Descubra o poder da decoração afetiva

Transforme espaços em lares de memórias, afinal decoração é criar um ambiente que reflita a personalidade, história e memórias do indivíduo

by Agatha Amorim

Sul Fluminense – Na correria do dia a dia, nossa casa muitas vezes se torna um refúgio, um local de descanso e de recarregar as energias. Para nós, mulheres, a decoração desempenha um papel fundamental na criação de um ambiente acolhedor e significativo. Aqui veremos mais sobre decoração afetiva e como ela pode transformar nossos espaços em verdadeiros lares de memórias.

 

O que é Decoração Afetiva?

É a forma a incorporar objetos, elementos e estilos que tenham significado pessoal e emocional para o indivíduo na decoração. Em vez de seguir tendências de design ou estilos estabelecidos, a decoração afetiva valoriza a conexão emocional que as pessoas têm com os objetos e a decoração de um espaço. A ideia por trás dessa decoração é criar um ambiente que reflita a personalidade, história e memórias do indivíduo, tornando-o um espaço acolhedor e reconfortante. Isso muitas vezes envolve o uso de itens decorativos, fotografias, lembranças de viagens, heranças de família e outros objetos que têm um significado especial. Ela ajuda a contar a história de uma pessoa através do ambiente em que vive, tornando-o único e pessoal.

Além disso, a decoração afetiva pode promover bem-estar emocional, uma vez que cercar-se de objetos e elementos que evocam sentimentos positivos e lembranças felizes pode criar um ambiente mais agradável e reconfortante. Ela também promove a sustentabilidade, uma vez que valoriza o reaproveitamento de objetos e a preservação de itens com valor sentimental, em vez de aderir a uma cultura de consumo descartável.

 

 

Como podemos fazer isso, aqui vou deixar alguns exemplos de como decorar sua casa usando itens pessoais:

Comece refletindo sobre suas memórias, experiências e o que é mais significativo para você. Pergunte a si mesmo quais objetos, lugares ou momentos têm um valor especial em sua vida.
Coleções pessoais: Se você tem uma coleção de objetos que ama (como livros, vinis, bonecos, antiguidades, etc.), considere exibi-los de forma proeminente. Eles não apenas refletem seus interesses, mas também adicionam caráter ao espaço.

Fotografias e arte pessoal: Pendure fotografias de família, amigos e lugares que são importantes para você. Você também pode enquadrar e exibir sua própria arte ou artesanato se for criativo. Podendo ousar nos tamanhos e estilos de moldura, mas claro que devemos sempre manter um padrão entre elas.

Itens de herança familiar: Se você tem objetos de herança que foram transmitidos de geração em geração, considere incorporá-los em sua decoração. Isso não apenas honra suas raízes, mas também dá vida a histórias familiares.

Redefina objetos com um novo propósito: Dê novos usos a objetos que você já possui. Um velho tronco pode se tornar uma mesa de centro, uma escada antiga pode ser uma prateleira, uma porta aliança pode ser uma linda decoração, etc.

A decoração afetiva é um processo contínuo. Não se sinta pressionado para fazer todas as mudanças de uma só vez. À medida que você coleta novos objetos significativos e memórias, você pode incorporá-los gradualmente em sua decoração ao longo do tempo. A decoração afetiva oferece a oportunidade de transformar nossas casas em espaços verdadeiramente pessoais, repletos de significado e memórias. À medida que exploramos esse conceito, descobrimos como a conexão emocional com nossa casa pode influenciar positivamente nossa qualidade de vida. Portanto, considere como você pode incorporar elementos de significado em sua própria decoração, criando um lar que seja uma expressão autêntica de quem você é e das experiências que moldaram sua vida. Afinal, nosso lar é muito mais do que apenas um lugar para viver – é um reflexo de nossa história e das pessoas que amamos.

 

Ingrid Ribeiro é arquiteta especialista em projeto de interiores, se destaca por buscar atualização e inovação, garantindo que suas criações estejam alinhadas com as tendências mais recentes.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996