;
domingo, 29 de novembro de 2020 - 05:01 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Acúmulo de lixo preocupa moradores do ‘Minha Casa Minha Vida’ em Volta Redonda

Acúmulo de lixo preocupa moradores do ‘Minha Casa Minha Vida’ em Volta Redonda

Matéria publicada em 19 de fevereiro de 2020, 08:10 horas

 


Prefeitura realizará capina para amenizar a situação
(Foto: Reprodução)

Volta Redonda – Os moradores do “Minha Casa Minha Vida”, no bairro Roma II, em Volta Redonda, estão preocupados com o acúmulo de lixo nas proximidades do condomínio. Por isso, a internauta Claudia Bressani procurou o DIÁRIO DO VALE numa tentativa de conseguir resolver um de outros problemas encontrados no local.

De acordo com a moradora do condomínio, as lixeiras ficam se acumulam rapidamente na frente dos apartamentos.

– Não aguentamos mais o descaso da Caixa Econômica Federal com a gente. Dizem que é um condomínio fechado e por isso a prefeitura não entra aqui para capinar. Gostaríamos de uma solução sobre isso – pediu Claudia.

O condomínio do Roma II faz parte do programa “Minha Casa, Minha Vida” para beneficiar pessoas cadastradas no CadÚnico (Cadastro Único). A prefeitura de Volta Redonda cedeu o terreno para que a Caixa erguesse os prédios.

Acúmulo de lixo e mato alto alertam sobre a saúde dos moradores
(Foto: Reprodução)

Nota

A SMI (Secretaria Municipal de Infraestrutura) de Volta Redonda emitiu uma nota, destacando que a coleta de lixo é feita normalmente no bairro e no condomínio, e que a população precisa estar atenta para os dias e os locais corretos para descarte do lixo.

Em relação ao mato alto, a secretaria explicou que por ser um condomínio fechado a limpeza não é de responsabilidade da prefeitura. Entretanto, para minimizar problemas aos moradores, a prefeitura colocou a capina na sua programação e, em breve, o serviço será executado no local.

Moradores se deparam com cobras durante a noite
(Foto: Reprodução)

Cuidados

Não é de hoje que os moradores do Roma II reclamam de acúmulo de lixo e mato alto. A mesma internauta já procurou o DIÁRIO DO VALE em 2018 devido ao mato nas calçadas, prejudicando o trajeto para pedestres.

O acúmulo de lixo e mato alto provoca o surgimento de animais peçonhentos, como cobras, escorpiões e aranhas.

Além de animais peçonhentos, o lixo provoca o surgimento de focos do Aedes Aegypti, responsável pela proliferação da dengue, zika e chikungunya.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    O gordinho tá voltando!!!!

  2. Avatar
    Paulo Cesar Carvalho

    Quer ver esse bairro/ favela ficar limpinho??
    Só vcs moradores coniventes denunciarem esses bandidos traficantes que estão aí e a polícia prender também. Nade de arrego, cadeia neles!!
    Rapidinho isso aí vira um bairro digno!!!
    Enquanto esses vermes de traficantes permanecerem aí, a zona e o descaso irão continuar!!!

  3. Avatar

    Será que os próprios moradores em mutirão não poderiam pelo menos fazer a roçada do local?????

  4. Avatar

    Ele está voltando.

Untitled Document