segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Comércio ganha fôlego com o Dia das Mães

Comércio ganha fôlego com o Dia das Mães

Matéria publicada em 12 de maio de 2019, 14:44 horas

 


Donos de lojas e restaurantes festejam aumento em movimento por causa da data comemorada neste domingo

Flores também estão na lista de presentes para as mães neste domingo
(Foto: Pollyanna Moura)

Volta Redonda- Não só as mães, mas comerciantes também têm motivos de sobra para comemorar neste domingo. É que a data é considerada uma das melhores para as vendas de presentes. Segundo Daniele Pereira, gerente de uma loja de roupas femininas, masculinas, infantis e plus size, as vendas começaram a aumentar na última quarta-feira. Segundo ela, como a população busca comprar produtos com preços acessíveis, a loja baixou o preço de algumas peças que estavam tendo mais saída para garantir as vendas e atender a demanda dos clientes.

– O aumento das vendas começou na quarta-feira. Brasileiro é assim, né? Deixa para comprar em cima da hora. Colocamos opções de modelos com preços mais altos na vitrine, mas mudamos por modelos com valores mais baixos para atender as nossas clientes e estamos vendendo bem – disse a comerciante da Amaral Peixoto.

Segundo Rosângela Oliveira, gerente de uma loja de calçados, na Vila Santa Cecília, o movimento diminuiu um torno de 30% desde o mês de janeiro, mas por causa da data, as vendas tiveram um leve aumento. Para ela, o grande diferencial que a loja proporciona aos clientes, além de um produto de qualidade, é o atendimento.

– A gente vende esporadicamente. Com essa crise, infelizmente as vendas costumam diminuir um pouco, mas no mês de maio, com o Dia das Mães, a gente tem vendido um pouco mais. A concorrência é grande, mas a gente acredita que o que nos permite manter o movimento, além de bons produtos e bons preços, é o atendimento – disse.

Por causa da data, muitas pessoas tiram o dia para passear, almoçar ou jantar em restaurantes. Para Nelson Moreira, gerente de um restaurante localizado na Vila Santa Cecília, a expectativa de receber mais clientes é alta. Segundo ele, o efetivo aumenta em torno de 15% para atender a demanda.

– Essa data para mim, é a segunda melhor data do ano. A melhor data é o dia dos namorados. Temos muitas reservas. Os filhos costumam tirar suas mães de casa e trazem para almoçar fora, para que possam aproveitar este dia. A gente tem até um cardápio diferenciado para esse dia – comentou.

Comemorar

Segundo Mônica Ferreira, cozinheira de um bar e restaurante, esta data tem que ser comemorada. Ela relata que deixou para comprar o presente neste sábado (11), por causa da correria do dia a dia, mas diz que não se esqueceu da lembrança.

– Eu sempre presenteio a minha mãe, independente da data. Mas o dia das mães é especial. Minha mãe é muito vaidosa e como gosta de roupas, comprei uma blusa para ela – disse.

Já para dona de casa Vivian do Carmo, a data não passa de marketing.

– Eu acho fútil dar presente, porque as pessoas têm que demonstrar amor todos os dias e não só nesta data. Infelizmente, tem gente que não liga para a mãe e quando chega esta data, as pessoas querem agradar com um presente e no outro dia, se deixar, nem olha para a mãe. Presente não prova amor. Para mim, esta é uma data totalmente fútil, não passa de marketing e só interessa o comércio – comentou.

Por Pollyanna Moura 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document