quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 - 07:13 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Após tiros e aglomerações, Angra dos Reis passa a exigir certificado de vacinação

Após tiros e aglomerações, Angra dos Reis passa a exigir certificado de vacinação

Matéria publicada em 14 de janeiro de 2022, 13:49 horas

 


Decisão vale para turistas, cidadãos e servidores e foi tomada uma semana depois de show com dupla sertaneja, em que houve tiroteio

Foto: Divulgação/Instagram
Show promovido para comemorar aniversário de Angra dos Reis juntou milhares e acabou em tiros

Angra dos Reis  – A Prefeitura de Angra dos Reis publicou na quarta (12) um decreto em que, entre outras medidas, passa a exigir a apresentação de certificado de vacinação em forma impressa ou digital, acompanhada de documento oficial com foto. Há uma semana, na sexta-feira, 07 de janeiro, a Prefeitura de Angra dos Reis promoveu um show com uma dupla sertaneja na Praia do Anil, como parte das comemorações pelos 520 anos de fundação da cidade, que incluíram diversas outras atividades em que se reuniram milhares de pessoas. O show ficou marcado por um tiroteio em que cinco pessoas ficaram feridas.

A exibição do comprovante de vacina é exigida de cidadãos e turistas, sendo feita em: prédios de repartições públicas; shoppings, bancos, casas lotéricas, cinemas e teatros; atividades de entretenimento, boates, casas de espetáculos, festas, eventos e recreação infantil; conferências, feiras e convenções; estabelecimentos de hospedagem e acomodação de qualquer espécie, inclusive as locações de imóveis por temporada; e supermercados.

Os demais setores do comércio, embora desobrigados de exigir a comprovação de vacinação da população, deverão requerê-la de seus funcionários.

Os servidores públicos municipais deverão apresentar comprovante de vacinação ou Certificado Nacional de Vacinação emitido pelo ConectSus, atestando a imunização contra a covid-19, com pelo menos duas doses ou dose única. A não comprovação da vacinação acarretará no afastamento imediato do servidor de seu local de trabalho e na suspensão de suas funções, a partir de 01/02/2022.

O indivíduo que não conseguir o certificado de vacinação por falha ou inoperância no ConectSUS, pode apresentar o comprovante de vacinação das duas doses. No caso de perda ou extravio documento, o cidadão deve comparecer à ESF do seu bairro, no caso de ter recebido o imunizante em Angra, ou buscar a comprovação no município em que foi vacinado.

 

Exceções

 

Visando dar agilidade ao atendimento e por apresentar menor fator de risco, as pessoas em filas transitórias, definidas como aquelas sazonais para o cumprimento de uma obrigação ou um direito de viés público, como por exemplo as filas para matrícula escolar ou para o recebimento do carnê do IPTU, estão dispensadas da apresentação de certificado ou comprovante de vacinação.

Além disso, como estabelecido pelo Decreto Municipal, a constatação de que o estabelecimento não está cumprindo as exigências municipais ensejará a aplicação das penalidades, porém, a partir de sete dias da publicação desta resolução. Tal medida vai garantir a transição para a total adaptação da população às novas regras.

A Resolução da Secretaria de Saúde, que passa a valer a partir de sua publicação, determina ainda que permanecem válidos e obrigatórios os protocolos básicos de prevenção ao vírus: a utilização de álcool em gel; a utilização de máscaras de proteção; e o distanciamento entre indivíduos de, ao menos, 1,5 m.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Adalberto de Freitas

    Se eu usar certificado de vacinação nas ruas em Angra dos Reis estou seguro contra assalto e tiroteio.

  2. Pior cego aquele que não quer ver...

    Hipocrisia.

    Vacinados transmitem covid e pegam covid.

    O risco de quem se vacina é dele próprio.

    Quem se vacina protege a si próprio e só.

  3. Doideira, querem tampar o sol com a peneira.

    Eu tenho 3 doses, não tô aglomerando e uso mascara profissional.

    Não vejo sentido nesse passaporte.

    As pessoas vacinadas pegam Covid e transmitem Covid.

    A Ômicron se alastrou por causa dos vacinados que não cumprem protocolos.

    Quem não vacinou que eu conheço, a grande maioria nem pegou Covid, pois usa máscara e cumpre protocolos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document