sábado, 19 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Aplicativos para compra ou aluguel de casas devem ser usados com cautela

Aplicativos para compra ou aluguel de casas devem ser usados com cautela

Matéria publicada em 20 de abril de 2018, 15:10 horas

 


Advogado afirma que tanto dono e quanto inquilino precisam ter atenção para evitar prejuízos na hora da fechar negociação

Volta Redonda – Aplicativos destinados a fazer meio de campo entre proprietários e turistas que buscam aluguel para férias fim de semana e feriados devem ser utilizados com cautela. Os cuidados devem partir tanto de quem aluga, quanto do dono do imóvel, para que ninguém saía perdendo.

O advogado Luiz Antônio Cotrim ressalta que esses sites oferecem uma série de medidas de segurança para os anunciantes, mas que ainda assim convém ao proprietário se cercar de cuidados para não ter problema com o inquilino ou com a Lei, tornando o processo de aluguel por temporada mais seguro e rentável.
Um bom exemplo é de Sandra Cabett, que aluga seu chalé em Penedo, Itatiaia, há mais de dois anos, e já passou por alguns “maus bocados”. Segundo ela, mesmo colocando fotos na internet, algumas pessoas chegam ao local e desistem de ficar, por exemplo.
“Já perdi alguns aluguéis por conta disso. No App colocamos várias fotos, de detalhes do imóvel, mas mesmo assim a pessoa quando chega, coloca vários defeitos”, disse.
Para evitar esse desgaste o advogado dá algumas dicas para quem deseja por um imóvel para alugar. Uma delas é verificar quem é o inquilino. Se for brasileiro, é importante pedir o CPF do candidato a inquilino e verificar suas pendências de crédito. Outro item importante é não deixar objetos de valor à mostra na casa a ser alugada.
Caso se trate da sua própria casa, esteja ela ocupada ou não, é aconselhável guardar objetos de valor em local seguro. Em se tratando daqueles aluguéis de um quarto, por exemplo, é bom conhecer bem o hóspede e na dúvida cancelar o contrato.

Medidas de segurança

Outra dica importante é pedir garantias. O proprietário pode pedir garantias para qualquer locação, como é feito em contratos de aluguel normais. O ideal ainda é cobrar o aluguel antecipadamente: é direito do locador, receber parte ou a totalidade do valor do aluguel antecipado.
E para aqueles que desejam alugar um imóvel, também se torna importante tomar alguns cuidados na hora de contratar o serviço. Uma boa pesquisa sobre a idoneidade do locador e características do imóvel indicadas na oferta, devem ser olhadas com atenção.
O turista também deve buscar referências com amigos ou a partir de comentários na internet de outros clientes que já se hospedaram no local. Depois disso é importante verificar a localização do imóvel, consultando ende+reço no Google Maps, ou ferramentas similares, e verificando a distância do local até os principais pontos turísticos, além do aeroporto ou rodoviária.
O turista também devem observar as condições de acesso ao local, pontos de referência, a infraestrutura da região – se há padarias, açougues, supermercados próximos – bem como as condições de segurança do imóvel. Se houver a possibilidade faça uma vistoria no local, em companhia do proprietário ou representante, relacionando por escrito as condições gerais em que se encontra o imóvel. Por fim evite pagar integralmente a locação de forma antecipada e exija o envio da confirmação de pagamento. Guarde recibos, extratos bancários e outros documentos que comprovem a transação.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document