segunda-feira, 21 de setembro de 2020 - 07:03 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Bolsonaro assina MP para viabilizar vacina contra covid-19

Bolsonaro assina MP para viabilizar vacina contra covid-19

Matéria publicada em 6 de agosto de 2020, 17:58 horas

 


Foto: Reuters/Athit Perawongmetha/Direitos Reservados

Brasília – Na tarde desta quinta-feira (06), no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro assinou medida provisória destinando recursos para viabilizar a fabricação de vacina contra o novo coranavírus (covid-19) no país.

A vacina contra a covid-19 foi desenvolvida pela Universidade de Oxford (Inglaterra) e está sendo testada no Brasil por meio de uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

 

Secretário adianta pontos da estratégia de vacinação para o novo coronavírus
As primeiras 30,4 milhões de doses vão chegar em dois lotes: metade, 15,2 milhões, em dezembro e a mesma quantidade em janeiro. “Com o avanço da ciência, acreditamos que, em dezembro, talvez, já passemos o ano novo de 2021 com pelo menos 15,2 milhões brasileiros vacinados para covid-19 e possamos juntos construir essa nova história da saúde pública do nosso país”, disse o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia.

Além desses dois lotes, mais 70 milhões de unidades da vacina serão disponibilizadas gradativamente, a partir de março de 2021. O medicamento está sendo desenvolvido pela farmacêutica britânica AstraZeneca, em conjunto com a Universidade de Oxford, e já se encontra em fase de testes clínicos em vários países, incluindo o Brasil.

 

Vacina de Oxford pode ser distribuída este ano, diz Astrazeneca

A vacina contra o covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, com testes no Brasil, poderá ficar disponível à população ainda este ano. A afirmação foi feita por Maria Augusta Bernardini, diretora-médica do grupo farmacêutico Astrazeneca. O grupo anglo-sueco participa das pesquisas da universidade inglesa em parceria com Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

“Esperamos ter dados preliminares quanto a eficácia real já disponíveis em torno de outubro, novembro”, disse Bernardini. Segundo ela, apesar de os voluntários serem acompanhados por um ano, existe a possibilidade de distribuir a vacina à população antes desse período.

“Vamos sim analisar, em conjunto com as entidades regulatórias mundiais, se podemos ter uma autorização de registro em caráter de exceção, um registro condicionado, para que a gente possa disponibilizar à população antes de ter uma finalização completa dos estudos”, acrescentou, destacando que os prazos podem mudar de acordo com a evolução dos estudos.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar
    Que indivíduo é esse?

    É só uma gripesinha! E dai? Todos morrem! Vamos tocar! Toma cloroquina! Toma tubaína! Vou fazer churrasco com pelada! Basta! Chega porra!

    “””” Que indivíduo é esse????? “”””””

  2. Avatar

    Que ódio que essa turma da esquerda tem do Bolsonaro, quanto mais batem nele ele cresce . Tiveram 35 anos no poder e só fizeram merda, roubaram a nação, fizeram a limpa nos cofres públicos, deixaram a nossa educação ir para o lixo, perdemos a ética , a moral, etc. AVISO!!!! A DIREITA VEIO PARA FICAR!!!NOS VAMOS TER QUE LIMPAR AS MERDAS QUE VOCES FIZERAM.
    #BOLSONARO 2022.

  3. Avatar

    Fiquem a vontade quem quer tomar a vacina chinesa contra o vírus chinês . PARABÉNS PRESIDENTE ESTAMOS JUNTOS. #BOLSONARO 2022.

  4. Avatar

    Pelo despreso que claramente demonstra pela saúde pública deve ter assinado com contragosto! Só pensa em se reeleger, gerar conflitos, andar de moto, armar o povo e se enfiar em padarias…..
    Trabalhar duro pelo país não é sua praia!

  5. Avatar
    70% só álcool em gel!!! Kkkkkkkk!!!

    Se for a vacina dos criadores e liberadores do vírus chinês apoiados pelo Dória Xing Ling, se prepara, pois ao invés de 2@ onda do vírus chinês comunista, será um Tsunami daqueles. Credo em cruz!!!

    • Avatar

      Vírus não tem nacionalidade criatura ignara, os vírus estão na natureza muito antes de existirmos. As bactérias que habitam seu corpo não são suas. Pessoas obtusas como vc é que são donas de toda sua estultice.

Untitled Document