sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / CBF altera horários de partidas do Campeonato Brasileiro

CBF altera horários de partidas do Campeonato Brasileiro

Matéria publicada em 19 de novembro de 2019, 11:49 horas

 


Confrontos entre Palmeiras x Grêmio e Botafogo x Corinthians, no próximo domingo (24), terão novos horários

Time carioca vai contar com a torcida,na partida contra o Corinthians, no Engenhão
(Foto: Vitor Silva)

Brasília – A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou duas alterações na tabela da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida entre Botafogo e Corinthians, no próximo domingo (24), foi atrasada de 16h para 18h, no Engenhão. Já o confronto entre Grêmio e Palmeiras, foi adiantado para 16h, no Allianz Parque, em São Paulo.

De acordo com a CBF, as mudanças ocorreram devido ao ajuste na grade de programação da emissora detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro.

Até o momento não foram divulgadas a escada de árbitros das partidas.

Confrontos

O confronto entre Grêmio e Palmeiras será decisivo pelo título da Séria A do Brasileirão. Se o Alviverde não vencer, o Flamengo se tornará campeão nacional com quatro rodadas de antecedência. Com a vitória do Palmeiras, o troféu seguirá sem dono. No caso do Grêmio, o objetivo é permanecer no G4 e garantir a classificação para a Libertadores.

O Botafogo luta contra a zona de rebaixamento, com 34 pontos, na 14ª colocação, enquanto o Corinthians busca vencer para retornar ao G7, visando uma vaga na Copa Libertadores. Os paulistas estão na 8ª posição com 51 pontos, igualando com Internacional, que possui duas vitórias a mais.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Como o Flamengo se tornou instrumento da extrema direita

    Afagados por dirigentes, Bolsonaro, Witzel e correligionários surfam na euforia em torno da boa fase do clube mais popular do país. Diretoria se diz apolítica, mas negou homenagem a vítima da ditadura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document