terça-feira, 11 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Barra Mansa aperta a fiscalização em bares, restaurantes e áreas públicas

Barra Mansa aperta a fiscalização em bares, restaurantes e áreas públicas

Matéria publicada em 12 de julho de 2020, 17:23 horas

 


Foto: PMBM

Barra Mansa – A noite de sábado (11) e a madrugada deste domingo (12) foram de trabalho
intenso para os agentes da Secretaria de Ordem Pública de Barra Mansa. Eles
percorreram diversas localidades do município com a finalidade de verificar
o cumprimento do decreto nº 9904/2020, que estabelece restrições
temporárias ao funcionamento de bares, restaurante e estabelecimentos
afins.  As medidas têm validade por 10 dias e visa conter o avanço do novo
coronavírus.

De acordo com o secretário de Ordem Pública, William Pereira, alguns
restaurantes foram autuados e um deles interditado. “Para inibir
aglomerações, a Guarda Municipal e a Policia Militar fizeram rondas
sistemáticas na Praça Orlando Brandão, no Ano Bom. No local, uma
motocicleta foi retida e autuada por motivo de o condutor estar empinando o
veículo em via pública e não possuir CNH. Logo em seguida, a moto foi
liberada para um  condutor habilitado conforme preconiza o Código de
Trânsito Brasileiro”, relatou William.

A fiscalização percorreu os bares da área comercial do Ano Bom, verificando
o número de clientes que está limitado a 50% da capacidade do
estabelecimento, assim como o uso de termômetros para aferir a temperatura
das pessoas em locais com disponibilidade para atender a mais de 40 pessoas.

Os serviços se estenderam aos bares e restaurantes dos bairros Vila Nova,
Abelhas, Vila Orlandélia, Centro e Colônia Santo Antônio. Nesta última
localidade, um estabelecimento foi autuado por estar com mesas nas calçadas
desrespeitando o decreto, que entrou em vigor no sábado e tem validade até
o próximo dia 21.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Avatar

    Tem q ser muito estúpido pra achar q um povo pobre, q luta diariamente para sobreviver, vai abrir mão das migalhas de liberdade q ainda tem. Vamos seguir vivendo nossas vidas, com ou sem pandemia, cada um q cuide de si, não quer aglomeração, não saia. Pagamos nossos impostos e vamos onde queremos e quando queremos. Podem latir e filosofar o quanto quiserem, a caravana vai continuar passando!

  2. Avatar

    Me tire uma duvida.de q adianta medir temperatura?e se a pessoa estiver com o virus mas assintomatica?vai estar contaminando do mesmo jeito.adianta nada

    • Avatar

      Queria saber até quando vão expor os agentes da Guarda Municipal assim? São barreiras políticas, pelo q sei já tem alguns agentes afastados cm sintomas e msm assim a exposição continua. Se outros querem pegar essa merda de vírus se expondo em bares, passeando, os agentes q estão a trabalho não querem. # fimdasbarreiras.

  3. Avatar

    Hoje, eu resolvi sair de carro para ver o movimento, e fui em direção ao distrito de Rialto. Passei pela Colônia Santo Antônio. A grande maioria das pessoas que estavam na rua não usava máscara em nenhum dos dois locais. Fiquei impressionado. Crianças e adolescentes jogando bola, soltando pipa, andando de bicicleta, pessoas conversando na beira da rua e nas praças, outras bebendo. Todo o conhecimento médico acumulado ao longo de séculos e que embasa as recomendações em pleno século 21 não vale de nada para essas pessoas. Para elas é delírio ou como muitas gostam de resumir: “Deus protege”. E se Deus não proteger há outra desculpa: “Foi a vontade de Deus”. Digo isso, porque é o pensamento dos meus pais que já rondam os 80 anos. Até entendo eles terem este pensamento, mas pessoas mais jovens, é para refletir sobre o que está acontecendo na sociedade. O negacionismo que estamos vivenciando na atualidade é preocupante e cobrará seu preço.

    • Avatar

      Em vila Nova a fiscalização tem que vim na parte da manhã pois tem bares descumprindo as regras em quanto não pesar no bolso não terá jeito .

  4. Avatar

    Gentinha de barra Mansa n está nem aí.
    O lugar feio e largado pqp.

Untitled Document