Barra Mansa inicia campanha de prevenção a Hanseníase - Diário do Vale
segunda-feira, 27 de setembro de 2021 - 16:40 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Barra Mansa inicia campanha de prevenção a Hanseníase

Barra Mansa inicia campanha de prevenção a Hanseníase

Matéria publicada em 5 de agosto de 2021, 15:16 horas

 


Iniciativa visa chamar atenção da população para os principais sintomas da doença
(Foto: Paulo Dimas)

Barra Mansa – A prefeitura de Barra Mansa deu início a campanha de prevenção à Hanseníase, em alusão ao Dia Estadual de Conscientização, Mobilização e Combate à doença, celebrado nesta quinta-feira (05). A campanha foi iniciada com palestras sobre o assunto. O evento contemplou a USF (Unidade de Saúde da Família) do bairro Getúlio Vargas, unidade que tem o maior registro de casos.

Campanha foca em capacitações para alertar população

O intuito da campanha é, por meio de capacitações, chamar a atenção da população para que ela observe seu corpo e dê importância às alterações de manchas dormentes, esbranquiçadas ou avermelhadas. Além disso, capacitar os profissionais das unidades de saúde para que eles sinalizem, dentro da sua área de abrangência, a ocorrência de algum caso e direcione o paciente para o serviço da Secretaria de Saúde.

A enfermeira da Vigilância em Saúde de Barra Mansa, Juliana Russi, explicou como funciona o atendimento ao paciente.

– Na Secretaria de Saúde, o programa de hanseníase funciona com o atendimento da equipe multiprofissional que disponibiliza medicação e tratamento 100% gratuito fornecido pelo SUS e com isso nós conseguimos fazer a adesão desse paciente – disse.

Tratamento precoce

Juliana ainda informou que o tratamento precoce evita a possibilidade de lesões e graves sequelas.

– Quanto mais cedo esse paciente for encaminhado para a gente, melhor vai ser a condição desse tratamento. Hanseníase tem cura e dependendo da classificação de cada paciente o tratamento em média dura de seis meses a um ano – disse a enfermeira.

O médico da rede pública José Luiz Martins falou sobre os indícios da doença.

– São sinais de hanseníase manchas no corpo, seja ela esbranquiçada, descorada ou avermelhada, com alteração na sensibilidade quando passa a mão em cima da mancha e não sente o toque. Porém, devemos nos atentar, pois também pode não apresentar mancha nenhuma, mas ter alteração na sensibilidade das mãos, dos pés ou em algum lugar do corpo – concluiu o médico.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document