Barra Mansa alinha estratégias para o combate à dengue

Rodrigo Drable esteve, nesta quinta (8), no PSF do Piteiras para conhecer os 57 novos agentes de enfrentamento às endemias

by Vivian Costa e Silva

Foto: Paulo Dimas

Barra Mansa – As ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, Zika e Chikungunya, seguem avançando em Barra Mansa. Nesta quinta-feira (8), a equipe da Vigilância em Saúde Ambiental se reuniu para traçar melhores estratégias para o combate do vetor. Essa iniciativa se deu devido aos altos índices da dengue em nível nacional. Somente em 2024, o município registrou 463 casos suspeitos, enquanto no ano passado 59 casos foram confirmados.

Ainda nesta quinta, o prefeito Rodrigo Drable esteve no Posto de Saúde da Família (PSF) do bairro Piteiras para receber os 57 novos agentes de combate às endemias, que começaram suas atuações no dia 1° deste mês, somando assim um total de 92 agentes, divididos em nove equipes.

Segundo os dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, Barra Mansa conta com 151 casos confirmados, 59 aguardando resultados, quatro pessoas hospitalizadas e um óbito em investigação. Não foi registrado qualquer caso de Zika ou Chikungunya. Os bairros com maiores incidências são: Centro, Verbo Divino e Ano Bom.

No PSF do Piteiras, Drable fez um importante apelo. “Estamos aumentando o número de agentes para que possamos reduzir as estatísticas. Peço para que a população acolha cada um desses profissionais e nos ajude no controle da dengue, cuidando do seu quintal e fazendo o descarte consciente do lixo. É importante que os moradores abram as portas de suas residências para que os agentes atuem de forma precisa. Os números no país estão aumentando cada vez mais, causando vítimas. Precisamos fazer da união a força”, ressaltou o prefeito.

A coordenadora da Atenção Básica em Saúde de Barra Mansa, Juliana Russi, adiantou que o município segue com as ações que minimizam a proliferação do mosquito. “Temos uma rotina diária de circulação do fumacê. Estamos aumentando nosso efetivo de agentes e também vamos montar um calendário de ações e palestras nas escolas, junto à Secretaria de Educação. Precisamos que as pessoas nos recebam em suas casas. Infelizmente ainda temos essa dificuldade”, explicou.

Ainda segundo Juliana, pequenas ações podem fazer a diferença. “Se cada pessoa tirar 10 minutos na semana, fizer uma boa varredura no quintal, não desperdiçar lixo em locais inapropriados e encher os vasinhos de planta com terra, já faz grande diferença”, completou.

Denúncias anônimas podem ser feitas através do telefone: (24) 3029-9018.

 

 

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996