terça-feira, 11 de maio de 2021 - 20:18 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Barra Mansa tem mais de 70% dos leitos e 100% dos respiradores disponíveis para tratamento da Covid-19

Barra Mansa tem mais de 70% dos leitos e 100% dos respiradores disponíveis para tratamento da Covid-19

Matéria publicada em 7 de junho de 2020, 15:55 horas

 


Município tem 81% dos leitos de UTI e 71% dos leitos clínicos

Barra Mansa – A Secretaria de Saúde de Barra Mansa divulgou os dados sobre leitos e respiradores disponíveis para tratamento da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Segundo a secretaria, Barra Mansa tem 81% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 71% dos leitos clínicos e 100% dos respiradores, divididos entre a Santa Casa, UPA Centro, Centro de Triagem e Tratamento Covid-19 e Hospital da Mulher.

São quatro pessoas internadas na UTI, sendo dois casos suspeitos e um positivo na Santa Casa e um suspeito no Centro de Triagem e Tratamento Covid-19. Já em leito clínico, são 17 pacientes, sendo seis casos suspeitos e cinco positivos na Santa Casa e três casos suspeitos e três positivos no Centro de Triagem. Nenhum caso registrado na UPA e no Hospital da Mulher.

De sexta-feira (05) para sábado (06) houve um aumento de 3,91% nos números de casos e o quadro do município é de 239 positivos, 19 suspeitos, 150 recuperados e 22 óbitos. Foram realizados 767 exames, sendo 408 swab e 359 testes rápidos. Dos 239 resultados positivos, 92 foram realizados na rede particular.

Os últimos cinco casos de óbitos confirmados em Barra Mansa são: três mulheres, duas de 64 anos, uma falecida no dia 31 de maio no Hospital Regional Doutora Zilda Arns e outra no dia 04 de junho na Santa Casa. Uma senhora de 85 anos no dia 03 de junho, na Santa Casa. Todos os atestados de óbito não informam as comorbidades. Duas estão sob investigação.

Outro caso é um homem de 70 anos, no dia 17 de maio, na Santa Casa, com a comorbidade de neoplasia metastática (câncer). O último óbito ainda não foi informado à Epidemiologia Municipal, levantando a possibilidade de ter ocorrido em outra cidade. Nesta segunda-feira (8), a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde, solicitará informações da base de dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e municípios vizinhos em que ocorreram óbitos na data.

Um dos objetivos da secretaria é manter uma alta disponíveis dos leitos exclusivos para o tratamento da doença
(foto: Paulo Dimas)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Avatar

    O prefeito conseguiu a vacina parabéns estamos salvos.

  2. Avatar

    Se realmente tá tão tranquilo..porque. o Sr feirante morreu sem uma vaga na uti?

  3. Avatar

    Pessoas andando normalemente pelas ruas , sem máscara , aglomeradas como se nada estivesse acontecendo, é muita concidência perto de uma data onde gera recetas para o comércio , os dados sobre a doênça desaparece , ou seja passa a “impressão” que tudo acabou , vamos ver os resultados desta incosequencia em alguns dias é triste mais pensem que não teremos hospitas/médicos/e nem nicrtotéio para todos , façam as contas …… cidades vizinahs comérci o todo aberto parece festa nas ruas … depois ja viu neh … até onde vai a ganância e a ignorância humana?

  4. Avatar

    O ‘engraçado ‘ é que nunca houve vagas nos hospitais , agora tá sobrando !
    Tem alguma coisa muito estranha acontecendo no Brasil .

  5. Avatar

    O secretário Sérgio Gomes e o prefeito RD, estão escondendo a realidade dos óbitos para não atrapalhar a reeleição desta equipe que só pensam em seus próprios planos.

    Na upa leste tem várias mortes ocultadas pela SMS, na Upa Centro, morre de tudo de menos covid.
    KD os recursos que Barra Mansa recebeu?.
    Ainda bem que tem na retaguarda o regional e os leitos de volta redonda.

    Meu voto, RD, nunca terá.

  6. Avatar

    Hospital Santa Maria não entra nas estatísticas? Como estão as coisas por lá? Que atraso para saber se alguém morreu de Covid, 17/05 reportando agora. Andando de carro hoje pela cidade vi pessoas tranquilas pelas ruas sem máscara e pior, bar aberto no Ano Bom com mesas e pessoas na calçada.

    • Avatar

      Kd q iam reforçar a fiscalizaçao? Meu bairro tb tem um monte de boteco aberto durante o dia todo e pessoal comendo dentro de lanchonetes.

    • Avatar
      Etaa fuminho bão sô

      O pior que o povo tá vivendo como se nada tivesse acontecendo na vila nova tá tudo funcionando normal e os bares como sempre vc só pode entrar de mascara mais pode permanecer lá dentro sem ela então não tá adiantando de nada o certo seria o camarada pegar a cerveja e ir pra casa e o corona não pega uns cara desse kkk
      Tinha que vir uma reportagem Aki no calçadão da linha dia de sábado e domingo de manhã muita aglomeração marmanjo velho soltando pipa

Untitled Document