quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Banda “Ubandão” lança novo EP

Banda “Ubandão” lança novo EP

Matéria publicada em 9 de julho de 2019, 09:00 horas

 


Músicos apresentam novo trabalho nesta sexta-feira

EP faz parte de um novo ciclo da banda, que agora atende apenas como ‘Ubandão’

Os voltarrdondenses Rafael Clemente, Jeffei, Raí Freitas e Hugo Cunha lançam nesta semana mais um projeto autoral, o EP “A Elis, Helena e Maria”. O novo trabalho inicia um novo ciclo na banda, que até algum tempo atrás era conhecida como ‘Raí Freitas e Ubandão’ e agora se apresenta apenas como ‘Ubandão’.

– Esse disco é o nosso primeiro trabalho assinado como ‘Ubandão’. O conceito dele surgiu durante os ensaios, eu e o Jeffei compomos a canção “Filhos”, que diz muito do que estamos vivendo enquanto banda. No decorrer das gravações o Hugo teve uma filha, nossos ensaios começaram a acontecer na casa do Rafael, e a filha dele está sempre por perto, o Jeffei ganhou uma afilhada, então nós percebemos que várias crianças estavam nascendo e essa música surgiu exatamente neste momento. Pegamos esta ideia e trabalhamos todo o conceito do disco, que é também uma homenagem às crianças, simbolizadas nas “filhas” dos integrantes e é, também, uma conversa antecipada com as novas gerações sobre o que está ocorrendo hoje e o que está porvir – explica Raí Freitas.

O músico esclarece ainda o EP “não é para crianças”, mas sim dedicado a elas.

– Não são músicas infantis, mas todas as canções têm tons de conselhos. É como se elas fossem conversas possíveis de se ter com um adolescente, ou um filho, que está crescendo e conhecendo o mundo e seus desafios – salienta.

O trabalho desenvolvido é totalmente com músicas autorais, gravadas de forma independente e produzido em Volta Redonda.

– A gente se inspira em tudo, temos inspirações no manguebeat, MPB mais percussiva como Gilberto Gil e mais contemporânea como Lenine e por aí vai. É muito difícil falar das inspirações, pois é tanta coisa que podemos esquecer e isso dá até uma dorzinha no coração – conta.

Em abril, a banda lançou um lyric vídeo, que é um conteúdo audiovisual, no qual uma música toca ao fundo e a sua letra aparece simultaneamente na tela.

– A repercussão deste trabalho foi muito boa, estávamos há algum tempo sem lançar nada e como não vivemos da arte, mas sim produzimos arte por amor, nós tínhamos que conciliar com outras tarefas. Porém a resposta do público foi ótima, foi o nosso primeiro lançamento como ‘Ubandão’, recebemos muitas mensagens de carinho. A canção é a ‘Broto de flor’, mas ela não faz parte deste EP, quem ainda não ouviu e quiser conhece-la pode procurar nas plataformas digitais – destaca.

Mesmo não estando no EP, ‘Broto de flor’ tem um significado importante para a banda, pois ela faz parte de um projeto em homenagem a Marcelo Yuka , ex-baterista do Rappa, que morreu em janeiro deste ano.

– Por conta de ‘Broto de Flor’, fomos selecionados para participar de um disco em homenagem a Marcelo Yuka. Ele é uma referência absurda para todos nós, admiramos muito o trabalho dele como compositor e letrista – lembra.

O lançamento deste EP será virtual, o primeiro show dessa turnê ocorre no dia 20, em São Paulo.

– Vamos fazer um show de lançamento em Volta Redonda, porém ainda sem data certa. Também vamos leva-lo até o público que nos acolheu na turnê do trabalho anterior, então estaremos em lugares como Ubá e Juiz de Fora, em Minas Gerais, e em todos os lugares que abrirem as portas para nosso trabalho – diz.

 

Ficha técnica:

‘Ubandão’

Rafael Clemente (baixo),

Raí Freitas (violão e voz),

Jeffei (bateria, percussão e voz em “Filhos”),

Hugo Cunha (guitarra, voz, viola e craviola)

Participações:

Percussões: Gustavo Souza em “Maria” e Raphael Garcêz em “Dibre Certeiro”.

Coro: Tereza Arruda e Pedro Lima em “Maria”.

Metais: Bezaleel Ferreira (clarinete), Moisés Ferreira (trombone) e Welsten Leopoldino (sax alto e sax soprano) em “Dibre Certeiro” e “Não Fique Triste”

Flauta transversa: Suhellen Vieira em “Filhos”

Gravação e mixagem: “Quarto da Vó Penga” de Pablo Duca e Raphael Garcêz.

Masterização: “Estúdio Setor” de Ramiro Mart.

Arte gráfica: Vitor Morais


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document