sábado, 26 de setembro de 2020 - 21:55 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Dez moradores do Abrigo Municipal de Barra Mansa iniciam trabalho com carteira assinada

Dez moradores do Abrigo Municipal de Barra Mansa iniciam trabalho com carteira assinada

Matéria publicada em 3 de agosto de 2020, 18:34 horas

 


Eles estão realizando serviços de limpeza, capina e roçada
(Foto: Divulgação PMBM)

Barra Mansa – Dez pessoas em situação de rua, que estão alojados no Abrigo Municipal de Barra Mansa, iniciaram suas atividades com carteira assinada, nesta segunda-feira (03). Os abrigos estão realizando serviços de capina, limpeza e roçada em uma empresa terceirizada, nos bairros do município, no Horto Florestal e no Parque de Saudade.

O prefeito Rodrigo Drable comentou que o Abrigo Municipal proporcionou o desenvolvimento dos abrigados para a chance de retomarem suas vidas de forma digna.

– Sinto um orgulho tremendo de vê-los tendo oportunidade de trabalhar com carteira assinada. Quando montamos o abrigo eu não tinha ideia de como aquele ambiente seria transformador de vidas. Hoje eu tenho uma nova visão, totalmente diferente. Vejo homens e mulheres querendo mudar de vida e esse é um importante passo para a reinserção na sociedade. O mérito é todo deles – comentou o prefeito.

Pedro Azevedo, morador do abrigo, disse sobre a importância do projeto.

– O abrigo ajuda bastante a todos nós. Estamos satisfeitos e muitos felizes pela oportunidade de voltarmos a sermos vistos com dignidade. Quando vivemos em situação de rua, não pensamos que teremos uma nova chance, agora estou passando por um recomeço – afirmou.

Pedro ainda comentou sobre o retorno de um antigo sonho.

– Hoje eu tenho 53 anos e superei muitas coisas. Estava destruído emocionalmente e fisicamente, vivia totalmente desestimulado em relação a uma vida melhor. Com essa nova oportunidade posso sonhar novamente em ajudar o meu filho na universidade, vê-lo formar e ele me ver sem a bebida e em situação de rua – concluiu.

O gerente administrativo da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Barra Mansa, Leomar Gomes, destacou a importância dos cursos que o Abrigo Municipal proporciona.

– Nós iniciamos o abrigo com 22 acolhidos, hoje estamos com 16 abrigados, destes, dez estão trabalhando e os outros seis apresentam comorbidades. Para aqueles que estão vulneráveis e não podem estar ingressados no mercado, estamos desenvolvendo atividades dentro do próprio abrigo como horta, artesanato e projetos que ajudam na evolução dos moradores possibilitando a inserção dos mesmos no mercado de trabalho – declarou Leomar.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar
    Meu nome é Zé Pequeno!

    Parabéns pela iniciativa! Espero que outras pessoas possam ter a mesma oportunidade.

  2. Avatar

    Nada contra essas pessoas que estão passando por essa fase difícil da vida, porém utilizá-los politicamente é a pior coisa do ser humano. Na semana passada a secretária da pasta social disse que o prefeito tinha amizade com essas pessoas e ele deixou de comemorar seu retorno para prefeitura pq preferia ficar com os desabrigados. É lógico que esse serviço temporário numa empresa terceirizada pela PMbm quem arrumou para eles foi o prefeito para tentar passar uma boa impressão para a população de BM,porém Sr prefeito nem todos nessa cidade são desinformados e idiotas como vc pensa.

Untitled Document