segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Bosque das Crianças é lançado em Pinheiral

Bosque das Crianças é lançado em Pinheiral

Matéria publicada em 10 de agosto de 2015, 22:29 horas

 


Cerca de 120 mudas foram plantadas no Parque Fluvial, número referente aos nascimentos realizados no município em 2015

Consciência ecológica: Mesmo pequeno, Arthur já tem uma árvore com o seu nome no Parque Fluvial de Pinheiral (Foto: Divulgação PMP)

Consciência ecológica: Mesmo pequeno, Arthur já tem uma árvore com o seu nome no Parque Fluvial de Pinheiral (Foto: Divulgação PMP)

 

Pinheiral – O pequeno Arthur de Souza Marins tem apenas sete meses e já possui uma pequena árvore batizada com o seu nome. Arthur é uma das cerca de 120 crianças que nasceram no município de Pinheiral neste ano e que, através de uma iniciativa das secretarias de Saúde e de Ambiente e Desenvolvimento Rural, receberam e plantaram uma muda no Parque Fluvial. O projeto recebe o nome de Bosque das Crianças. A mãe do menino, Jennifer Cristina de Souza, elogiou a ação. “Fiquei muito feliz com o convite. Em meio a tantos projetos inúteis que a gente vê em todo o país, ações como estas se destacam por conta da importância que é para a vida da população”, frisou a jovem, que ao lado do pai e da bisavó de Arthur, fizeram questão de prestigiar o lançamento do projeto na tarde do último sábado.
Para o secretário municipal de Saúde, Lauryston Guimarães, com a proposta é possível que as crianças de Pinheiral passem a ter uma conscientização maior sobre a vida em forma de natureza e da preservação do ambiente.
– Nossa intenção também é que a gente consiga, ao longo dos anos, ter um espaço privilegiado para um momento de lazer com as famílias – completou.
O secretário de Ambiente e Desenvolvimento Rural, Joaquim Valim, explicou que o plantio a partir de agora deve ser feito a cada dois meses em data marcada pela prefeitura. Espécies como Guamirim, Pau Formiga, Ipê Roxo, Ipê Rosa e Cajá-Mirim estão entre as mudas disponibilizadas.
Sob sol escaldante, o prefeito José Arimathéa Oliveira (PT) atribuiu o intenso calor à ausência de árvores.
– Esse espaço estava abandonado, sendo usado como depósito de lixo e de entulho. Essa área é do município e, ao longo desses 20 anos, nenhum governo que por aqui passou desenvolveu uma ação de recuperação – contou o prefeito acrescentando: “Apresentamos um projeto ao Governo do Estado para que pudéssemos construir aqui um Parque Fluvial, como forma de devolver essa área para a população como um espaço de lazer. Então, com o projeto, a gente espera que dentro de alguns anos haja um bosque aqui onde as crianças possam correr, fazer piqueniques e se divertir às sombras das árvores”.
O plantio das mudas contou com o apoio de jovens estudantes franceses do projeto Chantier – programa de Intercâmbio que promove ações relacionadas ao meio ambiente.

Como funciona o processo?

A partir de agora, no momento da inscrição do recém-nascido, uma equipe da prefeitura irá recolher os dados da criança para a elaboração de uma placa com seu nome, data de nascimento e o nome científico da espécie nativa que será plantada. O plantio fica por conta dos pais que serão convidados a participar de uma cerimônia, junto com outras famílias, para o cultivo das árvores. O que o governo pretende com a ação é gerar nessas crianças maior sensibilidade quanto à proteção do meio ambiente, desde o seu nascimento. O resultado esperado é o de uma cidade mais verde e crianças engajadas na preservação ambiental.
No total, o espaço deve abrigar cerca de mil mudas.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document