Coronel Marcelo Brasil reativa Conselho Comunitário de Segurança de Resende

Iniciativa visa a aproximar todos os segmentos do município às Polícias Civil e Militar

by bruno reis

De acordo com o comandante Marcelo Brasil, a participação é aberta a qualquer cidadão interessado em contribuir com a segurança da comunidade – Arquivo

Resende – O comandante do 37º Batalhão de Polícia Militar, coronel Marcelo Brasil, anunciou esta semana a reativação do Conselho Comunitário de Segurança (CCS) no município. “Os Conselhos Comunitários de Segurança (CCS) surgiram para criar um espaço de diálogo entre a população e as polícias Civil e Militar, visando à criação de um ambiente propício a traçar estratégias na área de Segurança Pública, sempre pautadas na Polícia Comunitária”, explicou o coronel.

Em entrevista ao DIÁRIO DO VALE nesta quinta-feira (20), ele revela que o Conselho foi desativado por não se reunir em um período de três meses, o que é exigido nos termos da legislação específica. “A solicitação da desativação se deu em 29/07/2022, sendo efetivamente concretizada em 05/12/2022”, contou.

Ao assumir o comando do 37º BPM, o coronel, ao verificar que o CCS estava desativado, viu a oportunidade de inserir em seu Plano de Comando a reativação do Conselho e outras demandas. “Como por exemplo, a criação do Programa Bairro Presente, o aumento do número de vagas do RAS, a reestruturação dos alojamentos e outras demandas. Ressalto que a reativação do CCS em Resende será uma importante ferramenta de Polícia de Proximidade, voltada à filosofia de Polícia Comunitária”, reforçou o comandante.

Ainda de acordo com ele, a participação é aberta a qualquer cidadão interessado em contribuir com a segurança da comunidade. “Para participar do CCS de Resende, os interessados devem ter disponibilidade para colaborar com a melhoria da segurança pública em Resende. A legislação específica, qual seja, o Decreto Estadual nº. 47651 de 16 de junho de 2021 estabelece taxativamente os requisitos”, disse. Veja as informações no box da matéria.

O coronel Brasil explica que o CCS é formando por dois membros natos (comandante do Batalhão de Polícia Militar e delegado titular da circunscrição) e cinco membros efeitos: presidente; vice-presidente, 1º secretário; 2º secretário; diretor Social e de Assuntos Comunitários.

“O 5º Comando de Policiamento de Área (5 CPA) e o Comando do 37º BPM, esperam que o CCS de Resende seja um canal efetivo de comunicação e cooperação entre a comunidade e as forças de segurança. A população de Resende poderá contar com a reativação do CCS, contribuindo assim para a melhoria da segurança pública de forma geral, propondo estratégias voltadas ao planejamento e execução operacional das forças de segurança”, enfatizou, destacando que o Conselho se reunirá uma vez por mês.

Como funciona?

O comandante do 37º BPM explica que o Conselho vai identificar e analisar os problemas locais, propondo soluções e avaliando as respostas e/ou as soluções dos problemas demandados. “A participação nas questões da Segurança Pública tem caráter consultivo e por isso, as observações, críticas, sugestões e propostas são consideradas pelos representantes das Polícias não como obrigação de fazer, mas como uma contribuição relevante sobre os anseios da sociedade com relação a determinados assuntos, que podem ajudá-los, por exemplo, na tomada de uma decisão estratégica”, completou.

Ele ressalta que a reativação  do Conselho Comunitário de Segurança (CCS) de Resende é uma iniciativa importante para fortalecer a parceria entre a comunidade e as autoridades na busca por melhorias na área da Segurança Pública. “Esperamos poder ouvir várias demandas sociais de todos os segmentos da sociedade: as indústrias, o comércio e, principalmente, a população de bem, abrindo um novo canal de comunicação com os resendenses”, concluiu o coronel.

Saiba como participar do Conselho Comunitário de Segurança

Em todo o estado, os CCS contam com membros voluntários e não remunerados que contribuem para a redução da criminalidade no município. “Para que os Conselhos alcancem resultados importantes no aumento da sensação de segurança e na prevenção de delitos, é importante o envolvimento de vários atores sociais que estão, direta ou indiretamente, ligados à resolução dos problemas locais”, diz o comandante Marcelo Brasil.

O cronograma para inscrições inclui a apresentação de currículos dos interessados em participar até a próxima segunda-feira (24), seguida pela apresentação dos interessados na terça-feira (25), às 15h, e pela escolha do colegiado na quarta-feira (26), às 15h. A posse da diretoria acontece na próxima quinta-feira (26), também às 15h.  Os currículos devem ser entregues na sede do 37º Batalhão de Polícia Militar ou na sede da 89ª Delegacia de Polícia.
A participação é aberta a qualquer cidadão interessado em contribuir com a segurança da comunidade, desde que atendendo a alguns critérios:

I – Ser voluntário.
II – Ter idade mínima de 18 anos.
III – Residir, trabalhar ou estudar na área de circunscrição do CCS, ou em circunscrição vizinha, que ainda não possua CCS organizado, enquanto perdurar tal carência.
IV – Não registrar ação condenatória transitada em julgado em fato que desabone sua participação no CCS.
V – Ser representante de organizações que atuem na área do CCS, a saber: dos poderes públicos; das entidades associativas; dos clubes de serviço; da imprensa; de instituições religiosas ou de ensino; organizações de indústria, comércio ou de prestação de serviços.
VI – Ser membro da comunidade, ainda que não representante de organização prevista no inciso anterior, desde que seja membro participante e que tenha comparecido, pelo menos, as três últimas reuniões ordinárias mensais do CCS.
VII – Firmar compromisso de fiel observância às normas reguladoras dos CCS.
VII.1 – O nome do candidato será comunicado, em reunião ordinária, a todos os presentes. Caso alguma pessoa saiba de fato que possa desabonar o candidato, fará comunicação à Diretoria, em caráter reservado, que apurará a procedência da comunicação.

Para mais informações sobre o Conselho Comunitário de Segurança de Resende, basta acessar o perfil do 37º BPM no Instagram (@37bpm_pmerj).

 

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996