sexta-feira, 3 de abril de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Damares diz que governo tem como prioridade proteger o direito à vida

Damares diz que governo tem como prioridade proteger o direito à vida

Matéria publicada em 24 de fevereiro de 2020, 15:40 horas

 


Sem corrupção país tem dinheiro para proteger brasileiros

Brasília – A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse hoje (24), durante reunião do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra, na Suiça, que, após pegar um país “mergulhado em corrupção e violência”, o governo de Jair Bolsonaro tem como prioridade “garantir e proteger” o direito à vida:

– No ano passado, estive nesta tribuna para falar do Brasil que recebemos. Um Brasil mergulhado em corrupção e violência. Decidimos que a nossa prioridade seria garantir e proteger o primeiro e maior de todos os direitos humanos, o direito à vida – disse a ministra ao abrir o discurso na 43ª sessão do Conselho.

Damares citou alguns números que, segundo ela, mostram que o combate ao crime organizado é prioridade no atual governo. “Em apenas um ano, o número de homicídios já caiu mais de 20%. Mais de 8 mil pessoas não foram assassinadas no Brasil em 2019”, disse. “O número de estupros também foi reduzido e a criança tem sido protegida de forma efetiva”, completou.

– Não fazemos discurso de homenagem aos direitos humanos e à justiça social como cortina de fumaça para o desvio institucionalizado de bilhões de dólares destinados à saúde, à educação, à segurança pública – acrescentou antes de afirmar que o combate à corrupção possibilitou, ao atual governo, aplicar mais recursos na área social.

– Sem corrupção, já começa a sobrar dinheiro para proteger nossos brasileiros. Um dos muitos exemplos é a recente iniciativa do governo Bolsonaro de pagar pensão vitalícia para crianças nascidas com microcefalia em decorrência do zika vírus –

Damares destacou que o presidente Jair Bolsonaro sancionou, em 2019, sete leis voltadas ao combate à violência contra mulheres e meninas; a lei que institui o Biênio da Primeira Infância do Brasil, no período de 2020 a 2021, além de ter estabelecido o Conselho da Amazônia.

Destacou também a publicação de um relatório sobre a situação de pessoas LGBT nos presídios brasileiros, que, segundo ela, vai subsidiar a elaboração de um “protocolo de procedimentos e, oportunamente, a edição de portaria para regulamentação de alas ou celas especiais”.

Ela citou também o trabalho feito pelo governo brasileiro no sentido de dar assistência e reconhecer como refugiados “milhares de cidadãos [venezuelanos] que chegam ao Brasil em razão da crise humanitária naquele país”.

– Realizamos mais de 1 milhão de atendimentos emergenciais a venezuelanos na fronteira. Facilitamos o reconhecimento do status de refugiado – disse. “Reitero, com tristeza, nossa preocupação com as persistentes e sérias violações de direitos humanos cometidas na Venezuela”, completou.

Damares está chefiando a delegação brasileira na 43ª sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas. A reunião é o principal encontro de líderes internacionais sobre o tema e contará com a participação de mais de 100 ministros e altas autoridades da área de direitos humanos.

Ao longo da 43ª sessão, que se encerra em 20 de março, estão previstos mais de 200 eventos paralelos, promovidos por países e entidades da sociedade civil.

*Informações da Agência Brasil


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

13 comentários

  1. Avatar

    Guto bastardo do capeta, sou a favor do aborto da gravidez, melhor ainda se fosse praticado por sua ascendente. evitaria mais um fascitóide como tu. Canalhas passarão.

    • Avatar

      Graças a Deus que tua ascendente nao praticou o aborto e voce esta vivo…
      Vivo para se arrepender de defender o assassinato de criançinhas e aceitar Jesus na sua vida!

  2. Avatar

    Se Jesus voltasse amaldiçoaria essa mulher de putifá, tartufa dos infernos

  3. Avatar

    A atuação do governo atual ainda não mudou em nada. Atua nós sintomas e não nas causas. Talvez o Guedes consiga colocar em prática uma ou mais de suas idéias.

  4. Avatar

    Concordo com ela , protegem quem mata. O fascismo passará.

  5. Avatar

    No entanto, o atual presidente da Argentina liberou a geral, disse que a mulher argentina vai ter direito ao aborto em qualquer semana da gravidez….
    Canalha esse presidente da Argentina, no entanto, o Brasil faz feio quando vota num partido como o PT que expulsou dois deputados federais que eram contra o aborto…Para o PT apenas abortistas podem ter a carteirinha do PT….

    • Avatar

      Guto bastardo do capeta, sou a favor do aborto da gravidez, melhor ainda se fosse praticado por sua ascendente. evitaria mais um fascitóide como tu. Canalhas passarão.

    • Avatar

      Mírian Leitão do DV, ainda falando do PT? Agora a Argentina voltou ao seu olhar crítico? Você é um comédia!!! Seu presidente vive falando em matar, esfolar e prender. Está ligado aos milicianos e laranjais, um desgoverno totalmente contra a grande maioria do povo e você se esconde novamente nas mesmas desculpas? Essa Damares é a representação da idade média nesse governo medonho. Sabes quantas mulheres morrem em clinicas clandestinas controladas pelas milícias no Rio de Janeiro? Sou contra o aborto mas sou a favor da vida, afinal esse desgoverno hipócrita e falso moralista se preocupa com o feto mas não vê espirito no marginal, como diz a música Haiti do Caetano.

    • Avatar

      Guto, gado, maluco, esquece o PT animal. Seu mito e seus doidos, estão acabando com povo vivos e os que estão para nascer.

  6. Avatar

    Essa fascista caçadora de dízimos disse que viu J. Cristo numa goiabeira. Cristo estava na Mangueira ontem, maluca de Satã.

Untitled Document