segunda-feira, 19 de outubro de 2020 - 12:59 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Com funcionários contaminados, agências bancárias são fechadas para desinfecção na região

Com funcionários contaminados, agências bancárias são fechadas para desinfecção na região

Matéria publicada em 30 de abril de 2020, 07:59 horas

 


Sul Fluminense – O Sindicato dos Bancários do Sul Fluminense confirmou que ao menos duas agências localizadas na região foram fechadas para um processo de desinfecção, após funcionários serem testados positivamente para a covid-19. Da mesma forma, um terceiro bancário está internado aguardando resultado de exame que, se confirmado, pode resultar em mais uma ação de higienização.

Em nota enviada ao DIÁRIO DO VALE, o sindicato da categoria informou que dois bancários foram testados positivamente para o novo coronavírus até o momento, em números oficiais. “Em março, um funcionário de uma agência do Banco Itaú no município de Valença foi afastado de suas atividades laborais em função da contaminação pelo vírus. Na época, a unidade foi fechada para a realização do processo de desinfecção e higienização”.

O sindicato confirma também que o mesmo ocorreu em Barra Mansa, onde outro funcionário do Banco Itaú, da agência da Praça da Matriz, foi acometido pela doença. “A unidade está fechada para a os procedimentos de desinfecção e higienização, determinados pelas autoridades sanitárias”, disse a nota do sindicato.

Caso em investigação

Em Resende, um bancário do Bradesco, morador do município, mas que trabalha em Volta Redonda, na agência da Amaral Peixoto, segue internado no CTI do Hospital Samer, com suspeita da Covid-19. Está sendo aguardado o resultado do exame.

Outros casos

Além destes casos já confirmados ou investigados oficialmente, outras duas agências do Itaú foram fechadas esta semana, por conta de funcionários que testaram positivo para a doença. Uma em Volta Redonda e outra em Barra do Piraí. Em Volta Redonda, é uma agência na Vila Santa Cecília. Em Barra do Piraí o fechamento ocorreu na chamada “agência principal”, localizada na Rua Governador Portela, onde dois funcionários teriam sido infectados. No caso do Itaú, segundo diretores do sindicato, uma equipe especializada ficva responsável pela limpeza da agência onde o caso ou os casos foram notificados. Além disso, todos os funcionários que trabalharam no mesmo período dos infectados entram em quarentena por 14 dias para observação de possíveis sintomas.

Desde o início da pandemia, as agências bancárias seguem com grande movimento, principalmente de pessoas mais idosas. os serviços foram mantidos regularmente na maioria das cidades da região, dependendo da regra de cada instituição financeira.

Agência bancária funcionando com fila durante o período de isolamento social

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    E os bancos bateram novamente recordes nos lucros. São os maiores lucros desde de 1994, agora o peão de direita que trabalha no banco e se acha está propenso a ser contaminado por que os banqueiros não investem em medidas de segurança biológica.

  2. Avatar

    Quase todos no Itaú, e olha que nem é banco demandado pelo povão… Fico imaginando como inadequadas são suas condições de trabalho…

Untitled Document