sexta-feira, 23 de outubro de 2020 - 21:56 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Contas de Pezão tem parecer interno contrário no TCE-RJ

Contas de Pezão tem parecer interno contrário no TCE-RJ

Matéria publicada em 29 de maio de 2017, 16:10 horas

 


Outro: Pezão se prepara para encarar mais um problema adminisrativo do governo

Outro: Pezão se prepara para encarar mais um problema adminisrativo do governo

Rio – O plenário do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) emite nesta terça-feira (30) parecer prévio das contas do governador Luiz Fernando Pezão referentes ao ano passado, quando dividiu a gestão com seu vice, Francisco Dornelles, por razões de tratamento de saúde.

Internamente, as contas de Pezão receberam parecer contrário à aprovação do Ministério Público Especial (MPE), ou Ministério Público das Contas, que funciona dentro do Tribunal só para avaliação de contas, e do corpo técnico do órgão.

Devido à emissão de parecer prévio contrário do MPE e da Secretaria-Geral de Controle Externo do TCE-RJ, a presidente em exercício do Tribunal, Marianna Montebello Willeman, abriu vista do processo aos interessados, para apresentação de defesa, até o último dia 22. A deliberação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOERJ) no último dia 10.

O assunto foi tratado como sigiloso pelo TCE-RJ, sob risco de a sessão desta terça ser anulada pelo governo fluminense. A partir de notícias da imprensa sobre o fato, o TCE-RJ confirmou o parecer contrário, mas forneceu mais detalhes. A informação continua sendo tratada como sigilosa.

Ao julgar o caso amanhã, há a possibilidade, de a relatora das contas, que é a própria presidente interina do Tribunal, concordar ou discordar do parecer. Posteriormente, o relatório de contas será encaminhado para apreciação da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Além de Marianna, o Corpo Deliberativo do TCE-RJ é formado pelos conselheiros substitutos Rodrigo Melo do Nascimento, Marcelo Verdini Maia e Andrea Siqueira Martins.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Funcionários públicos de Volta Redonda e região. Gotardo e Albertassi votaram pelo aumento de seus descontos de 11 para 14% para tampar o buraco da falência do Rio em consequência do desgoverno Pezão.

  2. Avatar

    Esse calhorda junto com a quadrilha do Cabral, desviaram milhões, hoje o estado está falido, com contas atrasadas, a infraestrutura capenga, e esse cara não sai de Brasilia com o pires na mão atras das migalhas que o governo federal está prometendo, e vejam quem paga essa conta absurda de tantas viagens, o estado está podre, rodovias em péssimo estado, saúde não tem, funcionários sem receber, educação idem, e assim continua no buraco da hipocrisia politica. Chega, devia renunciar e sumir da vida politica.

    • Avatar

      Ele está cassado mas recorreu. É cria do maior LADRÃO que o Estado do RJ já teve: Cabral.

      Nem os portugueses, em séculos, saquearam tanto como ele.

      E olhe que são candidatos dos eleitores do PMDB.

  3. Avatar

    “O assunto foi tratado como sigiloso pelo TCE-RJ, sob risco de a sessão desta terça ser anulada pelo governo fluminense.”

    Agora o governo fluminense quer que as contas públicas do Estado sejam sigilosas? Corrupção à vista, né?

    O que tem a dizer os eleitores do Pezão e do PMDB????

Untitled Document