quarta-feira, 27 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Bloco da Solidariedade chama foliões para doar sangue e plaquetas no Inca

Bloco da Solidariedade chama foliões para doar sangue e plaquetas no Inca

Matéria publicada em 2 de fevereiro de 2016, 09:16 horas

 


Rio- Esta semana será de solidariedade e festa no Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca). Até a próxima sexta-feira, dia 5, o ‘Bloco da Solidariedade – Tá na hora de doar’ faz um apelo à população: Antes de cair na folia, compareça ao Banco de Sangue do Inca e ajude a salvar vidas! A sede do instituto fica na Praça Cruz Vermelha, 23, Centro do Rio.

Hoje, a partir das 12h, o Bloco da Solidariedade terá seu grande dia de folia no Inca, com a presença mais do que especial dos padrinhos da campanha, o dançarino Carlinhos de Jesus e a bailarina Ana Botafogo. A bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro e sua rainha Viviane Araújo também estarão presentes, levando o carnaval carioca para o Banco de Sangue do Instituto.

A abertura será na Praça Cruz Vermelha e depois o bloco segue para o banco de sangue do instituto.

Durante os feriados prolongados, como o Carnaval, o estoque de sangue do Inca costuma se reduzir em cerca de 50%. É fundamental que a população esteja consciente sobre a importância de doar sangue e plaquetas. Em decorrência do tratamento, muitos pacientes precisam receber transfusões de sangue e plaquetas regularmente. O Instituto realiza cerca de 1,5 mil transfusões de hemocomponentes por mês.

A meta da campanha de 2016 é conseguir 450 doações para manter o estoque de sangue e plaquetas regular durante o período do Carnaval. Depois dos hospitais de emergência, o Inca é a unidade pública de maior movimento de pacientes da cidade. A chefe do Serviço de Hemoterapia do Instituto, Iara Motta, destacou a importância da doação regular para o funcionamento dos serviços do instituto.

– O tratamento do câncer possui um diferencial: a necessidade de transfusões de um componente específico, as plaquetas, que têm vida útil de apenas cinco dias. As hemácias podem ser armazenadas por 35 dias. Por isso, a necessidade de mobilizar a população para recebermos de forma contínua doadores de sangue e também de plaquetas – ressaltou a médica.

O Inca e todas as unidades de Saúde precisam que a doação de sangue seja um ato regular para homens (até quatro doações por ano – intervalo mínimo de 60 dias) e mulheres (até três doações por ano – intervalo mínimo de 90 dias).

Doar sangue é seguro. Qualquer pessoa em boas condições de saúde, entre 16 e 69 anos e pesando mais de 50kg pode doar sangue. Não é necessário estar em jejum, mas é importante evitar alimentos gordurosos três horas antes da doação. Pessoas com febre, gripe ou resfriado não podem doar temporariamente, assim como as grávidas e as mulheres no pós-parto.

Os doadores devem apresentar documento com foto e os menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis.

As doações poderão ser feitas de segunda à sexta-feira (1º a 5/2), das 7h30 às 14h30. Para doar plaquetas é necessário agendamento pelo telefone (21) 3207-1064. No sábado (6/2), ocorrerá somente a doação de plaquetas, das 8h às 12h.

Serviço

Banco de Sangue do Inca

Praça Cruz Vermelha 23, 2º andar – Centro – Rio de Janeiro

(21) 3207-1021 / 1580


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document