Campanha da PLR acirra ‘racha’ no Sindicato dos Metalúrgicos

Vídeo com participação de integrantes do “Grupo dos Cinco” convoca categoria sem a presença do presidente

by Lívia Nascimento

Volta Redonda – A disputa de poder dentro do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense teve mais um lance nesta sexta-feira (23). A página do sindicato no Facebook mostra uma convocação para um encontro no dia 28 (quarta-feira), às 6 horas, na Praça Juarez Antunes, em Volta Redonda com o objetivo declarado de discutir uma campanha salarial “em busca da PLR” na CSN.

A foto que ilustra a convocação mostra o tesoureiro, e mais o secretário de Saúde Ocupacional, Maurício Faustino, e o secretário Jurídico, Leandro Vaz, sem a presença do presidente.

O convite é estendido a todos os metalúrgicos, embora a pauta seja específica do relacionamento com os empregados da CSN. Para que o encontro tenha algum valor, ele precisaria ser objeto de um edital específico e mencionar a pauta, embora seja possível, no caso de uma assembleia, incluir o objetivo real em um item chamado “assuntos gerais”.

Demissão

Em mensagem de áudio para um grupo de WhatsApp, o presidente do sindicato, Edimar Miguel, afirmou que um grupo de cinco diretores, incluindo o diretor de Finanças, Alex Sandro da Silva, teria demitido o assessor jurídico da entidade, Tarcísio Xavier. Edimar reverteu a demissão, baseando-se em um artigo do estatuto que confere ao presidente a prerrogativa de admitir e demitir empregados.

O fato é mais uma evidência de que o grupo que assumiu o sindicato em 2022 está rachado. Cinco dos diretores executivos teriam formado um grupo, que teria como objetivo destituir Edimar da presidência.

A resposta de Edimar foi a convocação do conselho fiscal para analisar despesas feitas pelo tesoureiro, Alex Sandro da Silva, sem a participação de Edimar. O presidente mandou publicar um boletim convocando o diretor de Finanças da entidade a explicar saques que totalizam R$ 670 mil no Banco Santander. O boletim informa que foram feitas 142 movimentações, e que o dinheiro teria sido retirado na boca do caixa. Um extrato solicitado por Edimar mostra as transações.

Alex Sandro, em vídeo publicado no Instagram do sindicato, nega que tenha havido retiradas sem a ciência do presidente. Ele afirma que as retiradas, embora não tivessem a assinatura de Edimar, eram do conhecimento dele. As operações, segundo ele, eram destinadas a manter o sindicato funcionando.

O tesoureiro teria recebido um cartão corporativo para fazer frente a despesas de funcionamento do sindicato e de pagamento dos diretores. Alex Sandro, inclusive, diz ter feito pagamentos a familiares de Edimar. Ele afirma que é vítima de uma perseguição por ter “cortado mordomias” de diretores.

 

You may also like

5 comments

Carlos anselmo 26 de fevereiro de 2024, 14:09h - 14:09

PLR 1 o sindicato não informa nada para os ex metalúrgicos e os atuais será porque ninguém sabe como está o andamento destes processos até aquele que *ministério* público* entrou na justiça ninguém tem informação nos boletins da casa .

Janus 25 de fevereiro de 2024, 07:45h - 07:45

Enquanto isso, processos como PLR 1 segunda vara se arrasta a décadas.
Entra chapa sai chapa e a bagunça permanece.
O negócio é encher o bolso.

Vander 25 de fevereiro de 2024, 00:06h - 00:06

ACREDITAR EM PLR É O MESMO QUE ACREDITAR EM POLÍTICO.PPR NAO EXISTE MAIS E ABONO E FIM DE PAPO

Jornal PEÃO 25 de fevereiro de 2024, 00:04h - 00:04

VAI SER ABONO MICHARIA COMO NOS OUTROS ANOS PODEM APOSTAR PLR JÁ ERA,NÃO EXISTE MAIS. E VOU ALEM VAI SER DE UM SALARIO.

Henrique 24 de fevereiro de 2024, 09:51h - 09:51

Sindicato é isso, política em prol de sim mesmo. Já foi tempo que sindicato brigava pelo operário. Agora é só briga por poder. Não prestam pra nada

Comments are closed.

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996