;
quinta-feira, 3 de dezembro de 2020 - 04:41 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Angra dos Reis inaugura castramóvel que pretende realizar 200 cirurgias por mês

Angra dos Reis inaugura castramóvel que pretende realizar 200 cirurgias por mês

Matéria publicada em 30 de julho de 2020, 17:42 horas

 


Unidade móvel já realizou primeira castração
(Foto: Divulgação PMAGR)

Angra dos Reis – O castramóvel de Angra dos Reis foi inaugurado nesta quinta-feira (30), com uma solenidade, seguida de sua primeira castração, em um cão, e tem objetivo de realizar 200 cirurgias por mês, segundo a prefeitura. O evento ocorreu no Cais de Santa Luzia, local em que o trailer ficará fixado por enquanto. O prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, o presidente do Imaar (Instituto Municipal de Meio Ambiente de Angra dos Reis), Mário Sérgio da Glória Reis, secretários municipais, cinco vereadores e a presidente da Comissão Legislativa de Proteção dos Animais, vereadora Jane Veiga, estiveram presentes na inauguração.

– Hoje para mim é um dia de felicidade, de alegria. Todos sabem o quanto eu levanto a bandeira dos peludinhos, faço isso desde antes de ser vereadora. O castramóvel foi uma das minhas primeiras indicações. Muitas vezes, me sentei junto com os protetores para discutir essa questão. O castramóvel agora é uma realidade linda e eu agradeço ao prefeito – afirmou a presidente da Comissão Legislativa de Proteção e Defesa dos Animais.

Castramóvel

O castramóvel é um trailer que rodará Angra dos Reis para esterilizar animais de rua, além de controlar a população de cães e gatos do município. A unidade móvel possui pré-operatória, centro cirúrgico e uma salinha de repouso pós-operatório para abrigar até cinco animais. De acordo com a prefeitura, ele é maior castramóvel do Brasil e conta com banheiro.

– Hoje é um dia de muita felicidade para a gente e eu quero parabenizar os protetores. Se não fosse o trabalho de vocês, junto com o Departamento do Bem-Estar Animal, não estaríamos aqui. Em tão pouco tempo, estamos obtendo muitas conquistas – destacou o presidente do Imaar, Mário Reis.

Castrações

As castrações já começaram nesta quinta-feira (30), e cerca de 300 animais que fizeram parte de campanhas de doação, realizadas pela prefeitura, terão prioridade. Em seguida, serão esterilizados animais de rua. Depois será aberto um cadastro para a realização de cirurgias de animais com tutores, que vivem no Centro e nos morros próximos.

Segundo a prefeitura, será criada uma comissão formada por representantes do governo municipal, da Câmara Municipal e de protetores para planejar as próximas ações e decidir qual será o cronograma de bairros a ser seguido pelo castramóvel.

– O castramóvel é uma conquista maravilhosa! Nós, protetores, sabemos como é difícil uma castração animal, é muito cara e ainda temos outros gastos. O castramóvel agora vai resolver tudo, vai evitar que os cachorros procriem, que briguem entre eles. Sou protetora há cerca de sete anos e hoje está sendo o dia mais feliz da minha vida – disse a microempreendedora, Luciana Bezerra Campos.

A unidade móvel foi adquirida com verba do Fundo Municipal do Meio Ambiente e contará com uma equipe de quatro veterinárias, trabalhando de segunda a sexta-feira.

– Procuramos ouvir os protetores. Tudo o que queremos fazer é ouvindo vocês, que protegem os animais. Uma das melhores formas de diminuir o número de animais abandonados é fazendo a castração, assim não veremos tantos animais pelas ruas. Neste primeiro momento, o castramóvel estará no Centro, mas depois vai estar em todo o município – frisou o prefeito, Fernando Jordão, que lembrou a ajuda de uma deputada federal, que doou R$ 120 mil em emenda parlamentar para a causa animal da cidade.

Outra novidade anunciada durante a cerimônia de inauguração do castramóvel é que o Imaar, por meio do Departamento do Bem-Estar Animal, realizou um chamamento público para a contratação de clínicas veterinárias. Elas irão receber animais sem raças definidas, conhecidos popularmente como “vira-latas”, que precisarem de cirurgias como as ortopédicas e de hérnias.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Meu nome é Zé Pequeno!

    Espero que o serviço de “castração animal” surta o efeito de controle desejado em animais de rua.
    Eu prefiro que os mesmos não procriem para que não fiquem abandonados passando fome e doentes nas ruas podendo vir a transmitirem doenças.
    O importante é que o serviço deve ser de qualidade e com todos os cuidados que se fazem necessário ao procedimento, para evitar óbitos e garantir a plena recuperação do animal!

Untitled Document