CSN vai investir R$ 10 bilhões em VR

by ana Calderone

A CSN tem previsão de investir R$ 10 bilhões, somente na Usina Presidente Vargas (UPV), em Volta Redonda, nos próximos 5 anos.

Xxxx

Segundo fontes do setor siderúrgico, os investimentos estão na modernização da usina, meio ambiente e na aquisição de modernos equipamentos para controle de emissões.

Xxxx

Os recursos começam a ser direcionados ainda em 2024. A média do investimento gira em torno de R$ 2 bilhões por ano. Haverá também intervenções na planta de Porto Real e outras unidades do grupo.

Xxxxx

Nesta segunda-feira (20), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, comemoraram o anúncio de investimentos de R$ 100 bilhões em cinco anos pelo setor siderúrgico, após evento com o setor no Palácio do Planalto.

Xxxxxx

No final de abril, o governo federal anunciou a elevação de cerca de 11% para 25% da tarifa de importação de 11 produtos siderúrgicos. A medida, válida por um ano, tenta frear a entrada do aço chinês no Brasil e fortalecer a siderurgia nacional.

xxxxxx

O anúncio dos investimentos feitos pela CSN deve ser oficializado nos próximos dias.

 

 

Corte do FPM

O segundo repasse de maio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) terá queda expressiva. A transferência para as prefeituras que ocorreu nesta segunda-feira (20) foi quase 15% menor do que a realizada no mesmo período ano passado — soma do recuo nominal de 11% mais a inflação de 3,7% acumulada no período.

FPM I

Os municípios vão partilhar R$ 1,28 bilhão, enquanto no segundo decêndio de maio de 2023 esse valor foi de R$ 1,44 bilhão. Após um primeiro trimestre de 2024 positivo para as prefeituras, o FPM passou a apresentar oscilações em abril. Os dois primeiros repasses do último mês registraram queda, enquanto os dois seguintes — terceiro de abril e primeiro de maio — foram de alta. Agora, porém, o FPM volta a cair.

FPM II

Apesar do resultado negativo, ele lembra que o saldo de 2024 ainda é positivo para as prefeituras. “É importante frisar que, no geral do ano, ainda temos um resultado positivo.”

Propaganda I

Três legendas exibem propaganda partidária nesta semana, de acordo com o calendário de 2024. São elas: Progressistas (PP), Solidariedade e União Brasil (União). As emissoras de rádio e televisão transmitem, em rede nacional e gratuita, os programas dos partidos na terça-feira (21), na quinta-feira (23) e no sábado (25), entre as 19h30 e as 22h30.

Propaganda II

Na semana, o Progressistas (PP) contará com 12 minutos e meio de propaganda: quatro minutos na terça, quatro minutos na quinta e quatro minutos e meio no sábado. O União Brasil terá um minuto e meio no período, sendo 30 segundos em cada dia. Por sua vez, o Solidariedade exibirá um minuto de propaganda: trinta segundos na terça e trinta segundos na quinta-feira.

Propaganda III

No primeiro semestre de 2024, o Progressistas e o União Brasil têm direito a 20 minutos de propaganda cada um, totalizando 40 inserções por legenda. Já o Solidariedade dispõe de cinco minutos de propaganda, o que corresponde a dez inserções.

Pix

Sabia que dá para pagar a multa eleitoral sem sair de casa por meio do Pix ou do cartão de crédito? Mesmo com o cadastro eleitoral fechado desde o dia oito de maio, eleitoras(es) podem consultar seus débitos com a Justiça Eleitoral no site do TRE-RJ e quitar a multa com apenas alguns cliques, efetuando o pagamento de forma segura via PagTesouro. Gerido pela Secretaria do Tesouro Nacional, a PagTesouro é uma plataforma digital de recolhimento de valores junto à Conta Única do Tesouro Nacional.

Arrecadação

O Chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita Federal, auditor-fiscal Claudemir Malaquias, e o Coordenador de Previsão e Análise da Receita Federal, auditor-fiscal Marcelo Gomide, comentam hoje (21) o resultado da arrecadação federal de abril de 2024.

Atrofia Muscular Espinhal I

O governador em exercício do Estado do Rio de Janeiro, Thiago Pampolha, sancionou, na segunda-feira (20), a Lei 10.385/24, que torna obrigatória a realização do exame laboratorial gratuito para o diagnóstico precoce inequívoco da Atrofia Muscular Espinhal (AME) em crianças recém-nascidas. A obrigatoriedade se estende a todos os estabelecimentos hospitalares que funcionem como maternidade no estado do Rio de Janeiro. A nova lei foi publicada no Diário Oficial do Executivo.

Atrofia Muscular Espinhal II

Atualmente incurável, Atrofia Muscular Espinhal é uma doença genética crônica, rara e degenerativa. Ela pode ser percebida ainda nos primeiros meses de vida, sendo a fraqueza muscular seu principal sintoma. A doença causa dificuldade para andar, sentar, engolir e respirar. Para as crianças nascidas antes da sanção da lei, o exame também poderá ser realizado, mediante solicitação de um neurologista. Ainda de acordo com a nova lei, as maternidades deverão orientar os responsáveis acerca do tratamento necessário e indicar o estabelecimento hospitalar que o realize.

Mulheres

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), realiza nesta terça-feira (21), audiência pública para debater o tema “Mulheres e Questões Climáticas”. A reunião irá cobrar ações de enfrentamento diante dos eventos climáticos que vêm ocorrendo no Brasil e no Estado do Rio de Janeiro. O debate será às 10h, no plenário da Casa, no Edifício Lúcio Costa, sede do Parlamento fluminense.

Cassinos I

Na última quarta-feira (15), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado adiou a votação do projeto de lei que trata da liberação de cassinos no país. O item foi retirado de pauta, com o argumento de que o relator do texto, senador Irajá (PSD-TO), não estava presente na reunião. A discussão sobre o tema foi reagendada para o próximo dia 22, porém, senadores contrários à proposta já sinalizaram que vão pedir mais prazo para análise e, diante disso, o projeto só deve ser votado na primeira semana de junho.

Cassinos II

A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) recebeu negativamente a decisão, pois, segundo a entidade, a legalização dos cassinos tem o potencial de impulsionar significativamente a economia do país. “Os cassinos representam uma oportunidade de atrair investimentos estrangeiros, criar empregos em larga escala e fomentar o turismo nacional”, diz a nota da FBHA.

You may also like

1 comment

Luís 21 de maio de 2024, 14:36h - 14:36

Sério?
CSN vai investir em que?
Vai instalar equipamentos que realmente diminuam a emissão de poluentes (pó)….
Será?

Reply

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996