>
quarta-feira, 10 de agosto de 2022 - 16:35 h

TEMPO REAL

 

Capa / Saúde / Covid-19: planos de saúde incluirão mais 6 exames na lista obrigatória

Covid-19: planos de saúde incluirão mais 6 exames na lista obrigatória

Matéria publicada em 28 de maio de 2020, 15:20 horas

 


Rio de Janeiro –

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) incluirá mais seis exames na cobertura obrigatória dos planos de saúde. Os procedimentos auxiliam na detecção diferencial do novo coronavírus, descartando ou confirmando outras suspeitas, ou ajudam na identificação de complicações em pacientes com a covid-19, como tromboses.

A decisão foi tomada pela diretoria colegiada da agência reguladora em reunião realizada nesta quarta-feira (27) e passará a valer quando for publicada no Diário Oficial da União, em forma de resolução normativa, assim que o documento for assinado pelo diretor-presidente substituto da ANS, Rogério Scarabel, e encaminhado à Imprensa Nacional. Segundo a ANS, a resolução será publicada amanhã (29).

Esta é a segunda vez que a agência inclui exames obrigatórios na cobertura dos planos de saúde no contexto da pandemia. Desde o dia 13 de março, os planos são obrigados a cobrir o exame Pesquisa por RT-PCR, teste laboratorial considerado padrão ouro para a confirmação da covid-19.

Os exames que a ANS incluirá entre os de cobertura obrigatória pelos planos de saúde são os seguintes:

Dímero D (dosagem) – O procedimento já é de cobertura obrigatória pelos planos de saúde, porém, ainda não era utilizado para casos relacionados à covid-19. É um exame fundamental para diagnóstico e acompanhamento do quadro trombótico e tem papel importante na avaliação prognóstica na evolução dos pacientes com covid-19.

Procalcitonina (dosagem) – O procedimento é recomendado entre as investigações clínico-laboratoriais em pacientes graves de covid-19, auxiliando na distinção entre situações de maior severidade e quadros mais brandos da doença.

Pesquisa rápida para influenza A e B e PCR em tempo real para os vírus influenza A e B – São testes indicados para diagnóstico da influenza. A proposta consiste na incorporação dos dois procedimentos para minimizar questões de disponibilidade e para otimizar o arsenal diagnóstico disponível. A pesquisa rápida é recomendada para investigações clínico-laboratoriais em pacientes graves. O diagnóstico diferencial é importante, pois a influenza também pode ser causa de síndrome respiratória aguda grave (SRAG).

Pesquisa rápida para Vírus Sincicial Respiratório e PCR em tempo real para Vírus Sincicial Respiratório – Esses testes são indicados para diagnóstico da infecção pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR). A proposta consiste na incorporação dos dois procedimentos para minimizar questões de disponibilidade e para aprimorar as possibilidades. O teste rápido para o VSR é útil no diagnóstico diferencial de covid-19 em crianças com infecção viral grave respiratória.

*As informações são da Agência BRasil


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Ahhhhh , agora estão se preocupando com a desigualdade social é ?

    Mas que fofo

    Até março quem levantava essa discussão era chamado, adivinhem, de comunista

  2. O Brasil é o inico Pais do Mundo que tem o SUS nos demais vc paga pelo seu atendimento, tratamento e cirurgia.
    Sabemos que os políticos nunca e jamais priorizaram os hospitais públicos com profissionais, remedios e equipamentos pelo contrário, sempre roubaram dinheiro da saúde pública atraves de proprina e auper faturamento. Por isso o trabalhador, por menos que se ganha. tenta pagar um plano de saude privado.
    Enfim, em plena pandemia governadores e prefeitos estão desviando dinheiro publico da saude. Criminosos.

  3. Deu para entender…

  4. COMPARAÇÃO – UMA PERGUNTA A DIREITA, AO CENTRÃO E A ESQUERDA: POR QUE O “DOENTE POBRE” VAI PARA UPA, ENQUANTO O “DOENTE RICO” VAI PARA O ALBERT EISTEM? …EU SÓ QUERIA ENTENDER!

  5. INDEPENDENTE DE COR, RAÇA, CREDO E POSIÇÃO SOCIAL, O DIREITO A SAÚDE DEVE SER IGUAL PARA TODOS, SEM DISTINÇÃO OU DISCRIMINAÇÃO. ISSO NÃO É COMUNISMO, É UM ATO DE AMOR AO SEMELHANTE. A AUTORIDADE QUE NÃO PENSA E AGE ASSIM, INFELIZMENTE, NÃO É SER HUMANO. FORA DISSO É DEMAGOGIA. DESCULPA.

  6. ISSO É UM AFRONTA AO SER HUMANO, COMO PODE UMA PESSOA VALER MAIS DO QUE A OUTRA? PLANO DE SAÚDE DEVERIA SER ENQUADRADO COMO CRIME HEDIONDO INAFIANÇÁVEL. NOS HOSPITAIS PARTICULARES POBRES E MISERÁVEIS NÃO TEM VALOR ALGUM. LÁ DIREITOS HUMANOS SÃO O DINHEIRO. COMO OS GOVERNOS E O POVO BRASILEIRO PODEM ACEITAR ISSO? PARA ISSO A CANETA AZUL ESTÁ SEM CARGA OU COM A TINTA ENDURECIDA. ME POUPE DEMOCRACIA!

    • Como a ANS pode aceitar tamanha desigualdade social? Não seria hora de também revolucionar a Saúde no Brasil? O momento é oportuno.

Untitled Document