terça-feira, 27 de julho de 2021 - 21:01 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Cinco pessoas são detidas em depósito de loja em BM que é alvo de reclamações de clientes

Cinco pessoas são detidas em depósito de loja em BM que é alvo de reclamações de clientes

Matéria publicada em 24 de junho de 2021, 09:16 horas

 


Detidos estariam saqueando depósito de loja que não entregou mercadorias vendidas

Volta Redonda – Policiais militares do 28º Batalhão flagraram, no final da tarde de quarta-feira (23), cinco pessoas que estavam, supostamente, saqueando o depósito da loja Elgui, localizada na Rua D, no bairro Santa Maria II, em Barra Mansa. Entre os envolvidos, segundo informações, está um policial militar do estado de São Paulo. O caso foi registrado na 90ª DP.

O estabelecimento comercial vem sendo acusado de, há meses, não entregar produtos vendidos aos consumidores. Quando os PMs chegaram, encontraram três pessoas dentro do depósito, enquanto outras duas – entre elas o policial – em um dos dois carros onde os produtos estavam sendo colocados: um Fiat Uno e um Chevrolet Prisma.

Os suspeitos foram encaminhados para delegacia de  Barra Mansa, onde o caso foi registrado como exercício arbitrário das próprias razões (fazer justiça pelas próprias mãos). Depois de ouvidos, foram liberados.

A loja vem sendo acusada de causar prejuízos a consumidores por não entregar produtos comprados por eles, como eletrônicos, por exemplo. Segundo relatos, há pessoas que pagaram pelos produtos há seis meses e não receberam as mercadorias.  Esta semana, a filial da loja,  na Rua São João, no bairro São João, em Volta Redonda, foi alvo de protesto de dezenas de consumidores.

Nota

Através de nota, em rede social, a loja informou que fechou – por tempo indeterminado – as lojas de Barra Mansa e Volta Redonda e que todo o atendimento aos clientes será feito de forma online. A empresa justifica a medida alegando que o fechamento físico se deve a “ataques e vandalismo” contra seus colaboradores.

“Conforme já informamos anteriormente, a empresa está com dificuldade na entrega de aparelhos celulares e com atraso nos prazos dos lotes estabelecidos para os clientes” […] “Eles ocorreram devido à dificuldade de importação dos produtos e também devido à falta de fornecimento dos aparelhos na quantidade necessária”. A loja afirma ainda que manteve os clientes informados e reforçou seu “compromisso e determinação para sanar todos os atrasos”, informou.

Envolvidos foram encaminhados para 90ª DP (Foto: Redes Sociais)

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Se apertar os donos, vão descobrir que digitaram 17 em 2018

    Tudo ” cidadão de bem “

  2. Lá em Minas o nome disso é ROUBO !

Untitled Document