quarta-feira, 12 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Catedral de Sant’Ana em Barra do Piraí terá novo telhado

Catedral de Sant’Ana em Barra do Piraí terá novo telhado

Matéria publicada em 6 de dezembro de 2019, 09:36 horas

 


Sede episcopal fez 97 anos nesta semana e o presente será um novo telhado; obras estão previstas para começar em 2020

Barra do Piraí – A Prefeitura de Barra do Piraí anunciou que já está em processo final para licitação das obras para restaurar o telhado da Catedral de Sant’Ana. Com a verba de R$ 306 mil, a restauração do telhado deve começar no início de 2020.

O Poder Executivo, em parceria com a Cúria Diocesana e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) anunciaram a restauração de telhado como um presente para os fiéis e para Diocese de Barra do Piraí.

A sede episcopal da Catedral de Sant’Ana completou 97 anos, na quarta-feira (4). A igreja , com 138 anos de fundação, passou a categoria de Catedral no dia 04 de dezembro de 1922.

Diocese

A Diocese de Barra do Piraí foi criada nas décadas de 1920 e 1930. A diocese contempla 12 cidades: Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Mendes, Paulo de Frontin, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro e Volta Redonda; e abrange cerca de um milhão de pessoas.

Em dezembro deste ano, a Diocese de Barra do Piraí iniciou a contagem regressiva para o seu centenário, em 2022. O triênio (período de três anos) será marcado por ações e atividades de valorização da Igreja Diocesana e de gratidão a todos que ajudaram a construí-la.

O bispo diocesano, dom Luiz Henrique, presidiu a Santa Missa na Catedral de Sant’Ana, na quarta-feira, para celebrar a data.

– É uma alegria para mim participar desse momento porque estou ligado às duas dioceses que comemorarão seu centenário, como bispo diocesano de Barra do Piraí-Volta Redonda e por sido ordenado sacerdote na diocese de Campos – disse o bispo diocesano, dom Luiz Henrique.

Obra

O prefeito de Barra do Piraí, Mário Esteves, em visita a Brasília, conseguiu, junto ao Ministério da Cidadania, a liberação do convênio, que visa obra de restauro de tolho o telhado e da torre sineira.

A catedral não recebia restauração há mais de um século.

– Essa parceria com o Ministério da Cidadania só foi possível porque a gestão conseguiu priorizar as contas públicas, e uma das ações foi a de tirar o nome da Prefeitura de Barra do Piraí do CAUC, conhecido como o banco de dados de prefeituras que possuem restrições; uma espécie de SPC dos municípios. Assim, com esta parceria, que envolveu também o Iphan, este sonho vai sair do papel. A infiltração que está ajudando a corroer parte da Catedral, será contida, preservando este bem religioso, e tombado pelo Patrimônio Histórico – frisa o prefeito Mario Esteves.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document