segunda-feira, 17 de maio de 2021 - 18:49 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Câmara de Volta Redonda aprova aumento na contribuição do Faps

Câmara de Volta Redonda aprova aumento na contribuição do Faps

Matéria publicada em 4 de maio de 2021, 20:26 horas

 


Alíquota única para todos os salários passa de 11% para 14%; objetivo é adequar o regime de previdência do município à Reforma da Previdência

Foto: Roberta Caulo
Servidores foram à Câmara protestar contra mensagem do Executivo, que vereadores aprovaram

Volta Redonda – A Câmara Municipal aprovou, por 15 votos a 5, na noite desta terça-feira, dia 04, o aumento da taxa da alíquota de desconto nos salários dos servidores municipais para a Previdência Social. O percentual passa de 11% para 14%, conforme mensagem do prefeito Antônio Francisco Neto (DEM).  O vereador Dinho foi o único ausente.

Os vereadores Jari e Rodrigo Furtado usaram a tribuna para antecipar seus votos contrários à mensagem do prefeito. Rodrigo Furtado ainda propôs uma emenda, após a mensagem ser aprovada em primeira votação, para propor um escalonamento das contribuições, em que quem recebe salários menores passaria a pagar uma alíquota menor, com a queda de arrecadação sendo compensada por um aumento na alíquota dos salários maiores. No entanto, a emenda foi rejeitada por 19 votos a 1.

Também votaram contra a mensagem do Executivo os vereadores Paulo Conrado, Betinho Albertassi e Walmir Vítor.

A votação do aumento da taxa de iluminação pública nem chegou a entrar em votação por falta de assinaturas no requerimento de urgência e preferência da mensagem.

Encontro

Na segunda-feira, dia 03, o presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Volta Redonda, Ataíde de Oliveira, o advogado da entidade, Victor Jacomo e o servidor Moises Antunes, se reuniu  com o prefeito Antônio Francisco Neto e  uma comissão da Câmara Municipal, em apoio ao sindicato, formada pelos  vereadores Edson Quinto, Cacau da Padaria, Hálison Vitorino, Paulino AP e Temponi, no gabinete do prefeito.

O objetivo foi esclarecer sobre a mensagem reajustando a contribuição da previdência social do servidor público.  Segundo Ataíde, o prefeito explicou que não tem a intenção de prejudicar o servidor público, a mensagem obedece à lei federal da reforma da previdência e que obriga os municípios a se adequarem a ela.

– O sindicato não concorda com aumento de nenhum tipo de alíquota. Inclusive, foi enviada à Câmara ofício atentando os vereadores sobre essa mensagem que seria prejudicial ao servidor. Porém mesmo com a tentativa de não oneração do funcionário público, que já vem sendo massacrado com corte de direitos e perdas salariais ao longo dos anos, entende que a aprovação da mensagem será inevitável visto que poderá acarretar sérios prejuízos ao município – disse Ataíde.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Avatar

    ESTADO GRANDE (SOCIALISMO) É ASSIM MESMO, DINHEIRO NÃO CAI DO CÉU. VENHAM PARA INICIATIVA PRIVADA (CAPITALISMO) KKK

  2. Avatar
    Trabalhadora Desamparada

    Muito bonito tirando do pobre assalariado do servidor público! Nós estudamos, fazemos uma prova difícil, trabalhamos muito, e no fim aumentam os descontos. Porque então não diminuir a carga horária para que assim possamos procurar outro emprego para completarnos a renda? Passa aí a carga horária das auxiliares de 9 hrs para 6 hrs trabalhadas por dia. Já que nosso salário que já é o mínimo não dá pra sustentar nossas famílias. É lamentável chegar ao ponto do sonho de ser concursada virar um pesadelo. Relato por todos os servidores de todas as funções que trabalham com amor e não tem nenhum tipo de reconhecimento por parte do prefeito, só desconto, ficando sempre em último plano. Tristeza!

  3. Avatar

    E o décimo terceiro do ano passado, como fica?

  4. Avatar

    Ainda bem que a imprensa divulgou o nome dos vereadores que votaram à favor. É só a população e os servidores gravarem bem os nomes para as eleições. Me decepcionou tbm o prefeito. Poxa tá pagando o salário em dia, voltou a conquistar a confiança do servidor, e agora faz uma dessa!!! Na crise, o chefe do executivo tem que diminuir valores cobrados dos servidores, não aumentar.

  5. Avatar

    Inativo pagará algum percentual ??

  6. Avatar
    Aedessorindodosbostas

    Fico me perguntando até quando?
    Até quando a população será refém destes sujeitos?
    Até quando o funcionalismo ficará a mercê dos desvaneios de quem não tem condições de avaliarem nada?
    Vereadores e prefeito, tudo farinha do mesmo saco.

  7. Avatar

    Está aí o aumento esperado pelo funcionalismo esperado por mais de 20 anos. Já que não teve aumento real, pelo menos teve aumento nos descontos, pois o salário está muito alto.

  8. Avatar

    Quero ver aumentar desconto no salário deles , duvido que alguém vote a favor

  9. Avatar

    Servidor público de Volta Redonda ganha salário mínimo, qualquer que seja o nível.
    Vereadores não votam para aprovar um plano de carreira, mas votam para aprovar aumento de desconto nos vencimentos do servidor. Cada servidor deve procurar o vereador em quem votou e exigir explicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document