domingo, 16 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Acciona pede para devolver BR-393

Acciona pede para devolver BR-393

Matéria publicada em 13 de abril de 2018, 10:20 horas

 


Concessionária vai continuar administrando a estrada até que licitação defina quem será sua sucessora

Mudança: Acciona pede para devolver BR-393 ao governo federal, que fará nova licitação

Mudança: Acciona pede para devolver BR-393 ao governo federal, que fará nova licitação

Sul Fluminense – A BR-393, que tem aproximadamente 200 quilômetros de extensão e liga a Rodovia Presidente Dutra à divisa entre os estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, vai deixar de ser administrada pela Acciona. A concessionária protocolou na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) um pedido de devolução amigável da concessão para relicitação.

Com isso, a empresa continua administrando a estrada até que seja escolhido um novo operador, mas projetos como a duplicação, que teve inclusive propostas de traçados alternativos, vão ficar em suspenso até que o novo operador assuma.

A Acciona assumiu o trecho da BR-393  conhecido como Rodovia do Aço, em 8 de março de 2008. O prazo previsto no contrato era de 25 anos, o que levaria a empresa a operar a estrada até 2033.

Uma parte da BR-393 passa pelo perímetro urbano de Volta Redonda, e antes da inauguração da Rodovia do Contorno, no fim de 2017, cerca de nove mil veículos pesados passavam todos os dias pelo centro da cidade. O trecho administrado pela Acciona não inclui a parte urbana da via, mas estava previsto que a Rodovia do Contorno passaria para a concessionária, depois de alguns procedimentos burocráticos.

A estrada tem 13,5 km, e liga a Via Dutra (BR-116 Sul) e a Rodovia Lúcio Meira (BR-393), formando corredor de tráfego de carga pesada entre o Sul, o Norte e Nordeste do país. Para passar de uma rodovia a outra, hoje entre nove e dez mil veículos passam por dia em bairros como 207, 209, Conforto e Vila Santa Cecília. A Avenida Getúlio Vargas e o bairro São Geraldo foram impactados de maneira positiva. A maior parte destes veículos que não mais entram na cidade é composta de carretas pesadas, muitas delas com cargas perigosas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

52 comentários

  1. Avatar

    A ANTT dorme em berço esplêndido e nada faz pra corrigir os defeitos desses contratos mal feitos e cheios de vicios, basta ver o que aconteceu com a NOVADUTRA (CCR) vulgo ODEBRECHT, ameaçaram fazer um novo contrato de privatização e ela começou a fazer obras em todos os viadutos, cosntrução de passarelas e pontes ao longo da rodovia, pq o pedágio é caro e então ia perder a galinha dos ovos de ouro igual aconteceu com Ponte Rio/Niterói. E enquanto isso os contribuintes são tributados em todos os niveis pra pagar a conta dos corruptos de plantão. Basta ver o que aconteceu com a ARTERIS que controla a BR#101 (Niterói/Campos), o pedágio era r$ 5,00 e a partir de 01/03/2018 passou de imediato para R$ 5,50 ou seja um aumento de 10%, para uma inflação de 3%. Portanto está ai um exemplo de como é tratado o contribuinte. Ou seja sempre pagamos a conta pelos desmandos dos dirigentes dessa agencia Apócrifa chamada ANTT.

  2. Avatar

    Bom a Acciona tinha um cronograma tudo dentro do contrato que foi firmado com o governo, porém graças alguns deputados estaduais e federais da região o acordo esta constantemente sendo alterado para atender o curral eleitoral desses políticos, empresa nenhuma quer ter a instabilidade de um investimento para atender politicos. A estrada melhorou muito para quem passa lá a muito tempo sabe de como era e como ela está.

    • Avatar

      A mazela só Brasil é a classe política. Infelizmente o que deveria ser uma atividade pra melhorar a vida da população vira meio de vida para esses inescrupulosos.

    • Avatar

      Zero, a mazela do Brasil é toda a classe política e grande parte do povo, veja agora: temos um condenado pela justiça federal em primeiro lugar na intenção de voto para presidente…….e o pior, o bolsonaro tem reais chances de levar a presidencia, ai , meu amigo, é crise após crise.

