quarta-feira, 23 de setembro de 2020 - 16:55 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Congresso decreta luto oficial de 4 dias após 100 mil mortes por covid-19

Congresso decreta luto oficial de 4 dias após 100 mil mortes por covid-19

Matéria publicada em 8 de agosto de 2020, 15:11 horas

 


Brasília –

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), informou neste sábado (8) que o Congresso decretou luto oficial de quatro dias em solidariedade “a todos os brasileiros afetados pela pandemia e às vítimas desta tragédia”. O anúncio, feito no Twitter, ocorreu depois que o Brasil ultrapassou a marca de 100 mil mortes. Com o luto oficial, as sessões na Câmara e no Senado só serão retomadas na quarta-feira (12).

“Hoje é um dos dias mais tristes da nossa história recente. O Brasil registra 100 mil vidas perdidas para a covid-19. O Congresso Nacional decreta luto oficial de 4 dias em solidariedade a todos os brasileiros afetados pela pandemia e às vítimas desta tragédia”, escreveu Alcolumbre.

Em março, Alcolumbre foi diagnosticado pela covid-19 e permaneceu duas semanas em quarentena domiciliar. Ele retomou as atividades depois disso. O Senado, porém, realiza sessões remotas para evitar o risco de disseminação da doença no Congresso Nacional. A retomada dos trabalhos presenciais, inicialmente prevista para agosto, é incerta. Quando o País atingiu 10 mil mortes, o Congresso decretou três dias de luto.

“Não podemos nos conformar, nem apenas dizer #CemMilEdaí. São mais de 100 mil mortos; 100 mil famílias que perderam entes para a covid. Que a ciência nos aponte caminhos e que a fé nos dê esperança”, escreveu o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), também repercutiu a marca de 100 mil mortes nas redes sociais. “Quem disse que poucos morreriam? Quem gerou aglomerações em passeios irresponsáveis? Quem sabotou uso de máscaras? Quem debochou das mortes, alegando não ser coveiro? Quem divulgou remédios “milagrosos”, sem ser médico? São as perguntas do Tribunal da História para Bolsonaro”, escreveu Dino.

Até a publicação deste texto, o presidente Jair Bolsonaro não havia se manifestado.

O Brasil já registrou 100.240 mortes causadas em consequência do covid-19. Desde as 20h de ontem (7) foram mais 538 óbitos, informou o consórcio de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL. Desde as 20h de ontem também foram diagnosticados 21.732 novos casos. O total de pessoas que têm ou já tiveram a doença no País chega a 2.988.796.

Por Rafael Moraes Moura e Daniel Weterman

Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Avatar

    Grande coisa essa de decretar luto oficial.ISSO É APENAS BUROCRACIA. A maioria lá está torcendo para morrer mais uns 100 MIL para creditarem ao Presidente Bolsonaro. Não adianta ESPERNEAR ele foi eleito democraticamente e vai cumprir seu mandato até o fim.Se duvidar será reeleito.

  2. Avatar

    Estou vendo muitos pelas redes sociais culpando o presidente pelas vidas perdidas. Seja honestos pelo menos uma vez na vida.

    Vemos muitos prefeitos fazendo que podem pedindo ao povo para evitar aglomerações e usarem máscaras.

    Em VR, todos que vieram a óbito por covid-19 atenderam à recomendação? Ontem no Retiro parecia dia normal com a maioria sem máscara, ainda que ela estava no pescoço.

    Quem está culpando o presidente está demonstrando ser ignorante.

    • Avatar

      A culpa é do negacionismo dele sim, a figura principal de um país não pode agir como criança mimada. E ignorante é quem não tira a trave da visão.

  3. Avatar

    AS DOAÇÕES QUE O SETOR PRIVADO FAZ A SAÚDE PÚBLICA SÃO IRRISÓRIAS E TEM CUNHO POLÍTICO, SÃO REVERTIDAS NO ABATIMENTO DE IMPOSTO À RECEITA FEDERAL. UM FAZ DE CONTA…

  4. Avatar

    ESSE É O RESULTADO DA PRIVATIZAÇÃO DO SETOR DE SAÚDE, SETOR BÁSICO, QUE JAMAIS PODERIA CAIR NAS MÃOS DOS MERCENAS, ESTAMOS PAGANDO CARO DEMAIS! QUASE UM MARACANÃ CHEIO DE MORTOS PELA COVID-19, FORA OUTRAS DOENÇAS. TUDO POR CONTA DA LEVIANDADE DOS POLÍTICOS, QUE SÓ PENSAM NO BOLSO DELES E PERPETUAÇÃO NA POLÍTICA. O POVO BRASILEIRO TEM QUE ACORDAR E PONTUAR ISSO NAS PRÓXIMAS ESCOLHAS. QUALQUER CANDIDATO QUE PROPÕE VENDER PATRIMÔNIO BRASILEIRO (ESTARAL), DEVE SER EXCLUÍDO, É PERNICIOSO PARA NAÇÃO BRASILEIRA. ENQUANTO A FRANÇA O ESTADO COMPRA EMPRESAS PRIVADAS O BRASIL AS VENDE, OU DOA. ENTENDA QUE CAPITAL PRIVADO NUNCA TERÁ RESPONSABILIDADE SOCUAL SOLIDÁRIA. SÃO MERCENÁRIOS NO COMANDO. #ACORDABRASIL! DV, VAMOS NOS AJUDAR.

  5. Avatar

    E o Bozo representante do executivo nada. Que pessoa desprezível. Deus me livre.

  6. Avatar

    Por favor usem máscaras!

    Vejo pessoas de todas as idades sem máscaras no rosto.

    Máscara na mão, no queixo, no pescoço.

    Ser cristão é se importar com o próximo.

    Se você não usa máscara você contamina os outros e se contamina.

    Se você for jovem, talvez nem saiba que esteja contaminado, aí você vai para a casa da vó contaminar ela ou até mesmo contamine seus pais.

    Vemos pessoas de todas as idades , sem doença de base morrendo.

    Essa doença é uma roleta russa , ninguém sabe se terá assintomático, grave ou até mesmo virá a óbito.

    As pessoas estão fazendo festas para a família com 30 pessoas, estão se encontrando em praças para jogar futebol sem máscara.

    Aí o tio que ficou em casa acaba se contaminando e põe a culpa no delivery, mas os filhos e netos assintomáticos que o fizeram adoecer.

    Ponham a mão na consciência!

    Usem máscaras pelos outros.

    • Avatar

      O brasileiro só acredita quando acontece com alguém da família. Não temos empatia. Será q quando chegarmos a 500 mil mortos as pessoas entenderão a catástrofe pelo qual estamos vivendo?

    • Avatar

      Muito bem,Leitor.

    • Avatar
      Pedro Francisco silva Neto

      Rede Globo como sempre falando mal do Brasil e quando é de interesse dela tá nem ai. Quem viu jogo Corintians x Palmeiras que se ver aglomeração ,agarração e após o jogo foi pior nas ruas de SP .Esta empresa que se diz a dona da verdade faz o que pro bem desde pais, só critica .

Untitled Document