Acordo coletivo: contraproposta da CSN será votada dia 10 de abril

by Otávio de Paiva

A primeira rodada de negociações para discutir o acordo coletivo 2024, entre a CSN e o Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense, ocorreu na tarde desta quarta-feira (3), na sede da empresa.

xxxxx

E a notícia não é nada boa para os trabalhadores da UPV.  

xxxxx

Conforme o Diário do Vale antecipou com exclusividade na semana passada, a empresa apresentou, em sua contraproposta, a negociação aprovada pelos trabalhadores da CSN Porto Real (antiga Galvasud) que, segundo fontes ligadas ao setor, está muito longe do que os trabalhadores da Usina Presidente Vargas (UPV) aprovaram na quinta-feira, dia 28 de março. A CSN não atendeu a  nenhum dos 62 itens aprovados na proposta.

xxxxx

A contraproposta será levada a votação na próxima quarta-feira, dia 10 de abril, em assembleia na Praça Juarez Antunes, na Vila Santa Cecília. A votação será por escrutínio secreto.

xxxxx

Conheça a proposta

A proposta da CSN Porto Real foi reajuste de 3,4% para salários até R$ 5.000,00, incluindo técnicos e supervisores (a partir de maio/2024); 2,4% para salários superiores a R$ 5.000,00 (a partir de maio/2024); Cartão Alimentação: R$ 1.030,00 (a partir de maio/2024); Cartão Alimentação Extra pela Renovação do Banco de Horas: R$ 900,00 sem a participação do empregado em 5% (para quem registra ponto mais supervisores e coordenadores); Auxílio Creche: novo valor de R$ 698,00 (a partir de maio/2024); Abono 2023: 1,75 salários (público operacional) e Manutenção dos Benefícios Atuais.

Mudança de partido

O vereador Halison Vitorino, do Republicanos, foi flagrado almoçando com o ex-vereador Laydson Cruz, nesta quarta-feira (3), em Volta Redonda. O prazo para se filiar a um partido político a tempo de concorrer nas Eleições 2024 termina neste sábado (6), por isso a movimentação entre os possíveis candidatos na região está alta.

Halison está tentando trazer o Laydson para o Republicanos a tempo de disputar as eleições de 2024. Tendo em vista que o ex-vereador é bispo da Igreja Projeto Vida, um político atuante em sua comunidade e um líder religioso da cidade. Atualmente ocupa a liderança de coordenadoria de assuntos religiosos da Subprefeitura do Retiro.

Paolla da Pizzaria

Após recurso proferido pelo TSE e reprocessamento e totalização de votos das eleições de 2020, a vereadora Paolla da Pizzaria assumiu sua cadeira na Câmara de Barra Mansa. A posse da vereadora aconteceu na sessão desta quarta-feira (3). Em 2023, Paolla havia assumido como vereadora, substituindo o vereador Luiz Furlani, que assumiu como secretário municipal à época.

ICMS

A partir de 10 de abril, as empresas que usaram indevidamente a subvenção (ajuda financeira) estadual para obter descontos no Imposto de Renda ou na Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) poderão regularizar a situação com até 80% de desconto. A Receita Federal publicou a data e as condições do parcelamento foram publicadas nesta quarta-feira (3) em instrução normativa no Diário Oficial da União.Para descontos concedidos indevidamente até 31 de dezembro de 2022, as empresas deverão apresentar o pedido de adesão de 10 a 30 de abril. Caso o desconto tenha sido concedido em 2023, os pedidos poderão ser feitos de 10 de abril a 31 de julho.

Calamidades

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, em primeira discussão, nesta quarta-feira (3), o Projeto de Lei 5.488/22, da deputada Tia Ju (REP), que cria o Estatuto das Vítimas de Calamidades Públicas. A medida precisa passar por uma segunda votação em plenário.

O projeto pretende proteger pessoas que tenham sofrido lesões físicas ou psicológicas, danos emocionais ou econômicos. Elas terão garantidos o direito à comunicação, defesa, proteção, informação, apoio, assistência, atenção e tratamento profissional, individualizados e não discriminatórios, desde o seu primeiro contato com profissionais da área da Saúde, Segurança Pública ou pelo Ministério Público e Poder Judiciário.