  3. Avatar

    Isto é mais uma chantagem. Igual a VIA 040 que liga Juiz de Fora/MG até Brasília ameaçaram largar aí o governo aumentou o tempo para ela fazer a duplicação. A Acciona também está querendo é mais tempo para duplicar de VR à Barra do Piraí que já era para estar concluída conforme edital e também quer aumento de valor do pedágio.
    Esses nossos governantes corruptos sempre deixam uma brecha para surrupiar as empresas e o povo brasileiro. Os corruptos não estão nem aí porque eles só viajam de avião e não conhecem o estado precário de nossas estradas.

  4. Avatar
    FranciscoJFLacerda

    A Acciona não é a primeira que pula fora e talvez não será a última.. Já houve outras devoluções nos últimos meses e anos..Outra hipótese e que eles estão também desejando ficar fora das denúncias da operação lava a jato relações perigosas e outros imbróglios corruptivos com os políticos porque pode sobrar para ela. Vá saber como realmente foram feitas as licitações para concessões para rodovias e ferrovias no Brasil, porque já ocorreram denúncias.

  5. Avatar

    Entendo todos os questionamentos, mas o que todos nós temos que ver é que parte do valor cobrado no pedágio vai pro caixa do governo (IMPOSTO) que não faz nada, só suga. Esse governo que arrecada mais que os empresários sem risco algum. Tenho visto várias empresas querendo ir embora do Brasil por causa da carga tributária. O valor do pedágio realmente é muito caro, mas se o governo fosse menos ganancioso qual seria o valor cobrado da gente? O governo tinha que oferecer isenção em troca de melhorias. Isso seria repassado diretamente a nós usuários das rodovias. Sou empresário e cada dia fico mais desanimado. Pagamos a maior carga tributária do mundo e não temos nada em contrapartida.

    • Avatar

      Tu é mais um empresário burro, coxinha. A equipe de economistas da Acciona não fizeram as contas e não viram se era viável a concessão da rodovia ? Me poupe né ….. só enxergaram que a transação não era viável depois de tantos anos explorando o pedágio. A jogada aí é outra meu amigo.

    • Avatar

      Júlio, acredito que vc seja mais um imbecil que votou no LULA. Infelizmente pessoas sem cérebro como você que destruíram o BRASIL. Se vocês querem ter vida melhor, vão trabalhar. Ficar vivendo de bolsa família as custas dos trabalhadores que fazem esse pais crescer não dá né.

    • Avatar

      CIDADÃO ….até que enfim prenderam o Lula né ? Pode ficar tranquilo que os seus negócios e sua vida agora vão melhorar.

  6. Avatar

    Geeente ….essa tal de Acciona é espanhola e nós somos descendentes de portugueses. Isto é secular, os piratas espanhóis cercavam os navios de Portugal chegando na Europa pra roubar o ouro, especiarias e toda carga de valor.
    A pirataria agora é moderna, nos roubam por meio dessas concessões e privatizações que nossos governantes corruptos fazem e muitos imbecís apoiam

    • Avatar

      Você deveria falar com informação real, eu sou espanhol e não somos piratas, segundo quando um negócio fez investimentos e não tem tráfego suficiente, você perde, e o país onde se fizeram os investimentos fica com eles. As pessoas devemos pesquisar que aconteceu, para dar uma opinião objetiva real. Com sua forma de pensar não chegaram investimentos ao país e não se criará trabalho.

    • Avatar

      Você deveria falar com informação real, eu sou espanhol e não somos piratas, segundo quando um negócio fez investimentos e não tem tráfego suficiente, você perde, e o país onde se fizeram os investimentos fica com eles. As pessoas devemos pesquisar que aconteceu, para dar uma opinião objetiva real. Com sua forma de pensar não chegaram investimentos ao país e não se criará trabalho.

