terça-feira, 27 de julho de 2021 - 21:43 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Barra Mansa notifica supermercado após encontrar irregularidades

Barra Mansa notifica supermercado após encontrar irregularidades

Matéria publicada em 22 de junho de 2021, 16:07 horas

 


Prefeitura encontrou produtos vencidos, armazenamento irregular e má higienização da câmara fria
(foto: Divulgação)

Barra Mansa – Um supermercado, que fica ao lado da Câmara Municipal, no Centro de Barra Mansa, foi notificado após serem encontradas irregularidades no estabelecimento. A fiscalização ocorreu nesta terça-feira (22), em que a prefeitura encontrou produtos vencidos e problemas no armazenamento.

A operação foi realizada pela Secretaria de Governo, através do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), juntamente com a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária para dar continuidade ao trabalho de fiscalização e avaliar a qualidade dos produtos oferecidos nas prateleiras dos supermercados do município.

Fiscalização

A fiscalização nos supermercados vem acontecendo desde a semana passada, porém, durante a ação desta terça-feira foram encontradas infrações graves, segundo a prefeitura. O estabelecimento apresentava armazenamento irregular, má higienização da câmera fria e produtos inservíveis misturados com estoque de mercadorias que seriam vendidas, sem nenhum tipo de identificação e diferenciação, assim como produtos que não estavam refrigerados há meses. Após a inspeção, a equipe do Procon-BM autuou o estabelecimento e acionou a Vigilância Sanitária.

– O trabalho do Procon é garantir que o consumidor seja sempre respeitado. Atuamos para que todas as previsões legais de armazenamento, validade, tudo seja cumprido pelos comerciantes, para que o consumidor possa adquirir sempre o melhor produto – comentou o gerente do Procon-BM, Felipe Goulart.

Eduardo Campos, fiscal sanitário da Vigilância Sanitária, falou sobre o caso.

– Foi interditada a câmara frigorífica para posterior reforma. Foi lavrado um auto de infração devido a produtos vencidos. Por enquanto, o local está impossibilitado de receber mercadorias que dependam da câmara frigorífica, até a reforma da mesma, dentro do prazo estipulado – disse Eduardo, que informou que o auto de infração resulta em multa.

O prazo para a reforma da câmara frigorífica é de cinco dias. O não cumprimento resultará em sanções legais previstas pela lei, que seria multa pelo não cumprimento e interdição de todo o estabelecimento.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Floresta da Vila santa Cecilia em volta redonda, Royal 60

  2. Falta o Beira Rio do Ano Bom.

  3. E o que falta para irem no Floresta ?

Untitled Document