Deputada Marina do MST vem a Volta Redonda prestigiar chapa de Professor Habibe e Drica Bittencourt

Evento será no Clube Palmeiras, no Jardim Europa, neste sábado (8)

by Mayra Gomes

Volta Redonda – A deputada estadual Marina do MST (PT) vem a Volta Redonda neste sábado para um encontro com o pré-candidato a prefeito Professor Habibe (PT), a pré-candidata a vice-prefeita Drica Bittencourt (Psol) e os pré-candidatos à Câmara de Vereadores pela frente de esquerda formada por PT, Psol, PC do B e PV. O evento será no Clube Palmeiras, no Jardim Europa, a partir das 14h.

“É sempre um prazer vir a Volta Redonda e ao Sul Fluminense porque o papel do deputado estadual é, também, ir a cada cidade, a cada município do nosso estado ouvir os moradores e prestar contas do nosso trabalho na Alerj. E neste ano, que temos eleições municipais tão importantes, essa frente de esquerda é fundamental par que a gente possa dar voz à grande parte da população que sofre com carências nas áreas da educação, saúde e transporte público”, disse Marina.

Nesta sexta-feira, a deputada participou de uma atividade de greve no IFRJ de Pinheiral debatendo a importância da agroecologia e da educação diante da emergência climática, ao lado das professoras Juliana Carvalho e Marcela Erthal. Em seguida, visitou duas escolas da região e almoçou no Mutirão da Paz, onde conversou com agricultores, com o secretário de Educação Fernando Antonio Cabral de Sousa Junior e o de Ambiente e Desenvolvimento Rural, Fábio Luís de Sousa Nogueira, além da ativista Fabiana Carmo, do Coletivo Somos Semente, que também é pré-candidata a vereadora em Pinheiral pelo Partido dos Trabalhadores. Em seguida, elas visitaram a igreja de São Pedro.

“A crise climática é hoje uma realidade. Infelizmente as chuvas no Sul não são um caso isolado e estamos enfrentando essas tragédias climáticas cada vez com mais frequência. Ou alguém já esqueceu de Petrópolis? Quero dizer com isso que é necessária uma aliança urgente para assegurar políticas públicas de preservação e recuperação ambiental das áreas aqui no Sul do Estado, inclusive de assentamentos rurais, com produção de alimentos. Nós do MST, lançamos em 2020 o “Plano Nacional Plantar Árvores, Produzir Alimentos Saudáveis”, cuja meta é plantar 100 milhões de árvores em 10 anos. Uma ação que articula recuperação ambiental com produção de comida. Mas este é apenas uma das muitas iniciativas que podemos tomar”, disse Marina.

À noite, na Praça da Bandeira, em Valença, Marina participa de uma exposição em comemoração aos 20 anos do acampamento Manoel Congo e também da celebração do aniversário de 40 anos do Movimentos Sem Terra. Na manhã de sábado a deputada estará em Quatis, na inauguração do galpão do assentamento Irmã Dorothy e, junto com alunos da UFF-VR, participam de Estágio de Vivência durante atividade da XI JURA (Jornada Universitária da Reforma Agrária).

“Nestes 40 anos de MST, a integração entre os companheiros de assentamentos e estudantes das universidades, através das atividades da JURA, tem sido potente para diferentes trocas de experiências e se expressa, a longo prazo, na transformação da sociedade”, celebrou a deputada.

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996