  7. Avatar

    Mais um excelente exemplo de privatização “bem” sucedida no Brasil…. Existem outros a citar: Light com tarifas caras e bueiros que explodem, telefonia com péssimo serviço e caríssima tarifa campeã disparada de reclamações em todos os órgãos de defesa do consumidor, rede ferroviária que depois de entregue a iniciativa privada simplesmente esqueceu o transporte de passageiros que é muito mais barato e seguro por ferrovia do que por outro modal, mas como não é interessante para dono do trem, não é incentivado, CSN que foi comprada da União a preço de banana e ganhou de brinde todas as terras, igrejas e clubes de VR, não se dá ao trabalho de cumprir os TACs que ela assina, polui o solo e o ar da cidade, não dá a mínima para a segurança do trabalhador e nem em manutenção dos equipamentos, sem dizer que paga o pior salário dentre todas as siderúrgicas do país, Via Lagos que cobra o maior valor de pedágio por Km do Brasil, Via Dutra que tendo assinado contrato que previa a duplicação da Serra das Araras, desconsidera esta obrigação provocando acidentes quase diários e atrasos aos usuários que utilizam esta via. Por isso, pensem antes de eleger candidatos que defendem o estado mínimo como os partidos de direita fazem. Você pode ser um afetado negativamente por estes políticos e suas convicções.

    • Avatar

      meus parabéns Roberto, mostrou que é um cara inteleigente……

    • Avatar

      Roberto, muitas dessas privatizações que vc citou, já foram feitas no Governo do PT, ou seja de esquerda. Na minha opinião, não compete ao Governo, fabricar AÇO. A CSN antes de ser privatizada, era um CABIDE de empregos, roubos, desvios, e para se comprar AÇO, só era possível através de DISTRIBUIDORAS (ligadas a empresários políticos). Nos últimos DOIS anos, como estatal, apesar de DAR PREJUÍZO, distribuiu a GIRAFA, hoje PLR. Chegou a ter DOZE DIRETORES (afilhados políticos eram indicados, mesmo sem competência). O Presidente Color, DETERMINOU o fechamento da EMPRESA, que só tava dando prejuízo, e então o Vice Itamar, disse ” fechar não, então vamos vender “. Foi mal vendida, pois era para vender a USINA e as Minas, e não a CIDADE quase toda como foi feito. Faltou os POLÍTICOS de VR, Prefeito e Deputados, junto com o Governador NEGOCIAR e pegar para o Município, a ETPC, O Hospital, o Recreio do Trabalhador, e o Estado assumir a Floresta da Cicuta, isso só como exemplo. Ficaram abraçando a Usina e gritando palavras de ordem, e tomamos na rosqueta. Quanto as Estradas, no estado de São Paulo (melhores estradas do País), a privatização deu certo, experimente rodar nas Estradas de Minas que não são Privatizadas e vai ver a merda que é. E.T. Quem DESTRUI a malha Ferroviária do Brasil foi JK, para beneficiar a Indústria Automobilística que estava chegando. Abraços amigo.

    • Avatar

      mas entramos em outra situaçao…estado minimo vc deu alguns exemplos.. no estado maximo os politicos e os indicados nao tem competencia para gerir pensando apenas em roubar e esquecem da populaçao..Ainda penso que o minimo é o melhor para o pais

    • Avatar

      Companheiro ! Essa rodovia foi privatizada no meu governo !

  8. Avatar
    Paulo Sérgio Miranda

    De um jeito ou de outro, com nova licitação ou reajustando, quem paga a conta como sempre somos nós.
    Vamos ver quem se levanta para nos defender.

  9. Avatar

    Cadê os defensores da privatização? Depois de Viracopos, último fracasso, teremos o mais recente caso: Aciona.

    Então a empresa ganha para operar e depois de lucrar $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$,$$ por um tempo, aí chega a hora de investir (duplicar) pulam fora?

    VAI VENDO estão tramando para outra empresa (deles mesmos) vencer com preço maior. Duvido que eles deixarão eu entrar na concorrência.

  10. Avatar
    FranciscoJFLacerda

    Eu já havia percebido a algum tempo sinais que isto poderia acontecer, problemas como não ter cumprido e entregue projetos, entre eles, o início da duplicação da rodovia durante primeiros 5 anos de concessão, o acordo com a ANTT em que a empresa concessionária seria responsável para alterar o traçado com a variante de Volta Redonda, ligando a BR 393 na altura da polícia rodoviária federal na altura da fazenda Dona Belinha até a rodovia do contorno entre outros

  11. Avatar
    liberdade e propriedade

    Devolvem bem na hora que a rodovia do contorno é inaugurada, favorecendo o aumento de fluxo na BR.
    Ou será que o Arco Metropolitano tirou parte do fluxo dessa BR?

