto de Lei 4434/2008, que recupera o poder de compra das aposentadorias e pensões em cinco anos. O PL está parado há anos na Câmara Federal.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document