domingo, 23 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Aplicativo vai monitorar o entorno do Arco Metropolitano

Aplicativo vai monitorar o entorno do Arco Metropolitano

Matéria publicada em 8 de abril de 2017, 14:15 horas

 


Rio – Em encontro com secretários e técnicos das áreas de Urbanismo, Meio Ambiente e Planejamento de quatro prefeituras da Baixada Fluminense e do Governo do Estado, a Câmara Metropolitana apresentou uma nova ferramenta para facilitar o monitoramento do Arco Metropolitano.

Trata-se de um aplicativo para celular que, em breve, poderá ser usado pelo usuário para relatar problemas que ocorram na faixa de domínio e no entorno da rodovia.

Com o aplicativo, técnicos das prefeituras poderão repassar à Câmara Metropolitana informações detalhadas sobre invasões, ocupações irregulares, desvios e aberturas de acessos ilegais na rodovia. A previsão é de que o programa entre em funcionamento a partir do próximo mês.

O diretor-executivo da Câmara Metropolitana, Vicente Loureiro, ressaltou a importância de que prefeituras e órgãos do Governo do Estado compartilhem informações e ajudem na tarefa de monitoramento.

– Com o acompanhamento permanente e a troca de informações entre as prefeituras e o Governo do Estado, estaremos combatendo de forma eficaz qualquer manifestação que vise à ocupação desordenada ou o mau uso da rodovia – explicou Loureiro.

A novidade foi apresentada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), para representantes das prefeituras de Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Japeri e Itaguaí, além de técnicos de diversos órgãos do Estado, como Cedae, Secretaria do Ambiente, Defesa Civil e Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Também participaram do encontro os técnicos da Transpetro, da Floresta Nacional (Flona) Mário Xavier e da Área de Proteção Ambiental (APA) Alto Iguaçu.

 

Segurança: Usuário poderá relatar problemas que ocorram na rodovia (Foto: Clarice Castro)

Segurança: Usuário poderá relatar problemas que ocorram na rodovia (Foto: Clarice Castro)

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar
    agafjgjjkWantuil fortes Silvério

    Sou contra qualquer tipo de privatização . Todas pessoas que são à favor de privatização.Em Volta Redonda não deu certo . São vários metalúrgicos com ação na justiça . Hospital da CSN sucateado, escritório central sucateado, aquele que é à favor, pergunta à ele se vende sua casa para morar na rua .

    • Avatar
      Liberdade e propriedade

      Vender empresas eu concordo plenamente com você. Mas no caso rodoviário é diferente, é apenas uma concessão de operação temporária. A única coisa que muda é a forma de custeio da rodovia pela população. Pelo pedágio só paga a rodovia quem usa e o quanto usa e sabe o quanto paga, isso é racional e sustentável. Já pelos impostos, você não sabe quanto paga e todos pagam a mesma coisa, igual prédio sem hidrometros individuais é um caos, almoço em grupo em restaurante a lá carte sem comanda individual, uns bebem whisky, e depois divide igual.

  2. Avatar

    Aplicativo… o cidadão relatando o que estiver “errado” durante observações no seu trajeto: estou sendo assaltado no Km x! Três elementos com fuzis querem que eu desça do carro… aguardo instruções!

  3. Avatar
    Liberdade e propriedade

    Privatização já, e como é uma rodovia com poucos acessos e saídas, pedágios em todas as entradas ou saídas. Não sei porque nosso estado do RJ detesta tanto a privatização de rodovias. A Linha Vermelha também deveria ser privatizada.

  4. Avatar

    Absurdo , gastar milhões numa rodovia, ter roubos acima da média e não
    poder usar por falta de segurança.
    Somente no Estado do Rio, terra de ninguém.
    Duvido que acontece em outro estado do país.
    Tem gente que ainda defende esse governo.

  5. Avatar

    Parabéns. Espero que funcione bem o aplicativo para o Arco Metropolitano. Eu que usava com frequência tomei pavor depois dos acontecimentos incluindo famílias de Volta Redonda Onde resido. Faço semanalmente o percurso VR a Cabo Frio e abandonei totalmente a idéia de passar por esta via pela falta de segurança.

Untitled Document