  12. Avatar
    Accionei o botão do F....

    Os caras vem de fora do Brasil se instalam , só querem comer o filé mingnon e na hora de roer o osso, roem a corda… não vão deixar saudades, passo semanalmente entre Volta Redonda e Barra do Piraí e constato que paga-se pedágio apenas para a conservação da Rodovia. Investimentos em melhorias e benfeitorias foram muito poucos em relação ao previsto no edital… Vários locais críticos e perigosos com históricos de acidentes fatais sequer sofreram algum tipo de intervenção, trevo de acesso Dorândia e Vargem Alegre próximo a uma concordancia vertical da pista que não dispõe de visibilidade adequada para pedestres e veículos cruzarem com segurança a rodovia. A situação do perímetro urbano da califórnia praticamente igual ao período anterior ao da concessão e com grande numero de travessias de pedestres e veículos principalmente na volta do trabalho. Arrecadam, Arrecadam, Arrecadam e deixam um passivo de omissão e tudo isso com a Chancela do poder público via ANTT. O Saldo disso será mais desemprego na região Sul fluminense e centro fluminense.

  13. Avatar

    Que desta vez seja feita de forma correta. A NOVA EMPRESA TEM QUE SER RESPONSÁVEL PELA BR 393 ATÉ A DUTRA (9 DE ABRIL)

  14. Avatar

    KKKKK….prefiro não acreditar que isso é verdade. Vamos lá galera, privatiza tudo, privatiza Petrobrás, Eletrobrás, privatiza correios, BB, Caixa Econômica. A Dutra foi concedida já faz anos e tá uma maravilha, o pedágio tá baratin, nossos serviços de telecomunicações é de 1o. mundo, a Vale do Rio Doce tá dando um exemplo de proteção ambiental e respeito as leis lá em Mariana ….. e a nossa siderurgia heim ? com a palavra, a CSN ……..KKKKKKK

  15. Avatar

    Este é o petfil do empresário que ” investe no Brasil “, o que esperar desta turma?

  16. Avatar

    Rodovia do BAGaço

  17. Avatar

    Rodovia do aço, você paga e leva ferro.

  18. Avatar

    Acciona a polícia

  19. Avatar
    liberdade e propriedade

    Tem uma vantagem, pois se não me engano, no atual contrato não está previsto duplicação de todo o trecho. Isso pode ser colocado no novo contrato, inclusive chegando até o trevo da Dutra.

    • Avatar

      é mas quanto seria o preço do pedágio é essa a estratégia da empresa, é fácil vencer uma licitação com outra empresa com os mesmos sócios, apenas, para garfar o pedágio.

    • Avatar
      liberdade e propriedade

      O Governo diz quais obras devem ser feitas na rodovia (como duplicação total por exemplo), logo, o preço do pedágio seria definido por concorrência, quem faz as obras por menos. Não vejo problemas se os mesmo sócios vencerem. O investimento é linear ao longo da concessão, a atual concessão (sócios) arrecadou, mas também trabalhou, no período no qual atuou. É igual um emprego, onde você trabalha e recebe mês à mês. Enxergo esse momento como uma oportunidade, se vai ser bem aproveitada ou não, eu não sei.

    • Avatar
      Smilodon Tacinus - O Emir Cicutiano

      O problema não é o novo contrato, mas sim o ue estão querendo rescindir… Imagine vc pagar 20 mil, parcelados em duas vezes, para um pedreiro limpar teu lote e construir tua casa. Ele recebe os primeiros 10 mil, limpa o lote e desiste de construir a casa… É mais ou menos isso que a Acciona quer fazer, mas do jeito que vc fala parece que vc prefere pagar 30 mil para outro pedreiro limpar o lote e construir uma casa duplex e com terraço. E o tempo que se perdeu? E o valor arrecadado não condizente com o serviço prestado, calculado com base nos gastos previstos para TODO O PERÍODO DO CONTRATO?…

    • Avatar
      liberdade e propriedade

      Acredito que o investimento seja mais ou menos linear por todo o período de concessão, do contrário não há equilíbrio financeiro. Mas a proporção é essa que você citou? Tem certeza? Se for, sua reflexão está correta. Estou apenas levantando a hipótese dela ter investido em 10 anos, 40% do previsto para o total. Pois, recuperou toda a extensão da rodovia, com alargamento de pontes, correções de traçado, na curva da Madalena e várias outras entre 3R e Anta. Talvez o que faltou (duplicar entre VR e BP) equivalha aos outros 60% (15 anos). Talvez, pois não tenho certeza! De boa, se a minha reflexão estiver correta, é um bom momento de trocar o concessionário por outro, que execute um eventual contrato de duplicação total em menos de 15 anos.

