Angra: PF deflagra operação para fiscalizar empresas durante eventos

Na ação, duas empresas de segurança tiveram suas atividades encerradas por irregularidades

by Vivian Costa e Silva

Angra dos Reis – A Polícia Federal deflagrou uma operação para fiscalizar empresas que atuavam na segurança privada de evento de grande porte em Angra dos Reis, na noite de sexta-feira (2). Durante a ação de fiscalização foi constatado que duas empresas não possuíam autorização da Polícia Federal, conforme determina a Lei 7.102/83 e a Portaria 18045/23.

Além disso, alguns vigilantes estavam com o curso de formação vencido e outros estavam sem o curso de extensão para grandes eventos, indispensáveis para festas desse porte.

Diante das irregularidades, foram lavrados dois Autos de Encerramento de Atividade de Segurança Privada não Autorizada e os responsáveis e contratantes foram notificados. Em caso de descumprimento, eles podem ser responsabilizados criminalmente.

A atividade de segurança privada prevista na Lei 7.102/83 deve estar previamente autorizada pela Polícia Federal, não só em casos de prestação de serviço de vigilância armada, mas também para quem trabalha sem armas. Todos os vigilantes também precisam estar capacitados, com curso de formação específico e com reciclagens a cada dois anos.

Denúncias sobre irregularidade ou clandestinidade nas atividades de segurança privada podem ser feitas à DELESP/DREX/SR/PF/RJ ou DPF/ARS/RJ pelo e-mail: [email protected] / [email protected] ou via telefone (21 2203-4880).

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996