terça-feira, 21 de maio de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Bope apreende granada, drogas e fuzis em Angra dos Reis

Bope apreende granada, drogas e fuzis em Angra dos Reis

Matéria publicada em 14 de maio de 2019, 08:10 horas

 


Já o Batalhão de Choque da PM montou uma base móvel no Cais Santa Luzia

Angra dos Reis – Sem estipular um prazo para permanecer em Angra dos Reis, agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) realizaram nessa segunda-feira, 13,  mais apreensões de armas e drogas. Os policiais estiveram no bairro Lambicada onde trocaram tiros com criminosos da localidade.

Ninguém foi preso ou ferido, mas foram apreendidos dois fuzis, dois carregadores, com quatro munições intactas, uma granada, três rádios transmissores, 913 pinos de cocaína, além de 38 trouxinhas de maconha, 22 skank e 17 fracos de cheirinho da loló.

Essa e a segunda ação dos Bope neste bairro. No sábado (11), policiais estiveram na Lambicada, onde também foram recebidos a tiros e revidaram os disparos. Um suposto traficante foi baleado e continua internado no Hospital da Japuiba.

No local foram apreendidas uma pistola, 15 munições, uma bolsa contendo 2.458 mil pinos de cocaína e 306 tabletes de maconha. O material foi levado para a 166ª DP (Angra dos Reis).  O objetivo do Bope é coibir as disputas entre traficantes das facções Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando Puro (TCP), que querem dominar os pontos de venda de drogas na cidade.

Além das apreensões de arma e drogas, sete pessoas já foram presas, até o momento. Os agentes apreenderam ainda três carros usados por criminosos. Já foram registrados seis tiroteios na semana passada.

Batalhão de Choque

A Polícia Militar montou na manhã de segunda-feira (13), uma base móvel do Batalhão da Choque (BP Choque), no Cais de Santa Luzia, no Centro de Angra dos Reis. A base fica a cerca de 300 metros da 166ª DP (Angra dos Reis) e a um quilômetro do fórum da cidade.  Agentes do Bope, Batalhão de Choque,  33ª Batalhão da PM , Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), e policiais civis  vêm atuando nos locais onde ocorrem os confrontos entre bandidos rivais.

Eles estão divididos por áreas. Na segunda-feira, por exemplo,  policiais do Batalhão de Choque da PM atuaram no bairro Camorim Grande.

O comandante do BP Choque, tenente-coronel André Batista, disse  ao Jornal Extra, que o objetivo da chegada de dezenas de policiais  em Angra, é estabilizar as  áreas de confrontos entre criminosos, garantindo o ir e vir das pessoas de bem, além de dar proteção aos moradores. Ele solicitou o apoio a população para que denuncie as atividades criminosas.

Há mais de semana,  tiroteios  entre traficantes e policiais, ou entre bandidos rivais, deixam os moradores assustados. Balas perdidas proveniente de um  tiroteio na comunidade Sapinhatuba I atingiram três pessoas,    passageiros tiveram que se abaixar num ônibus para não serem atingidos por tiros, assim como funcionários e crianças de um escola .

Apartamentos localizados na Praia da Chácara, no bairro Marinas, foram atingidos por balas. Ninguém ficou ferido.

Também em consequência da troca de tiros entre integrantes das facções Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando Puro (TCP), no Sanpinhatuba I,  a Rodovia Rio-Santos foi interditada por três horas,  na altura do Km 483,  próximo ao trevo que dá acesso ao Centro de Angra dos Reis.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    e isso larga o aço nesse bandidagem.

  2. Avatar

    Isto mesmo… Tem que voltar o respeito, o medo, o temor pela instituição policia, estado… Senta o dedo mesmo, e por favor, não deixem que levem ainda a hospitais. Resolvam a parada, finalizem o game !! GAME OVER !!

  3. Avatar
    Paulo Sérgio Miranda

    Observem que nunca se fala em acabar com as facções e sim coibir a disputa, será que o objetivo certo é esse mesmo? Porquê?

  4. Avatar

    E vagabundo ainda tem direito a ser socorrido e ficar em leito de hospital tirando a vaga do cidadão do bem.
    Caros amigos Policiais, uns tralhas desses, tem que deixar esquecido no local onde foi ferido.
    Deixem esses lixos agonizando até o capeta vir buscar.
    Essas pestes é que atiram contra vocês e também contra país de família.
    Parabéns aos guerreiros da PMERJ .
    “Bandido bom é bandido morto” !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document