Idoso x Mercado de Trabalho

O Estado do Rio pode ter os selos “Empresa Parceira da Terceira Idade” e “Empresa Amiga da Pessoa Idosa” para reconhecer iniciativas que promovam a integração de idosos no mercado de trabalho. É o que prevê o Projeto de Lei 143/23, do deputado Márcio Canella (União), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, em segunda discussão, nesta quarta-feira (03/04). O texto segue para o governador Cláudio Castro, que tem até 15 dias úteis para sancioná-lo ou vetá-lo.

O selo “Empresa Parceira da Terceira Idade” será concedido às empresas que favoreçam a integração ao mercado de trabalho de pessoas com idade superior a 60 anos, bem como a melhoria da qualidade de trabalho e adequação do setor para o trabalhador idoso, em especial mediante a reserva de postos de trabalho específicos e adequados à terceira idade, a capacitação para o exercício de funções na empresa, a reserva de vagas também para pessoas a partir de 50 anos de idade, dentre outras ações pertinentes.

Estacionamento irregular I

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota, em redação final, nesta quinta-feira (4), o Projeto de Lei 669/23, do deputado Anderson Moraes (PL), que obriga o envio de mensagens por SMS, aplicativo ou e-mail para os proprietários de veículos apreendidos por estacionamento irregular.

A comunicação será feita com base no cadastro dos proprietários junto ao Departamento de Trânsito do Estado do Rio (Detran-RJ). Os proprietários dos veículos serão responsáveis por manter os dados atualizados, não havendo responsabilidade do Poder Público se o canal de informação estiver desatualizado ou inexistente.

Estacionamento irregular II

O texto reitera que o veículo parado em local sinalizado como “parada proibida” será rebocado e multado se estiver sem o condutor; e apenas multado se o condutor estiver dentro do veículo no banco do motorista.

No caso do veículo parado em local sinalizado como “estacionamento proibido” será rebocado e multado se estiver sem o condutor; e, no caso do condutor presente, será apenas multado.

Lucinha I

Os membros do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar (CEDP) se reuniram nesta quarta-feira (3) para dar continuidade ao processo ético disciplinar instaurado em face da deputada Lucinha e recebido recentemente pelo Conselho. O presidente do colegiado, deputado Júlio Rocha (Agir), determinou imediata instauração de processo ético-disciplinar em face da deputada Lucinha (PSD), conforme disposto na Resolução nº 393/2024, e designou como relator o deputado Felipinho Ravis (SDD), que terá como atribuição proceder às diligências e instrução probatória processuais.

Lucinha II

Em razão do duplo grau de sigilo atribuído ao processo judicial nº 0037901-94.2023.8.19.0000, por decisão do Exmo. Sr. Desembargador Benedicto Abicair, e com vistas à preservação das provas compartilhadas e do Inquérito Policial da Polícia Federal, que ainda encontra-se em andamento, e também por orientação da douta Procuradoria, por decisão unânime dos membros do Conselho de Ética foi mantida a tramitação do sigilo da Representação ALERJ (processo nº 27.335/2023).

Dengue

O Brasil superou mais de 1.000 mortes por dengue de janeiro até esta quarta-feira (3). De acordo com o Painel de Arboviroses do Ministério da Saúde, foram registrados 1.020 óbitos pela doença no país. Ao longo de 2023, o número de mortes por dengue chegou a 1.079.Conforme o painel, 1.531 mortes estão sob investigação e os casos somam 2,6 milhões.

You may also like

3 comments

Peãosofredor 4 de abril de 2024, 20:47h - 20:47

Kkk mais uma vez o peão abaixando a cabeça pro carrasco chamado csn, eita povo que gosta de migalhas kkkk

Reply
Zacarias o profeta 4 de abril de 2024, 10:42h - 10:42

O G5 tem que aprovar rapidamente pois o ED pode atrapalhar alguns interesses pessoais.A desculpa da não recusa da proposta na mesa foi a mais esfarrapada da história

Reply
Cego em tiroteio 4 de abril de 2024, 10:37h - 10:37

Começou a novela reuniões muito teatro e no fim (SIM OU GREVE) e o prejuízo fica nas mãos dos famigerados colaboradores.A proposta final todos já conhecem.

Reply

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996