  20. Avatar

    Esses espanhóis! Olhe lá se isso já não é chantagem para conseguir um aumento acima do previsto no valor do pedágio. De qualquer maneira se houver uma substituta esse preço deve subir muito ou então entrar outra aventureira que não vai cumprir contrato, no prazo e nas obrigações.

  21. Avatar
    Smilodon Tacinus - O Emir Cicutiano

    Essa empresa é da Espanha, país que tem séculos de história de pilhagens, uma nação construída sobre a perfídia, a deslealdade e o embuste, desde Colombo até Real Madrid…

  22. Avatar
    Smilodon Tacinus - O Emir Cicutiano

    Esse tipo de pedido sequer deveria ser apreciado, quanto mais deferido. Então uma empresa desconhecida no mercado nacional vence uma licitação e arrecada uma fábula em dinheiro a curtíssimo prazo para, no meio da concessão e exatamente no momento em que seria obrigada a abrir os cofres para fazer os investimentos previstos, resolve “pular fora”?… Eu, sinceramente, gostaria que os argumentos que constam no pedido fossem publicados, porque eu não vejo motivo plausível…

    Deputados federais e estaduais do RJ, MG, prefeitos e associações de classe de ambos os estados, fiquem atentos. É por essas e outras que o Brasil está nessa penúria. Quando não cobram o triplo do que custa, não entregam o prometido, e esse dinheiro é todo drenado para fora do país, dificultando eventuais penhoras de crédito…

    • Avatar

      concordo plenamente!Ganância é um problema sério.

    • Avatar

      Teve deputado, entre ouros políticos, que já livraram a concessionária de duplicar o trecho da Califórnia até o trevo do Sto. Agostinho. Isso para salvar “currais eleitorais” formado por posseiros a beira da estrada. Um deles até prometeu a Rodovia Contorno do Contorno que nunca deixou de ser um simples esboço no computador do tal político. A duplicação entre Barra do Piraí até Volta Redonda está prevista na concessão.

  23. Avatar
    Marie Helen Walton

    Esse é o perfil do empresariado brasileiro: corruptor; que não cumpre contrato na sua totalidade; quer ter lucros estratosféricos; presta péssimos serviços; e, por fim, sonegador de impostos, rompe acordo legalmente firmado quando quer.

    • Avatar

      Acciona é espanhola, se informa antes de fala!

    • Avatar

      “Perfil do empresariado brasileiro”. É muita burrice. Pega 1% das grandes empresas e toma como regra, se esquecendo dos outros 99% que lutam pra se manterem vivos no mercado.

    • Avatar

      nenhuma empresa é plenamente com sócios de fora do país, é necessário sócios brasileiros para a participação de licitações dentro do país, se informe mais uma vez!

    • Avatar
      NEGO DO CABELO DURO

      Brasileiros ou espanhóis, todos oportunistas e aproveitadores, talvez 1% estejam lutando honestamente para se manterem vivos, os outros 99% estão aguardando uma oportunidade para mamarem nas tetas do governo.

    • Avatar

      mas ele sao espanhóis…e ai?

  24. Avatar

    Não disseram o motivo da Acciona querer devolver.
    É melhor mesmo, esta rodovia é muito ruim, só tem asfalto bom, a única coisa que a concessionária faz é manter o asfalto e cobrar 3 pedágios. Tem que duplicar para diminuir os acidentes fatais e tornar as viagens mais rápidas, eu conseguia ter uma média de 55km/h nesta estrada, é muito lenta, muitos caminhões.

    • Avatar

      dinheiro, se as praças de pedágio tivessem com um pedágio bem alto, quem iria querer desistir da concessão.

  25. Avatar

    Éa hora de gastar com a duplicação da rodovia a concessionária vai pular fora,esse nosso Brasil é só a volta de Jesus para dar jeito.

    • Avatar

      Só precisa de mais alguns votos na causa no Senado para resolver 90% dos problemas do Brasil com a volta da MONARQUIA. Em 1870 tínhamos a maior malha ferroviária do mundo quase se comparando com os EUA.

Untitled Document