quarta-feira, 13 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Após rebaixamento da nota do Brasil, Dilma reúne ministros no Planalto

Após rebaixamento da nota do Brasil, Dilma reúne ministros no Planalto

Matéria publicada em 10 de setembro de 2015, 10:57 horas

 


dilma agencia brasil

Brasília – Um dia após o rebaixamento da nota de crédito do Brasil pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P), a presidente Dilma Rousseff convocou hoje (10) uma reunião de ministros no Palácio do Planalto. As informações são da Agência Brasil.

Dilma alterou a agenda, que previa um encontro com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e convocou uma reunião de coordenação política. Além de Mercadante, o encontro reúne o vice-presidente Michel Temer e os ministros da Fazenda, Joaquim Levy; do Planejamento, Nelson Barbosa; da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva; de Minas e Energia, Eduardo Braga; das Cidades, Gilberto Kassab; da Justiça, José Eduardo Cardozo; das Comunicações, Ricardo Berzoini; além dos líderes do governo no Senado, senador Delcídio Amaral (PT-MS); na Câmara, José Guimarães (PT-CE); e no Senado, José Pimentel (PT-CE).

A agência reduziu a nota de crédito do Brasil de BBB- (que representa grau de investimento médio) para BB+ (categoria de especulação). Após o anúncio do rebaixamento, Levy afirmou em nota que “o governo brasileiro reafirma seu compromisso com a consolidação fiscal”.

No texto, o ministro argumentou que o projeto de lei orçamentária para 2016 – enviado ao Congresso com previsão de déficit primário de R$ 30,5 bilhões e que foi apontado pela S&P como um dos motivos para o rebaixamento – “incorpora importante disciplina nas despesas discricionárias e esforços de gestão para reduzir as despesas obrigatórias”.

Já o ministro Nelson Barbosa disse que a perda do grau de investimento do Brasil não muda a trajetória de recuperação da economia brasileira.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Essa galera e transloucada. Essas agências são pagas pelo governo americano para atingir países que não se alinham com sua doutrina. Como o Brasil avançou 100 anos em apenas 15 e toca violino com a esquerda latino-americana eles querem desestabilizar o Brasil político e economicamente. Mas a Dilma sendo uma estrategista e estadista de primeira grandeza não deixará que isso aconteça. Confiamos na sua competência. O Brasil irá crescer mais de 6% ano que vem. Nossa presidenta manter-se-a firme e e não se deixará abalar por críticas sem fundamento. Guerreira, presa política e mulher. Firme no comando dessa nação linda e maravilhosa.

  2. Avatar

    se esta Dilma continuar no poder o barco vai afundar cada vez mais , quando o brasil não estiver mais solução
    ai sim iram tirar ela de la . vai ser tarde demais . igual futebol tem que trocar de técnico. escreve o que eu digo
    iram privatizar a Petrobras não vai demorar.

  3. Avatar

    Tragédia prevista desde meados de 2012 quando ela meteu o nariz no BC (que fazia um belo trabalho) e forçou a baixa da SELIC em plena crise financeira mundial (começada pelos americanos, diga-se de passagem) num momento que devia ELEVAR ÀS NUVENS OS JUROS para não endividar o POVINHO.

    Vejam a tragédia. Brasil no buraco de lama na economia.

    O que dizem os petistas e demais simpatizantes das bandeiras vermelhas que reelegeram ela? Eu avisei aqui para não votarem nela.

    Fora comunistas!

Untitled Document