sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Alunos da rede pública de Barra Mansa apresentam projetos de Startups

Alunos da rede pública de Barra Mansa apresentam projetos de Startups

Matéria publicada em 15 de novembro de 2019, 16:51 horas

 


Estudantes fazem parte do curso pós-médio técnico em Administração

Foto: Chico de Assis

Barra Mansa – Na noite desta quinta-feira (14), 62 alunos do 3º módulo do curso pós-médio técnico em Administração do Colégio Municipal Washington Luiz, em Barra Mansa, mostraram na prática o que é uma startup e todo o universo que envolve esse modelo de negócio. Os trabalhos fazem parte do projeto final do curso e foram apresentados para uma banca examinadora, composta por oito professores dos setores de Administração, Direito, Finanças, Logística, Recursos Humanos (RH), Contabilidade, Informática, Economia e Matemática Financeira.

Com o tema “Formando Startups”, as apresentações aconteceram no CIEP 054 Maria José Machado de Carvalho, no bairro Vila Maria e contaram com produtos e ideias inovadoras: andador portátil feito com PVC; sabonetes naturais com efeitos medicinais para a pele; canudo sustentável feito com bambu; colher para cozinha, com balança integrada e alimentada por energia solar; guarda volumes com carregador de celular para ambientes públicos; tortas gourmet; bolsas e acessórios impermeáveis feitos com capa de sofá e saco de ração.

Durante o curso, os alunos aprenderam sobre gestão de qualidade e de projetos, marcas, administração de marketing, português, empreendedorismo, contabilidade, matemática financeira, organização e técnica comercial, recursos humanos e métodos. A previsão é que as inscrições para a nova turma aconteçam dia 10 de dezembro. Serão ofertadas 100 vagas.

O coordenador do curso e professor, Cosme Vieira da Silva, explica que o projeto final é definido pelos estudantes e envolve todo o conteúdo que foi ensinado durante o curso. “Nesse momento do projeto há um envolvimento de diversas disciplinas, onde há a presença dos professores que vão avaliar e determinarão a nota final. Tem a questão da inovação de produtos e também produtos que são adaptáveis, aqueles que já existem, mas ganham um diferencial. Nessa releitura a gente analisa a relevância”, informou o professor.

A diretora do Colégio Municipal Washington Luiz, Géssika Belan, falou sobre a importância do curso na vida dos estudantes. “Antes, os cursos de Administração eram aqueles em que a pessoa pensava que ficaria atrás de uma mesa, atendendo um telefone, fazendo uma planilha. Hoje não. Os alunos realmente têm base para criar e tocar uma empresa. Eles sabem tudo o que é preciso para fazer girar o negócio. Essa é a prioridade do curso, formar um profissional capaz de criar sua própria empresa”, pontuou a diretora.

A aluna Vitória Martins, de 23 anos, disse estar mais preparada para o mercado de trabalho. “Quando comecei o curso, eu tinha uma visão muito fechada, bem limitada, do que era Administração. No decorrer do curso, aprendi que ele vai muito além de só administrar dinheiro. Envolve muitas áreas. Os professores nos deram apoio total, desde o princípio do curso, até oferecendo uma ajuda a mais, respondendo perguntas além do horário da aula, coisa que não se vê em outros cursos por aí. O curso agregou muita coisa para o meu futuro”, comemorou a jovem empreendedora.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document