;
quinta-feira, 26 de novembro de 2020 - 18:47 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Cantareira fica estável e acumulado de chuva é o menor para abril desde 2005

Cantareira fica estável e acumulado de chuva é o menor para abril desde 2005

Matéria publicada em 13 de abril de 2015, 15:00 horas

 


Nestes primeiros 13 dias de abril, o volume de chuva no Sistema Cantareira, o maior manancial de abastecimento da região metropolitana de São Paulo, foi o mais baixo desde 2005, para o mesmo período. De acordo com os dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), foram captados apenas 11,2 milímetros (mm), representando 12,5% do total esperado para todo o mês (89,8 mm). Em 2005, a pluviometria registrada no período foi 8 mm

Essa condição de clima mais seco difere dos dois últimos meses, fevereiro e março, período em que o sistema conseguiu uma boa recuperação e a reposição da segunda cota do volume morto (água que fica abaixo das comportas). Hoje (13), pelo terceiro dia seguido, o nível ficou estável em 19,9%. Apesar da falta de chuva, neste mês, a última queda nesse manancial foi registrada no dia 1º de fevereiro, quando caiu de 5,1% (em 31 de janeiro) para 5%.

O índice em relação à capacidade de produção de água ficou estável. Considerando a utilização da primeira cota do volume morto, o nível está em 15,4%, com a disponibilidade de 195,3 bilhões de litros de água.

Nos demais mananciais, o único que apresentou elevação foi Rio Claro, que passou de 45,4% para 45,5%. O acumulado de chuva está em 73,6 mm diante de uma média histórica para o mês de 200,2 mm. No Alto Cotia, o nível ficou estável em 64,6% e, nos sistemas restantes, ocorreram recuos: Alto Tietê (de 22,1% para 22%); Guarapiranga (de 83,8% para 83,6%) e Rio Grande (de 96,6% para 96,5%).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Que importância tem esta notícia para nós aqui no Sul Fluminense?

    Como estão as 04 represas (nossas caixas d’água) que nos interessa?

Untitled Document