segunda-feira, 19 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Cotidiano de um artista

Cotidiano de um artista

Matéria publicada em 17 de outubro de 2018, 09:00 horas

 


Mostra “Atelier Oficina” pode ser conferida na Galeria de Arte Cílio Bastos até o próximo dia 26; exposição de Alexandre Pinheiro apresenta obras e o ambiente de trabalho do artista

Alexandre traz para esta mostra o seu cotidiano, apresentando ao público, além de suas obras, a forma com que trabalha

Um trabalho que ultrapassa gerações, essa é uma das inspirações da mostra “Atelier Oficina”, do artista Alexandre Pinheiro, que está aberta ao público até o próximo dia 26 de outubro, na Galeria de Arte Cílio Bastos, no Espaço Cultural GACEMSS.

Para esta exposição o artista traz a mesa herdada do avô marceneiro, o maquinário, ferramentas, madeira, tintas, imagens de obras em diferentes estágios da produção que vão transmitir ao visitante uma realidade crua do que é possível.

– O início do meu trabalho se deu ainda na infância, quando das férias em uma fazenda, cuja luz elétrica era utilizada somente até às 20h, dessa forma a diversão da noite era desenhar. Sempre tive incentivo da minha família. Na juventude cursei quatro anos de Desenho Industrial na PUC/Rio e outros quatro anos de Arquitetura. Paralelo aos trabalhos que tive ao longo da vida, sempre “brinquei” com a madeira e as tintas – lembra o artista.

Alexandre traz para esta mostra o seu cotidiano, apresentando ao público, além de suas obras, a forma com que trabalha. Levando para a Galeria seu ambiente de trabalho, mostrando, às claras, tudo o que utiliza e a maneira concreta como traduz suas inspirações e desenvolve seu trabalho artístico.

– Trabalho em um atelier em minha residência, utilizo as técnicas de marcenaria, escultura em madeira e MDF, entalhes, recortes, colagem, mosaico, pintura a óleo, guache, aquarela, lápis de cor, desenho a nanquim. Para esta exposição trouxe minha bancada de trabalho com alguns objetos, quadros, painel, pôster colagem, sendo três composições. São eles: Amazônia, Autorretrato, Reflexo, Abelhas de Érica, Costura em Azul, Lírio, Bandeiras do Divino, Igreja, Festa do Divino, As Pupilas do Dragão, Exclusão, Kalango, Natureza Morta, Solidão e Estudo com Azul – conta.

Para o artista, que expõe desde os anos 80, esta foi uma montagem e experiência diferente.

– Participei pela primeira vez em uma exposição realizada pela SOBEU (atualmente UBM), por volta do ano de 1980, quando tive meu quadro elogiado por Clécio Penedo, um grande incentivador. Aqui em Volta Redonda expus pela primeira vez aqui mesmo no Gacemss.  O “Atelier Oficina” foi montado a partir do edital promovido pela instituição. A instalação da mostra foi muito prazerosa, pois levei para um espaço exclusivo de obras de arte a minha oficina de trabalho. O objetivo é retratar com a maior realidade possível minha forma de trabalhar e o que utilizo nas composições e criações – explica.

Alexandre conta que além do artista plástico, trabalha com execução de móveis e craft. Utilizando materiais como madeira de demolição e reciclagem, MDF, papéis e tintas dos mais diversos tipos. Sobre as obras expostas, o artista destaca a instalação que apresenta a bancada herdada do avô.

– A exposição reflete a minha alma. Cada obra é parte de mim, mas e especial há a bancada de trabalho de meu avô, na qual executei todas as obras expostas – diz.

Aberta ao público no dia 04 deste mês, Alexandre conta que vem recebendo críticas muito positivas e que isso tem incentivado muito.

– Esse é um trabalho inédito, equilibrado, diferente de tudo que se vê nos espaços de arte. Passeio por várias técnicas e incluo a marcenaria como expressão artística. Tenho certeza de que atendo aos mais exigentes gostos. Tenho recebido muitas críticas positivas, elogios e incentivos. As pessoas falam de minha evolução artística. Feliz com o retorno – finaliza.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Parabéns pelo seu trabalho Alexandre,sou apaixonada por arte!!!

Untitled Document