>
domingo, 3 de julho de 2022 - 21:16 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Atendimento ambulatorial continua suspenso no Hospital do Retiro

Atendimento ambulatorial continua suspenso no Hospital do Retiro

Matéria publicada em 8 de dezembro de 2020, 12:31 horas

 


Chuva causa danos em local de atendimento pediátrico que está sendo feito em uma área improvisada

Chuva provoca danos no setor da Pediatria do Hospital do Retiro (crédito Redes Sociais)

Volta Redonda – Os atendimentos ambulatoriais para adultos, no Hospital do Retiro, continuam suspensos devido à falta de médicos e enfermeiros, que pararam as atividades por atraso no pagamento dos salários, vencidos em novembro. Por isso, os pacientes estão se deslocando para outras unidades da rede pública. Apenas o setor pediátrico do hospital mantém um médico para os casos de emergência, mas, porém, em local improvisado, já que boa parte dos ambulatórios desse setor, teve o teto danificado devido as chuvas.

Na próxima sexta-feira, dia 11, termina prazo estipulado pelo prefeito Samuca Silva para o pagamento do salário, referente a primeira quinzena de dezembro. Caso seja descumprido o acordo, os profissionais afirmam que vão restringir ainda mais os atendimentos.

Já o CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do Hospital do Retiro tem, na manhã desta terça-feira, dia 08, oito pacientes internados, com acompanhamento médico 24h. Já a Pediatria, estava sem criança internada, mantendo, porém, um médico para os casos clínico grave. Há internações ainda na Clinica Médica, com acompanhamento médico de rotina.

Entenda o caso

A prefeitura assumiu a administração da unidade, dia 1º de dezembro e afirma ter sido prejudicada na transição, pois não teria tido autorização para entrada de funcionários do município. A administração do Hospital do Retiro estava sob os cuidados da OS Mahatma Gandhi, que não vinha pagando os salários dos profissionais desde outubro.

Os constantes atrasos no pagamento dos funcionários do Hospital do Retiro foi o motivo da paralisação dos atendimentos, na unidade, no início deste mês. A OS Mahatma Gandhi, alegou que os atrasos ocorreram desde julho por não receber os repasses da Prefeitura de Volta Redonda.

Prefeito visita hospital

Na quarta-feira, dia 2, o prefeito Samuca Silva visitou o Hospital do Retiro e informou que a unidade recebeu medicamentos e insumos que a OS não repôs nos últimos dias de contrato. No mesmo dia, a Secretaria de Saúde afirmou que estava trabalhando para normalizar a escala de plantão por causa da saída de médicos que não receberam seus vencimentos. A secretaria informou ainda que todos os recursos que deveriam ser repassados a OS foram feitos.

-Estamos buscando meios jurídicos para garantir os pagamentos desses profissionais médicos. Os demais funcionários do hospital, técnicos de enfermagem, enfermeiros e outros, receberam seus vencimentos. Apesar de alguns desfalques nas escalas, a unidade segue funcionando”, disse a secretária de saúde, Flávia Lipke, na semana passada.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Agora temos que COBRAR desses VEREADORES que votaram a favor do PREFEITO e Contra o seu IMPITIMAM pois se ele fosse CAÇADO à Saúde não estaria assim.

  2. A foto mostra apenas um dos exemplos de descaso e abandono a que o município e seus habitantes foram relegados, pelo político que se elegeu convencendo as pessoas de que seria um “gestor da coisa publica”. Receio que, na nova votação ainda a ser marcada, corramos o risco de vê-lo novamente eleito, o que seria umagrande lástima.

Untitled Document