sexta-feira, 14 de maio de 2021 - 10:35 h

TEMPO REAL

 

Capa / manchete1 / Cristóvão não resiste e é demitido do Fluminense

Cristóvão não resiste e é demitido do Fluminense

Matéria publicada em 23 de março de 2015, 17:31 horas

 


Ricardo Drubscky e Ney Franco foram alguns dos nomes especulados para novo treinador; decisão deve sair amanhã

Fases: Cristovão deixa o Fluminense após campanha muito irregular no fraco Campeonato Estadual (Foto: Arquivo)

Fases: Cristovão deixa o Fluminense após campanha muito irregular no fraco Campeonato Estadual (Foto: Arquivo)

Rio  –

A má campanha do Fluminense no Campeonato Carioca fez uma vítima. Na manhã desta segunda-feira o clube anunciou a saída do técnico Cristóvão Borges. A decisão contraria o discurso do presidente Peter Siemsen, responsável pela contratação do treinador e que dizia que ele seria mantido, pelo menos, até o fim do Estadual, o que não se concretizou.
Após o empate por 1 a 1 com o Tigres do Brasil e com o desfecho da rodada, o Tricolor terminou o fim de semana na quinta posição, com quatro pontos a menos que a zona de classificação para as semifinais.
Por intermédio de um comunicado divulgado no site pela manhã, o clube informou que “Cristóvão Borges não é mais o treinador do Fluminense Football Club. O técnico foi comunicado pela diretoria da decisão na manhã desta segunda-feira, nas Laranjeiras. O Fluminense agradece ao treinador por todo o trabalho feito ao longo de quase um ano de clube e por ter participado deste momento de transição tão importante que está passando”.
No mesmo comunicado o clube informa que a função de treinador será exercida pelo auxiliar Marcão até que um novo nome seja anunciado. Agora, o Fluminense vai precisar ir ao mercado em busca de uma boa opção para dirigir o time de olho na reta final do Campeonato Carioca e também no Campeonato Brasileiro.
A diretoria já decidiu que vai buscar um treinador que esteja sem clube e com uma folha salarial dentro da realidade, o que torna o nome de Abel Braga, muito especulado, descartado. Um dos nomes especulados ohoje

nas Laranjeiras foi o de Ricardo Drubscky. Outro que surge com força é o de Ney Franco, que chegou a estar cotado nas Laranjeiras antes de Cristóvão acertar com o Tricolor. Ele seria o preferido de Peter neste momento.
Dorival Júnior é outra possibilidade, já que ele teve uma boa reta final de Campeonato Brasileiro em 2013, apesar de não ter evitado o rebaixamento para a Segunda Divisão, que só não se consumou por conta de Portuguesa e Flamengo terem perdido pontos pela escalação irregular de alguns jogadores na rodada final. A Lusa acabou caindo.
Correndo por fora aparece Vagner Mancini, que não conseguiu evitar o rebaixamento do Botafogo no ano passado. Porém, com o clube mergulhado em problemas financeiros, crise de relacionamento no elenco e atrasos salariais, a parcela dele na queda foi bem minimizada.
O novo treinador deverá encontrar um elenco contrariado com a decisão da diretoria, já que Cristóvão Borges tinha um bom relacionamento com os jogadores. O treinador era adorado pelos jovens revelados nas categorias de base e tinha um excelente contato com o atacante Fred, um dos líderes do atual elenco e que era grato ao treinador pela maneira como ele conduziu sua volta ao time após o péssimo desempenho do jogador com a camisa da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014.
Mesmo sendo criticado, Fred teve um bom fim de Campeonato Brasileiro. Alguns jogadores, inclusive, faziam questão de defender publicamente o desempenho de Cristóvão após os tropeços.
O objetivo da diretoria é anunciar o novo treinador antes do jogo de domingo, contra o Barra Mansa pelo Campeonato Carioca. Diante da Cabofriense, nesta quinta-feira, às 19h30(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela 12ª rodada do Campeonato Carioca, a tendência é que Marcão seja o comandante. Nesta terça-feira o elenco treina na parte da tarde.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document