terça-feira, 15 de junho de 2021 - 12:26 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Cabral é denunciado pela sexta vez na Lava Jato

Cabral é denunciado pela sexta vez na Lava Jato

Matéria publicada em 8 de março de 2017, 17:26 horas

 


Sérgio Cabral está preso e tem situação agravada a cada nova denúncia

Sérgio Cabral está preso e tem situação agravada a cada nova denúncia

Brasília –  O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF-RJ) denunciou à 7ª Vara Federal Criminal do Rio o ex-governador Sérgio Cabral por 25 crimes de evasão de divisas, 30 crimes de lavagem de dinheiro e nove crimes de corrupção passiva.

A denúncia é resultado da Operação Eficiência e Hic et Ubique, realizadas no âmbito das investigações da Lava Jato no Rio de Janeiro. Esta é a sexta denúncia feita pelo MPF-RJ contra o ex-governador. Ele já virou réu em cinco processos na Justiça Federal.

Além de Sérgio Cabral, também foram denunciados por crimes de evasão de divisas, lavagem de dinheiro, corrupção passiva e pertencimento à organização criminosa: Carlos Miranda, Wilson Carlos, Sérgio Castro de Oliveira, Vinicius Claret, Claudio de Souza e Timothy Scorah Lynn.

Cabral está preso desde 17 de novembro do ano passado no Complexo Prisional de Bangu. Ele foi preso no âmbito da Operação Calicute, que investigou o desvio de recursos públicos federais em obras realizadas pelo governo do estado do Rio de Janeiro. Segundo as investigações, o ex-governador chefiava um esquema de corrupção que cobrou propina de construtoras, lavou dinheiro e fraudou licitações em grandes obras no estado realizadas com recursos federais.

A nova denúncia do MPF imputou, ainda, 25 crimes de evasão de divisas, 30 crimes de lavagem de dinheiro e nove crimes de corrupção passiva a duas pessoas que fizeram acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Federal. O MPF informou que, após a celebração de acordos de colaboração premiada, foi possível revelar como Sérgio Cabral e sua organização criminosa ocultaram e lavaram dinheiro.

Segundo o órgão, R$ 39 milhões foram movimentados e guardados no Brasil; US$ 100 milhões depositados em dinheiro em contas no exterior; 1,2 milhão de euros e US$ 1 milhão ocultados sob a forma de diamantes, guardados em cofre no exterior e US$ 247, 9 mil ocultados sob a forma de 4,5 quilos de ouro, guardados em cofre no exterior. O total ocultado fora do Brasil corresponde a R$ 318.554.478,91. Segundo o MPF, US$ 85.383.233,61já foram repatriados, provenientes das contas Winchester Development SA, Prosperity Fund SPC Obo Globum, Andrews Development SA, Bendigo Enterprises Limited e Fundo FreeFly, que estavam em nome dos colaboradores. Os recursos encontram-se depositados em conta judicial.

Eike fica preso

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) negou, nesta quarta-feira (8), o pedido de habeas corpus solicitado pela defesa do empresário Eike Batista. O pedido foi negado pela maioria dos desembargadores da 1ª Turma do tribunal.

O pedido foi negado pelo desembargador Abel Gomes, acompanhado do voto do presidente da turma, desembargador Paulo Espírito Santo. O desembargador Ivan Athié votou favorável a liberdade para Eike.

O advogado do empresário, Fernando Martins, informou que vai recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça.
Entre as razões citadas pelos desembargadores pela manutenção do encarceramento de Eike, está a viagem dele aos Estados Unidos pouco antes da decretação de sua prisão, o que poderia ter representado uma tentativa de fuga.

O empresário Eike Batista foi preso por agentes da Polícia Federal no dia 30 de janeiro, na 34ª fase da Operação Lava Jato, após desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, procedente de Nova York. Eike está preso no Complexo de Gericinó, zona oeste do Rio de janeiro.
Proprietário do grupo EBX, Eike é suspeito de lavagem de dinheiro em um esquema de corrupção que atinge o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que também está preso.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Lava até 184 crimes antes de dar pau… kkkkkkkkkkk’

  2. Eis ai o exemplo de onde a ganancia do homem pode chegar.
    De que adiantou acumular tanta riqueza ilicitamente sendo que seu dinheiro não esta pagando sua liberdade?
    Logico que ele deve ter muita grana em nome de laranjas, porém, aqui se fez e aqui esta pagando!

    A justiça divina nunca falha

Untitled Document